<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=344581662787026&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
logo-topo-blog-1
INSCREVA-SE NO VESTIBULAR

•   Início Foca na Carreira



Você conhece qual é o erro mais grave que, independentemente de sua área de atuação, você pode cometer? Sem dúvida, não se aperfeiçoar. O desenvolvimento profissional precisa ser uma meta constante. Mas por que alguns conseguem ir tão longe, enquanto outros não progridem na carreira?

O segredo para ser bem-sucedido é desenvolver habilidades profissionais para manter a excelência mesmo diante de um cenário incerto. Quando surgem alguns problemas, nem todos estarão preparados para seguir adiante. Por isso, é fundamental conhecer as melhores formas de crescer no seu segmento.

Neste post, mostraremos como é possível estruturar um plano de desenvolvimento profissional. Confira!

Quais as melhores formas de se desenvolver profissionalmente?

Para atingir a excelência na carreira, é muito importante conhecer algumas dicas. Confira, a seguir, as melhores formas de se fazer isso.

Invista em especialização

A primeira dica que não poderia ficar de fora é a capacitação. Todos os profissionais que querem crescer na carreira devem investir tempo nos estudos, procurando agregar um grande número de conhecimentos técnicos e experiência prática ao seu repertório de atuação.

Para isso, tente fazer mais do que o básico: participe de workshops, aprimore o seu inglês e invista em cursos de especialização e aperfeiçoamento. Enfim, aproveite aquilo que tem à disposição para evoluir.

Planeje a carreira

Para crescer na carreira, é necessário planejá-la. Afinal, saber para qual direção está seguindo é o melhor jeito de construir um caminho tranquilo até a conquista dos objetivos. Um bom modo de fazer isso é respondendo a algumas questões. Por exemplo:

  • O que pretendo conquistar?
  • Aonde quero chegar?
  • Onde estou agora?
  • O que é necessário fazer para alcançar os resultados?

Para conseguir cumprir as metas, tente estipular um prazo para cada uma delas, o que é um bom estímulo para colocar as ideias em prática.

Crie uma rede de relacionamentos

Nutrir uma relação construtiva e saudável é fundamental para quem busca crescimento. A partir da geração de vínculos, você poderá encontrar boas oportunidades. Assim, desenvolva um convívio agradável com os colegas de trabalho e preserve o contato com professores e antigos parceiros da faculdade e escola.

Outra maneira de criar uma rede de relacionamentos é por meio do LinkedIn. Essa mídia social possibilita que você monte um perfil completo, que poderá ser visualizado por várias pessoas com todas as suas competências e experiências. A troca de informações acarretará um excelente desenvolvimento profissional, com resultados para a carreira em longo prazo.

Entenda quais são as soft e as hard skills exigidas pelo mercado

Quando se fala em desenvolvimento profissional, é normal pensar somente nas hard skills, que são habilidades relacionadas diretamente a seu ramo de atuação. No entanto, há um outro lado que precisa ser desenvolvido — as soft skills. Essas competências gerais, principalmente as de caráter interpessoal, englobam liderança, negociação e comunicação.

Para isso, faça uma autoavaliação, identificando os seus pontos fracos e fortes. Então, selecione a melhor tática para trabalhar as soft skills que demandam sua atenção.

Quais são as habilidades profissionais valorizadas pelo mercado?

O mercado exige competências profissionais mais elaboradas para superar os desafios e dificuldades. Logo, determinadas habilidades são essenciais nesse cenário. Veja, a seguir, quais são!

Comunicação

A aptidão de boa comunicação é a chave para que os profissionais trabalhem de maneira integrada. Comunicar-se de modo eficiente significa saber expor seus pontos de vista e ideias — mas isso precisa ser feito com argumentos bem construídos e respeito à visão de outras pessoas.

Um profissional que consegue se expressar bem é capaz de assumir posicionamentos seguros em negociações, apresentações, reuniões e no momento de receber e dar feedbacks.

Resiliência

Dificuldades e imprevistos são parte da vida de todos. O que faz diferença é a maneira de lidar com os problemas que aparecem. A resiliência é a capacidade de enfrentar contratempos e se adaptar às mudanças. Essa característica, inclusive, é um grande diferencial no contexto de trabalho.

Isso, porque quem consegue fazer dos problemas uma possibilidade de crescimento encontra com uma facilidade maior o caminho da ascensão profissional.

Trabalho em equipe

O trabalho em equipe é uma das principais habilidades profissionais. Para atuar em conjunto é preciso não apenas se comunicar bem, mas, também, cooperar. Logo, é importante ter empatia, buscando entender as dificuldades dos outros e colaborar para a resolução de problemas que dizem respeito aos objetivos em comum da equipe.

Quem se concentra somente em si mesmo pode ser visto como um indivíduo egoísta, não combinando em nada com o mundo atual. Lembre-se de que o trabalho em equipe é uma habilidade muito valorizada, que pavimenta o caminho de um profissional de sucesso.

Como estruturar um plano de desenvolvimento profissional?

Criar um plano de desenvolvimento profissional é um modo de direcionar suas ações e definir qual a melhor forma de conquistar seu objetivo como colaborador.

Defina a duração do plano

Todos os planos devem ser executados em um período de tempo determinado. Dentro disso, podem conter ações que levem ao principal objetivo em curto, médio ou longo prazo. Assim, defina uma duração que não prejudique as suas atividades ou desestimule a continuação.

Identifique as habilidades necessárias

Quando você souber aonde quer chegar, é preciso reconhecer as habilidades necessárias para alcançar o objetivo. Assim, deve não apenas melhorar o ponto fraco, mas apostar no ponto forte como um diferencial.

Fique atento para não se concentrar nas ações que precisará fazer, e sim nas suas próprias competências. Para isso, considere as que podem ser mais úteis para a obtenção dos resultados desejados e aquelas que você deve desenvolver com urgência.

Estipule prazos e metas

Para todos os desafios que você coloca no plano, devem ser atribuídos prazos. Esse trabalho possibilita o acompanhamento e o andamento do seu projeto, além de adaptá-lo ao quebrar uma meta, dando ritmo ao seu desenvolvimento. Para isso, tente definir somente prazos realistas, que realmente permitam a execução daquilo que foi estipulado.

Agora que você já sabe como criar um plano de desenvolvimento profissional, saiba que, com determinação, empenho, foco e propósito, é possível chegar longe. E lembre-se: a evolução depende mais das nossas ações do que de fatores externos!

Gostou deste conteúdo e tem alguma dúvida? Então, entre em contato conosco. Será um prazer ajudar!

COMPARTILHE:
POSTS RELACIONADOS

    Nova call to action

    Call to action | eBook |  Saiba que curso na área de Humanas deve ser a sua escolha de graduação

    Nova call to action

    Nova call to action

    Nova call to action

    Teste de Orientação Profissional - Foca na Carreira

    Guia-do-profissional-de-agronomia

    [E-BOOK] Como escolher uma profissão? DOWNLOAD GRÁTIS

    Nova call to action