<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=344581662787026&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
logo_unicesumar_horizontal_original
INSCREVA-SE NO VESTIBULAR

•   Início Exatas / Arquitetura e Urbanismo



Uma dúvida bastante comum entre as pessoas que desejam ingressar em um curso superior é saber quais são as áreas de atuação em que o estudante pode trabalhar no futuro — e na Arquitetura não é diferente. Assim como existem especialidades em que a remuneração é maior, há outras que carecem de profissionais capacitados. Por isso, é muito importante conhecer as principais áreas da Arquitetura.

O profissional é responsável pela concepção de projetos de ambientes que garantem a organização espacial para um aproveitamento melhor do espaço. Aliás, um grande motivo de a Arquitetura ser uma profissão promissora é também a facilidade de se adaptar às novas tecnologias. Afinal, no futuro as casas não serão somente ambientes físicos: elas serão totalmente projetadas para a integração com o digital.

Atualmente, estamos vivendo uma onda de transformações em decorrência da pandemia de COVID-19 e, para isso, é muito importante se adaptar ao novo mercado, tentando sempre trabalhar em casa. Se você deseja saber qual profissão seguir e quais as principais áreas da Arquitetura, não perca o nosso post. Boa leitura!

Quais são as principais áreas da Arquitetura?

O arquiteto é um profissional com uma ampla formação e pode optar por atuar em diversas áreas. Confira, a seguir, algumas especialidades para que você possa definir qual caminho seguir.

1. Urbanismo

Nessa especialidade o profissional tem como função planejar o espaço público, seja em um bairro, uma cidade ou região. O trabalho engloba saneamento básico, transporte e toda a infraestrutura que tem relação com a cidade. Também está relacionado ao plano diretor e ao zoneamento de uma região.

A dica para quem deseja atuar com o Urbanismo é estudar sobre política e legislação. Com o crescimento da população e da necessidade de espaço para moradia, a área é uma parte importante da Arquitetura e faz uma grande diferença na vida das pessoas.

2. Arquitetura Verde

A Arquitetura Verde, também conhecida como Arquitetura Sustentável, é um direcionamento dos projetos arquitetônicos para edifícios, casas e outras construções em um formato ecologicamente viável. O objetivo principal é otimizar recursos naturais, trazer praticidade e economia para a vida moderna e gerar baixo impacto no meio ambiente.

Na realização de um projeto, o arquiteto busca preservar os recursos naturais, levando em conta as condições do clima e os ecossistemas em volta. Ele pode aproveitar a ventilação e a luminosidade natural, por exemplo, fazendo com que o local gaste menos energia elétrica.

Como o conceito de sustentabilidade está cada vez mais presente, o arquiteto que demonstra domínio e interesse na área encontra boas oportunidades no mercado, podendo se destacar na carreira.

3. Paisagismo

O Paisagismo está diretamente relacionado à recomposição dos espaços geográficos, de maneira a torná-los mais harmônicos e a proporcionar bem-estar às pessoas que habitam ou frequentam tais ambientes. Para isso, além dos conhecimentos arquitetônicos, o profissional usa noções artísticas, ecológicas e botânicas.

O arquiteto paisagista organiza paisagens e valoriza mais as áreas verdes a partir da seleção de acabamentos, equipamentos, materiais e definição das formas de executar seus projetos. Na rotina do profissional, existem as tarefas de desenhar plantas, acompanhar e propor soluções — tanto para locais públicos quanto para residências e estabelecimentos comerciais.

4. Comunicação Visual

A Comunicação Visual é relacionada com a parte visível do ambiente. Organizar fluxos, identificar pontos e setorizar espaços são algumas maneiras possíveis de aplicar a proposta na Arquitetura.

Em relação aos aspectos urbanos, o arquiteto trabalha com as questões visuais da cidade e toda forma de comunicação que afeta o funcionamento urbano, como placas de alerta, de identificação e de sinalização.

Essa área é uma fusão entre o Marketing e a Arquitetura, portanto, o profissional pode ser contratado por grandes empresas que se preocupam com sua imagem — como o público enxerga o negócio.

5. Arquitetura Industrial

Ainda que pouco conhecida, a Arquitetura Industrial apresenta uma grande área de atuação, projetando todas as etapas do processo produtivo, em conjunto com o especialista da área. O arquiteto atua junto aos vários outros profissionais para alcançar a melhor solução para a produção.

Esse é um setor estratégico e os projetos nessa área resultam no aprimoramento dos processos produtivos, como melhoria da automatização, maior segurança aos operários, redução de perdas na produção, otimização de processos produtivos, entre outros.

6. Projeto Luminotécnico

Um Projeto Luminotécnico é desenvolvido com base no resultado da análise da função dos ambientes. Além disso, considera a quantidade de luz para cada local e, também, o melhor cálculo de iluminação.

Tudo é pensado para proporcionar conforto visual aos usuários, já que a elaboração usa de maneira harmônica tanto a iluminação artificial quanto a natural. O objetivo principal é contribuir para a estética, conforto e funcionalidade dos ambientes.

O que se estuda durante o curso e qual é o perfil do profissional?

O curso de Arquitetura tem o objetivo de fornecer conhecimentos para que o estudante possa trabalhar no projeto de obras, na execução e na conservação. Ao longo da graduação, ele adquire habilidade para executar, supervisionar e projetar tais projetos.

O curso mescla disciplinas da área das Ciências Humanas com as Ciências Exatas, apresentando uma grade curricular variada. As principais matérias estudadas durante a graduação são:

  • Planejamento urbano;
  • Teoria das estruturas;
  • Gestão de projetos;
  • História da Arquitetura;
  • Introdução à gestão de projetos;
  • Desenho técnico;
  • Desenho artístico.

Uma das principais habilidades para cursar Arquitetura é gostar de desenhar e ser criativo. Ter afinidade com números também é uma característica importante, além de meticulosidade para desenvolver atividades como desenho de plantas arquitetônicas.

O futuro profissional também deve acompanhar as tendências do setor e conhecer os tipos de materiais que podem ser usados nos projetos. Para isso, é muito importante optar por uma faculdade de excelência, como a UniCesumar, em que você encontrará professores capacitados, ensino e infraestrutura de qualidade.

Como vimos, existem diversas áreas da Arquitetura em que o profissional pode se capacitar. É importante lembrar que essas especialidades estão interligadas e é possível atuar em mais de uma ao mesmo tempo. Para isso, lembre-se de escolher uma boa instituição de ensino para ter todo o conhecimento teórico e prático que a profissão demanda.

Gostou deste post? Então, não deixe de assinar a nossa newsletter para receber conteúdos diretamente em seu e-mail!

COMPARTILHE:
POSTS RELACIONADOS

    Nova call to action

    Nova call to action

    Nova call to action

    Nova call to action

    Nova call to action

    Teste de Orientação Profissional - Foca na Carreira

    Guia-do-profissional-de-agronomia

    [E-BOOK] Como escolher uma profissão? DOWNLOAD GRÁTIS

    Nova call to action