<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=344581662787026&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
logo-topo-blog-1
INSCREVA-SE NO VESTIBULAR

•   Início Dicas de estudos



Você vai prestar o vestibular? Para conseguir a nota de corte, é necessário se dedicar bastante. Para isso, montar um cronograma de estudos para o Enem é essencial. Com ele, é possível organizar toda a rotina com base em seus horários e suas necessidades. Ao cumprir e preencher esses planos, você começa a otimizar os estudos e o tempo com qualidade e disciplina.

De acordo com o curso de interesse, é possível dar mais atenção a determinadas matérias. Portanto, é importante programar o que é preciso abordar e por quanto tempo. Ao utilizar aplicativos para estudar, um bloco de notas ou uma agenda, por exemplo, fica mais fácil se organizar.

E aí, quer saber como montar um cronograma de estudos para o Enem para se preparar e arrasar na prova? Então, não perca o nosso post. Bons estudos!

Priorize as matérias mais difíceis

Matemática, Física ou Biologia costumam ser o seu terror? Então, é preciso priorizá-las. No entanto, não adianta nada pegar as matérias com que você tem dificuldade ou de que não gosta e estudá-las desesperadamente. Além de não aprender o conteúdo, você vai se interessar cada vez menos por elas.

Portanto, o importante é avançar na matéria de modo gradativo, estudando cada dia um pouco mais. Logo, fica mais fácil se familiarizar com o assunto, para começar a dominá-lo. Além disso, o conhecimento e a confiança aumentarão com o passar do tempo.

Outra dica fundamental é estudar essas disciplinas nos horários em que você está com uma energia maior e rende mais. Assim, se funciona melhor durante a manhã, uma opção é deixar as matérias mais complicadas justamente para esse período. Lembre-se, também, de fazer muitos exercícios, para assimilar melhor o conteúdo.

Acesse provas anteriores

A internet disponibiliza várias ferramentas de estudo para os participantes do Enem. Uma que ajuda bastante são as provas anteriores. Com elas, é possível conhecer o nível de exigência das questões, se apresentam enunciados longos, se são interdisciplinares ou não etc.

Ir para a prova sem conhecer suas características é um erro. Um jeito clássico de estudar utilizando as provas do Enem de anos anteriores é fingir que você está lá no dia, fazendo o exame para valer.

Treinar usando um teste real e dentro das regras de tempo é muito importante para conhecer a fundo a prova e garantir que você não terá surpresas no dia oficial. As avaliações são muito parecidas de um ano para o outro. Ao saber as peculiaridades, a pessoa pode ganhar vantagem considerável sobre o candidato que nunca teve contato com o Enem.

Estabeleça metas

Não existe planejamento sem definição de metas e objetivos. O objetivo é sempre estratégico, de olho na linha de chegada. Para um cronograma de estudos do Enem, é normal que o propósito maior seja entrar em uma faculdade.

Já as metas são aquelas que auxiliam na caminhada para o sucesso, como conseguir uma nota melhor a cada simulado. Caso você queira, é possível definir tarefas diárias, mirando metas mais próximas. Com isso, a motivação aumenta, e a sessão de estudo rende muito mais.

Defina seus horários de estudo

Este passo é essencial para o cronograma. Conhecendo quais são os seus períodos livres, é possível encaixar o estudo nas horas em que você sabe que quer e pode. Evite colocar atividades longas muito próximas umas das outras, para não ficar tão cansativo.

Além disso, inclua pausas para descansar, minutos para se manter motivado e momentos de análise. Uma boa opção é separar a sessão de estudo em blocos, encaixando-os nos melhores horários.

Alinhe tempo para teoria e prática

Alinhar a teoria à prática é fundamental para se dar bem no Enem. Fazer exercícios é uma boa maneira de fixar os conhecimentos que foram obtidos ao ler a teoria. Assim, ao conhecer quais questões você mais erra, fica mais fácil entender qual é o seu ponto fraco.

