<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=344581662787026&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
logo_unicesumar_horizontal_original
INSCREVA-SE NO VESTIBULAR

•   Início Dicas de estudos



Não só pré-vestibulandos, mas também, calouros e veteranos da faculdade já viram e ouviram falar a respeito do cartão de crédito universitário — o que é compreensível, já que é bem popular no meio acadêmico. Porém, muita gente ainda tem dúvida sobre como ele realmente funciona, o que é preciso para fazê-lo e quais benefícios são oferecidos.

Por isso, resolvemos sanar, neste post, qualquer questão que você tenha sobre assunto. De quebra, ainda apresentamos alguns macetes bem bacanas para ajudar a manter os seus gastos sempre em dia. Confira!

O que é essa categoria de cartão de crédito?

O cartão de crédito universitário é uma categoria específica oferecida pelos principais bancos do país para aquelas pessoas que estão estudando em faculdade, universidade ou centro universitário e se preparando para assumir diferentes atividades no mercado. Ou seja, que estão investindo no próprio desenvolvimento pessoal e profissional para ter carreiras de sucesso no futuro.

Por isso, as instituições bancárias disponibilizam essa iniciativa como forma de aumentar a clientela e já fidelizar esses futuros médicos, engenheiros advogados, dentistas, psicólogos, administradores etc. Para estar apto a fazê-lo, não é preciso ser veterano nem cursar um semestre ou ano específico.

O requisito é concluir a sua matrícula na graduação. Além disso, normalmente, para ter acesso ao cartão, também é preciso abrir uma conta universitária na qual você possa guardar e movimentar o seu dinheiro. Ela, assim como o cartão, pode ter tarifas mensais e anuidades reduzidas, ou ser isenta delas.

Vale a pena fazer um cartão de crédito para universitário?

Certamente, a última coisa que você quer é acabar com o nome negativado, não é mesmo? Por isso, deve estar se questionando se é uma boa ideia ter cartão de crédito universitário.

A resposta é sim, vale a pena, já que ele pode, por exemplo, ser usado para cobrir suas despesas diárias, facilitar a compra de materiais para trabalhos do curso e ajudar em momentos de imprevisto, nos quais você não tem dinheiro em mãos.

Porém, atenção: ele só deve ser feito quando se tem uma renda mensal (como a bolsa de um estágio não-obrigatório ou o salário de um emprego) para pagar pelo limite usado. Do contrário, será uma conta que, infelizmente, vai se tornar uma dívida.

Quais são as vantagens disso?

Além de um limite pré-aprovado — cujo valor vai variar de banco para banco —, que dispensa a comprovação de renda da sua parte, e atendimento simplificado nas agências bancárias, o cartão de crédito universitário traz outras vantagens bem interessantes para você. Quer saber quais são elas? Confira!

Cartão internacional

Esse cartão costuma ser internacional. Isso significa que, ao surgir a oportunidade para viajar a outros países, como no caso de um intercâmbio, basta habilitá-lo para uso no exterior. Assim, você poderá fazer compras ou contratar serviços locais sem precisar se preocupar em ir a casas de câmbio trocar o real pela moeda da região.

Programa de benefícios

Outra vantagem é a participação de programas de benefícios. Ou seja, as suas compras rendem pontos que vão se acumulando com o tempo e, ao chegarem em determinada quantidade, podem ser trocadas por produtos (como livros, roupas e eletroportáteis) e serviços (como passagens de avião e recargas de celular).

Descontos em serviços parceiros

Alguns cartões universitários vão além e também trazem a vantagem de descontos exclusivos em serviços de lazer, cultura e entretenimento de parceiros da instituição bancária. Isso acontece muito, por exemplo, com cinemas, mostras culturais, teatros, exposições e, até mesmo, serviços de streaming. Bem legal, né?

Como conseguir um cartão de crédito para universitário?

Aqui, não há nenhum mistério. Você precisa apenas de um tempinho livre das aulas e atividades de extensão da universidade para para ir a uma agência do banco escolhido e solicitar a sua conta e/ou cartão universitário.

Se possível, dê preferência àquela mais próxima da sua casa. Assim, a locomoção até ela se torna mais prática e rápida, o que é bom para o futuro, quando surgir alguma dúvida ou nova solicitação quanto à conta ou o cartão.

Vale lembrar que é preciso se planejar e ter alguns documentos separados para levar no dia. São eles identidade, CPF, comprovante de residência (no seu nome ou nos dos seus pais) e declaração recente de matrícula na instituição de ensino.

Como gerenciar esse cartão de crédito?

Para encerrar, trouxemos algumas dicas simples, mas que podem ajudar (e muito) a gerenciar o uso do seu cartão, evitando gastos acima do que você pode e quer ter. Afinal, quando isso acontece, as faturas passam a se acumular, o banco cobra uma quantidade grande de juros pelos atrasos nos pagamentos e você acaba ficando a um passo do endividamento.

Portanto, tome nota das nossas sugestões para não cair nesse erro, ok?

Faça um planejamento financeiro

Planeje-se financeiramente para ter um cartão. Isso significa só fazer compras parceladas em casos particulares. Isso porque muitas parcelas podem fazer com que você se descontrole nos gastos, fique sem limite por um longo período de tempo, e o pior: com o orçamento em vermelho.

Reduza o limite do cartão

Caso o seu cartão tenha um limite acima da sua renda, reduza para até 30% dela. Isso parece uma medida extrema, mas é o que garante que você não vai comprometer todo o seu orçamento só com gastos de compras.

Pague sempre o valor total da fatura

Dê preferência para pagamentos do valor total da fatura. Tenha em mente que pagar só o mínimo ou outras quantias inferiores pode levá-lo a entrar em uma bola de neve de juros que só aumentam a cada mês.

Defina a data de vencimento após o salário

Deixe sempre a data de vencimento do cartão para dois ou três depois da data prevista de recebimento do seu salário ou bolsa estágio. Isso evita atrasos na fatura e o pagamento de taxas, juros e multas.

Como deu para ver, o cartão de crédito universitário é um recurso interessante para você ter mais liberdade e independência financeira na rotina, mas que requer disciplina e organização para não deixar as contas saírem do eixo. Portanto, siga nossas dicas e aprenda a usar o seu cartão de forma equilibrada e alinhada com a sua renda!

Curtiu o post? Então, compartilhe com a sua turma nas redes sociais. Assim, o pessoal também fica por dentro do assunto!

COMPARTILHE:
POSTS RELACIONADOS
    New call-to-action
    New call-to-action
    planejamento financeiro

    Nova call to action

    Nova call to action

    Nova call to action

    Nova call to action

    Teste de Orientação Profissional - Foca na Carreira

    New call-to-action

    [E-BOOK] Como escolher uma profissão? DOWNLOAD GRÁTIS

    Nova call to action