<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=344581662787026&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
logo_unicesumar_horizontal_original
INSCREVA-SE NO VESTIBULAR

•   Início Biomedicina / Farmácia



Escolher um curso superior costuma deixar muitos estudantes com dúvidas, principalmente aqueles que desejam fazer um curso na área da saúde. Isso porque, com tantas graduações disponíveis, é importante escolher a opção que melhor se relaciona com o seu perfil, não é?

Se você quer atuar em diversos campos, saiba que cursar Biomedicina ou Farmácia é uma excelente alternativa! Ambas são bem parecidas, pois apresentam matérias em comum e contam com um ótimo mercado de trabalho, além de boas remunerações — maravilha, concorda? Contudo, existem muitas diferenças, em especial, relacionadas à atuação profissional.

Pensando nisso, preparamos este post para apresentar como é cada curso. Confira!

Qual a importância de investir na área da saúde?

A área da saúde é um dos setores mais aquecidos e, por conta da demanda constante por profissionais habilitados, essa alternativa é uma boa maneira de entrar no mercado de trabalho e ter acesso a ótimas oportunidades. Em relação à Biomedicina e à Farmácia, por exemplo, os alunos devem estudar e conhecer como a tecnologia é aplicada às profissões e o que há de mais novo nesse setor.

Assim, por conta das constantes atualizações, esse campo do conhecimento não para de crescer e de fornecer os melhores tratamentos e técnicas aos pacientes. Com isso, as remunerações da área também são atrativas. Outras vantagens em optar por um curso da área da saúde são:

  • demanda crescente por especialistas;
  • valorização dos profissionais;
  • estabilidade financeira;
  • diversos campos de atuação;
  • autorrealização.

Biomedicina ou Farmácia?

Agora, chegou a hora de conhecer um pouco mais sobre os cursos de Biomedicina e Farmácia, focando suas diferenças! Vamos lá?

Diferenças entre as áreas de atuação

Quem quer seguir na profissão de Farmácia encontrará um mercado de trabalho bastante aquecido. Existem oportunidades de emprego em farmácias e drogarias que, por lei, devem contar com a presença desse profissional para assumir responsabilidades técnicas.

Além disso, outros campos de atuação são os hospitais, os laboratórios e as indústrias alimentícias, de medicamentos e de cosméticos. Na área pública, o farmacêutico pode atuar no SUS (Sistema Único de Saúde), em fiscalizações, vigilância sanitária e trabalhar como perito criminal.

Por outro lado, é bom lembrar que o biomédico não faz cirurgias ou prescreve medicamentos. O profissional é um grande responsável pelas pesquisas e testes laboratoriais para prevenir e encontrar a cura de diferentes doenças, exercendo seu trabalho em laboratórios, hospitais e clínicas.

Ele também atua nos estudos de alimentos e da genética. Assim como os biólogos, os biomédicos contam com várias funções que são utilizadas para análises na saúde pública, na hematologia, na embriologia e em perícias criminais.

Entre as possibilidades, existem áreas de atuação que são comuns às duas carreiras, sabia? Quer saber quais são? Confira, abaixo:

  • toxicologia;
  • biologia molecular;
  • genética;
  • parasitologia;
  • acupuntura;
  • saúde pública;
  • imunologia;
  • banco de sangue.

Médias salariais dos profissionais

A média salarial de um farmacêutico é de R$3.499,57 para uma jornada de trabalho de 40 horas semanais. A faixa salarial fica entre R$3.194,02 e R$3.337,00. No entanto, saiba que esse valor pode variar de acordo com a região, a experiência profissional e o tipo de empresa.

Confira, abaixo, as cidades com os melhores salários:

  • Brasília — R$4.923,29;
  • Belo Horizonte — R$4.02,71;
  • São Paulo — R$3.941,29;
  • Curitiba — R$3.370,92.

Por conta dos vários cargos ocupados e das diferentes áreas de atuação, o biomédico recebe salários diferentes. A média é de R$2.690,80, com uma faixa salarial que fica entre R$2.455,86 e R$5.075,35.

