<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=344581662787026&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

A profissão de fonoaudiólogo atrai a atenção de muitos jovens interessados em trabalhar na área de saúde. Quem exerce essa carreira tem uma responsabilidade enorme, pois contribui para um indivíduo se comunicar melhor com os outros. Esse fator faz com que o curso de fonoaudiologia tenha grande relevância.

Com uma graduação de alto nível, o fonoaudiólogo pode obter bons resultados no diagnóstico e no tratamento de problemas relativos à comunicação oral e escrita. Além disso, ele pode ajudar os pacientes a executar melhor as atividades de deglutição, mastigação e respiração. Viu só a importância?

Neste post, mostraremos 7 áreas de atuação desse profissional com a intenção de ajudá-lo a conhecer melhor essa carreira. Não perca!

Conheça as áreas de atuação da fonoaudiologia

1. Audiologia

O profissional desse segmento tem como responsabilidade fazer a prevenção e o diagnóstico de problemas que envolvem a audição. No tratamento dos pacientes, ele pode atuar em parceria com outros profissionais de saúde, como clínicos gerais, pediatras e neurologistas.

O fonoaudiólogo especializado em audiologia deve fazer a seleção e a avaliação dos equipamentos de amplificação sonora. Além disso, tem papel decisivo na habilitação ou reabilitação daqueles que sofreram perda auditiva. Esse trabalho é muito importante para que os pacientes tenham uma boa qualidade de vida

 2. Fonoaudiologia Educacional

Nessa especialidade, o fonoaudiólogo integra a equipe pedagógica de uma instituição de ensino. Por meio do conhecimento adquirido sobre a comunicação humana, o profissional participa da elaboração de estratégias que têm como foco aperfeiçoar os processos de aprendizagem. Assim, contribui para os alunos terem mais facilidades em assimilar os conteúdos apresentados em sala de aula.

Além de escolas, esse profissional pode atuar em secretarias estaduais e municipais de educação. Ele também pode prestar consultoria para empresas que desejam melhorar a comunicação entre os colaboradores.

 3. Linguagem

É um segmento da fonoaudiologia que tem ligação direta com a comunicação oral e escrita. Por isso, o profissional dessa área prioriza o uso da linguagem para os pacientes com algum distúrbio de comunicação.

Nessa área, o fonoaudiólogo pode atender a pessoas de todas as idades. Isso acontece porque o trabalho é realizado para promover o desenvolvimento da linguagem e a inclusão social.

É inegável que as pessoas com dificuldades de comunicação têm mais problemas para serem compreendidas pelos familiares e pelos demais segmentos da sociedade. Por isso, o profissional deve ter muita responsabilidade no diagnóstico e no tratamento de transtornos que abrangem a linguagem (afonia, gagueira etc.). 

No curso de fonoaudiologia, você terá um maior conhecimento sobre como essa atividade deve ser exercida para promover o bem-estar dos pacientes.

4. Motricidade Orofacial

O profissional dessa área deve ter bastante paciência e dedicação. Um dos motivos é que ele tem como meta habilitar e reabilitar aquelas pessoas que apresentam dificuldades relacionadas com ações importantes para o cotidiano, como:

  • articulação da fala;
  • deglutição;
  • expressão facial;
  • mastigação;
  • respiração;
  • sucção.

A motricidade orofacial está relacionada com a melhoria da comunicação. Nesse segmento, o fonoaudiólogo deve contar com a parceria de outros profissionais de saúde, por exemplo: dentistas, enfermeiros, fisioterapeutas, psicólogos e terapeutas ocupacionais.

Essa articulação é imprescindível para analisar o quadro do paciente e verificar como o tratamento pode ser desenvolvido para obter resultados mais expressivos.

5. Saúde Coletiva

Para quem pretende se formar em fonoaudiologia, é crucial ter noções sobre como é desenvolvido o trabalho de saúde coletiva. Essa atividade se destaca pela elaboração de estratégias voltadas para a gestão em saúde, envolvendo diversas áreas.

Além disso, tem papel indispensável no aperfeiçoamento de políticas públicas. Isso porque possibilita implantar iniciativas voltadas para prevenção, tratamento e educação dos cidadãos, com o objetivo de evitar a proliferação de doenças.

No curso de fonoaudiologia, o aluno recebe orientações sobre o funcionamento da saúde pública. Isso é essencial para compreender a relevância do papel que presta à sociedade

6. Disfagia

Ela consiste em uma mudança na deglutição, que engloba a atividade de engolir alimentos ou a própria saliva. Mesmo não sendo considerada uma doença, a disfagia é definida uma dificuldade na hora de engolir.

Com muito cuidado, o fonoaudiólogo deve verificar o que pode provocar esse problema. Ele pode estar relacionado a diversos fatores, como:

  • acidente vascular cerebral;
  • câncer;
  • demência;
  • intubação orotraqueal prolongada;
  • trauma na cabeça ou no pescoço.

Em virtude desse cenário, o profissional especializado em disfagia deve fazer um diagnóstico bastante preciso para que o paciente possa superar o problema o mais rápido possível.

7. Voz

Uma pessoa é bastante conhecida pela voz, não é mesmo? Afinal, ela é uma maneira de identificar uma pessoa e permite expressar ideias e sentimentos com bastante clareza. A voz passa por alterações durante as etapas da vida.

Contudo, ela pode ter modificações quando a pregas vocais não estão apresentando um bom funcionamento. Isso faz com que uma pessoa fique rouca ou com a voz abafada. Sem dúvida, essa situação atrapalha a comunicação do indivíduo com os familiares, colegas de trabalho e amigos.

Para contornar esse problema, o fonoaudiólogo deve avaliar a voz do paciente e indicar o tratamento mais adequado. Crianças, atores, jornalistas, professores e cantores precisam do apoio desse profissional, em algumas ocasiões, para terem uma melhor qualidade de vida.

Saiba quais são os diferenciais da UniCesumar

Na UniCesumar, o curso de fonoaudiologia tem duração de 4 anos e oferece uma excelente infraestrutura para os alunos. Eles contam com clínica-escola, equipamentos modernos, salas e ambulatórios em perfeito estado.

Os estudantes recebem informações sobre várias disciplinas, como anatomia, biofísica, fisiologia, histologia e psicologia. Também há matérias relacionadas com Ciências Sociais e Humanas, abordando a relevância da comunicação em nossa sociedade.

Para se formar, o universitário deve fazer estágio e entregar a monografia de conclusão de curso. A recomendação é se dedicar bastante para tirar as dúvidas durante o curso e buscar sempre tirar as dúvidas com docentes e os colegas de classe.

Com um curso de fonoaudiologia de ponta, as chances de conquistar uma vaga no mercado de trabalho aumentam bastante. Sem dúvida, o apoio de professores qualificados e o seu esforço ajudarão a alcançar resultados positivos no futuro.

Se deseja ficar bem informado sobre nossos cursos de graduação, assine a nossa newsletter agora mesmo. Afinal, o conhecimento nos permite fazer as melhores escolhas!  

Select Different CTA for each Post from Blog Editor

New Call-to-action
    lupa

    Let Us Know What You Thought about this Post.

    Put your Comment Below.