Os exercícios também são muito importantes para demonstrar a evolução do aprendizado. Assim, uma dica é procurar listas de questões na internet e fazer, também, as presentes em apostilas antigas que você possa ter em casa.

Crie fichamentos e resumos

Fazer resumos e fichamentos é uma boa forma de aprender, rever e fixar conceitos com mais agilidade. Por meio de um resumo caprichado, é possível internalizar melhor o assunto. Essa tarefa é bem diferente de simplesmente decorar algo, já que o ato de sintetizar um parágrafo ou texto amplia a capacidade de assimilação do conteúdo.

O fichamento aproveita as citações do texto para completar e desenvolver o pensamento do autor com suas próprias conclusões. Ele deve ser escolhido quando o estudante ainda está buscando o domínio do conteúdo.

Baixe aplicativos

Existem vários aplicativos que têm o objetivo de auxiliar o estudante no momento de estudar para o Enem. Eles estão disponíveis no Apple Store e Google Play e são importantes para tirar dúvidas, revisar conteúdos e adquirir conhecimento. Os principais são:

  • Redação nota 1000 Enem: esse aplicativo sugere temas, apresenta leituras de referência e dá várias dicas para que a pessoa consiga fazer uma redação de excelente qualidade;
  • AppProva: nele, é possível encontrar questões e simulados usando como base provas anteriores;
  • Formulando: se você tem dificuldades em decorar as fórmulas de disciplinas como Matemática e Física, esse app é para você. Com ele, é possível aprender se divertindo ao participar de um quiz educacional;
  • Descomplica: esse aplicativo oferece serviços como monitorias, aulas gravadas sobre disciplinas específicas, correção de redações, planos de estudos e aulas ao vivo.

Mantenha-se atualizado sobre o que acontece no mundo

Para conseguir se manter atualizado, bem informado e apto para resolver com tranquilidade as questões do Enem, é necessário ler bastante e ficar atento às notícias. O recomendado é buscar essas informações em mais de uma fonte, tentando entender o que, de fato, aconteceu e observando os vários lados de uma notícia, para formar a própria opinião.

É válido lembrar que, em uma prova, os boatos são descartados, e somente os fatos são importantes. Para isso, priorize aqueles com mais destaques na mídia ou que sejam recorrentes, pois esses têm chances maiores de aparecer no exame, principalmente na redação.

Não se esqueça dos períodos de descanso

Ao estudar por um longo tempo, é fundamental dar pausas para relaxar. No entanto, quando se fala de vestibulares como o Enem, é comum que as pessoas sacrifiquem o horário de dormir para estudar até tarde e sem intervalo.

Outro erro é que esses estudantes não fazem um planejamento, o que acaba por deixá-los sem um período dedicado àquilo de que gostam. Contudo, não precisa ser assim. Para que o tempo de estudo seja muito produtivo, é necessário ficar com a mente tranquila e seguir o cronograma.

Assim, faça pausas de 15 minutos a cada 50 minutos. Esse tempo é importante para beber água, ir ao banheiro e esticar as pernas. Além disso, para estimular o raciocínio e a memória, respeite o tempo de sono.

Como vimos, montar um cronograma de estudos para o Enem é fundamental para se dar bem na prova. Por isso, tente controlar a ansiedade e siga as dicas abordadas acima. Ainda, lembre-se de reservar períodos de descanso e fazer pausas em meio à rotina de estudos.

Gostou deste post e quer complementar a sua leitura? Então, #partiu saber como você pode usar a nota do Enem!

COMPARTILHE:
POSTS RELACIONADOS

    Nova call to action

    Call to action | eBook |  Saiba que curso na área de Humanas deve ser a sua escolha de graduação

    Nova call to action

    Nova call to action

    Nova call to action

    Teste de Orientação Profissional - Foca na Carreira

    Guia-do-profissional-de-agronomia

    [E-BOOK] Como escolher uma profissão? DOWNLOAD GRÁTIS

    Nova call to action