Os estados com excelentes remunerações são:

  • São Paulo — R$2.894,92;
  • Paraná — R$2.583,37;
  • Santa Catarina — R$2.423,73;
  • Rio Grande do Sul — R$2.369,13.

Grade curricular de cada curso

Se você pensa em seguir carreira como farmacêutico, já deve ter se perguntado o que os estudantes estudam nesse curso, certo? Para ter ideia, eles têm aulas práticas e teóricas durante toda a faculdade. Também entram em contato com matérias de Humanas, Ciências Biológicas e Exatas.

O futuro profissional aprende a lidar com pacientes, cálculos e até com o aspecto biológico dos medicamentos e das amostras. Veja, a seguir, algumas das principais disciplinas estudadas no curso de Farmácia da Uni:

  • Biossegurança e Bioética;
  • Anatomia Humana;
  • Embriologia e Histologia;
  • Fundamentos de Genética Humana;
  • Biologia Celular;
  • Química Geral e Orgânica;
  • Saúde Coletiva;
  • Bioestatística e Epidemiologia;
  • Fisiologia Humana;
  • Patologia Geral;
  • Fundamentos de Farmacologia.

Em relação à Biomedicina, você vai aprender todos os conhecimentos teóricos e técnicos para emissão de laudos, leitura de exames, além de gestão e análise laboratorial. Tudo isso por meio da aplicação prática durante as aulas da graduação, é claro!

As principais disciplinas estudadas são:

  • Fundamentos de Microbiologia e Imunologia;
  • Biologia Celular;
  • Bromatologia;
  • Biologia Molecular e Forense;
  • Hematologia Clínica;
  • Diagnóstico por Imagem;
  • Parasitologia Clínica;
  • Engenharia Genética;
  • Biotecnologia e Reprodução Humana.

Como escolher a melhor alternativa?

Ficou claro quais são as principais diferenças entre as duas graduações? Mas, afinal, qual opção escolher? Essa é uma pergunta que deixa muitos estudantes em dúvida. Mas não precisa entrar em desespero, basta ficar atento a algumas dicas. Veja, a seguir!

Avalie seu perfil de estudante

Você percebeu que o curso de Farmácia está mais relacionado com a Química e a Biomedicina tem como foco a Biologia. Em quais das duas você se dava bem no colégio? Gosta mais de entender sobre o comportamento das substâncias ou de aprender sobre o corpo humano?

Levar em conta essas questões para avaliar o seu perfil de estudante é muito importante. Afinal, não faz sentido escolher uma graduação em que você não se encaixa.

Converse com profissionais da área

Uma boa maneira de ter uma visão sobre a profissão é valorizar a experiência das pessoas já formadas na área de interesse. Assim, se está em dúvida entre Biomedicina ou Farmácia, por que não ir em drogarias ou clínicas para conversar com os profissionais?

Aproveite esse momento para tirar todas as dúvidas e perguntar sobre o dia a dia da profissão.

Pesquise sobre o mercado de trabalho

Outra prática importante para decidir com mais segurança é avaliar o mercado de trabalho das duas profissões. Mesmo que a independência financeira e o conforto sejam ótimos fatores, não foque apenas esses quesitos. Lembre-se de que o mercado se transforma com bastante frequência e, dependendo da sua escolha, tudo pode estar diferente após a sua formação.

Agora que já conhece as diferenças entre Biomedicina ou Farmácia, saiba que é importante levar em conta o seu perfil para fazer a escolha certa. Além disso, procure estudar em uma faculdade reconhecida no mercado, como a UniCesumar!

Gostou do post? Então, que tal compartilhá-lo em suas redes sociais para que seus amigos também conheçam as diferenças entre Biomedicina e Farmácia?

COMPARTILHE:
POSTS RELACIONADOS
    New call-to-action
    New call-to-action
    planejamento financeiro

    Nova call to action

    Nova call to action

    Nova call to action

    Nova call to action

    Teste de Orientação Profissional - Foca na Carreira

    New call-to-action

    [E-BOOK] Como escolher uma profissão? DOWNLOAD GRÁTIS

    Nova call to action