<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=344581662787026&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
logo-topo-blog-1
INSCREVA-SE NO VESTIBULAR

•   Início Dicas de carreira



Responda rápido: você sabe definir a diferença entre carreira e emprego? Conseguir uma vaga no mercado de trabalho e garantir um salário fixo é uma coisa, tornar-se um profissional bem-sucedido e realizado tem a ver com um propósito bem maior. Um emprego, na verdade, é um dos degraus necessários para construir uma carreira. Mas há várias outras ações e decisões envolvidas nesse processo.

Ainda confuso, não é? Vamos deixar mais claro ao longo deste post. Continue a leitura e entenda o que é carreira e o que é emprego, como eles se relacionam e por que é importante planejar sua vida profissional. Confira!

O que é emprego e o que é carreira?

Emprego é uma atividade ocupacional, realizada a partir de um contrato trabalhista firmado entre o colaborador e o empregador. Consiste ainda na realização de tarefas em troca de remuneração. Resumindo, emprego é uma forma de conquistar o dinheiro para pagar as contas e garantir sustento.

Carreira, por outro lado, não tem o foco apenas no presente. Construir uma carreira significa fazer uma projeção do futuro, planejar-se, definir metas e objetivos, traçar um caminho a ser seguido e alcançar um ponto mais alto.

A carreira não está relacionada somente ao ganho financeiro. Ela ainda abrange outra questão essencial: a satisfação pessoal. Ou seja, além do dinheiro — que qualquer um almeja, vamos admitir — trata-se ainda de trabalhar com o que você gosta e se sentir realizado.

Você pode ter um emprego (ou vários) a vida inteira e nunca sentir prazer em desempenhar suas atividades. Imagine se levantar todos os dias e sair de sua casa para ir a um lugar onde você não se sinta satisfeito! O problema é que esse descontentamento tende a se agravar com o passar do tempo e chegar a um nível insustentável de estresse e desânimo. E isso está bem longe de ser uma carreira de sucesso, concorda?

Um emprego não depende somente das suas escolhas, o que significa que a sua estabilidade, assim como a sua autonomia, ficam condicionadas às determinações dos empregadores. Já a construção de uma carreira é sua responsabilidade, é resultado de uma série de ações e decisões que você toma no decorrer da trajetória profissional.

A verdade é a seguinte: quem não faz um plano de carreira e não se move em direção aos seus objetivos, vive à procura de emprego e acaba se conformando com as vagas que consegue. Já quem se prepara para evoluir profissionalmente é procurado pelos empregadores e é apresentado às melhores oportunidades.

Por que fazer um plano de carreira?

A carreira é um caminho planejado e estruturado conforme a realização das metas estabelecidas. Não é uma conquista fácil, nem mesmo uma vitória que se obtém rapidamente. Pelo contrário, é uma trajetória construída a passos lentos, um objetivo de longo prazo, que reúne experiências e saberes adquiridos e que nunca pode ser interrompido.

Mesmo depois de alcançar um bom status profissional, é importante nunca parar de se preocupar com a consolidação da carreira. Essa dedicação constante inclui atualização de conhecimento e aperfeiçoamento de habilidades e competências.

Construir uma carreira requer mais do que atender às exigências de um determinado cargo. O profissional que planeja suas conquistas tem visão de longo alcance. Ele consegue olhar lá na frente, certo de que seu esforço pode não ser recompensado no presente, mas que será válido em futuras oportunidades.

É o caso, por exemplo, de alguém que ocupa uma vaga que não exige fluência em língua estrangeira, mas que ainda assim decide investir nesse aprendizado, porque reconhece o quanto é importante para o seu desenvolvimento.

Todas essas decisões devem fazer parte de um plano de carreira. É a partir dele que você define quais são os conhecimentos e vivências que vão ajudar na evolução da sua vida profissional. É por meio do planejamento que você determina os passos que precisam ser dados para chegar ao seu objetivo final. O primeiro ponto a considerar é justamente esse: aonde eu pretendo chegar?

Ao deixar claro qual é a sua linha de chegada, tendo em mente quais etapas e desafios farão parte dessa jornada, você começa a se mover para frente. Como fazer isso? Simples: invista em você! Toda bagagem adquirida vai moldar o profissional que você pretende se tornar. Isso inclui:

  • graduação e especializações;
  • cursos extracurriculares e atividades de extensão;
  • construção de um bom networking;
  • aquisição de experiências;
  • lapidação de competências técnicas e comportamentais.

Em que momento carreira e emprego se unem?

Apesar de suas diferenças, os dois estão relacionados. Não é possível construir uma carreira sem ter passado por um ou vários empregos. Mas para que eles ajudem no seu crescimento profissional, é importante que estejam alinhados ao seu propósito maior.

Claro que nem sempre é possível escolher trabalho e ficar à espera das oportunidades certas. Todos precisam de dinheiro e as contas simplesmente não podem esperar. O problema é que se esses empregos não tiverem nenhuma relação com seu plano de carreira, eles não vão contribuir para sua evolução, serão apenas uma fonte de renda.

Mas mesmo que as finanças falem mais alto, você deve tomar cuidado para não se acomodar e se afastar definitivamente dos seus objetivos. Mas como eu posso saber se estou no caminho certo?

Comece avaliando como você se sente todos os dias durante e após o dia de trabalho: fica esgotado? Estressado? Desejando desesperadamente o final do expediente e o fim de semana? No domingo à noite começa a bater aquela angústia só de pensar na segunda-feira brava?

Sentir cansaço é normal. Esperar pelos momentos de descanso e lazer também é compreensível. Mas se esse sentimento é constante a ponto de minar a sua motivação e causar insatisfação, repense suas decisões e considere novas possibilidades. Mudanças são necessárias!

Então, não se esqueça: carreira e emprego são coisas distintas, mas também são interdependentes. O que faz toda a diferença no seu planejamento é não limitar o seu crescimento com pensamentos de curto prazo. Para alcançar o sucesso profissional, é preciso olhar lá na frente, mirar no ponto exato que você pretende chegar e se movimentar nessa direção.

E você, já tem um plano de carreira? O que pensa sobre o seu futuro profissional? Comente aqui no nosso post!

COMPARTILHE:
POSTS RELACIONADOS

    Teste de Orientação Profissional - Foca na Carreira

    Guia-do-profissional-de-agronomia

    [E-BOOK] Como escolher uma profissão? DOWNLOAD GRÁTIS

    Nova call to action