<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=344581662787026&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
Blog da UniCesumar
INSCREVA-SE NO VESTIBULAR

•   Início Motivação



Fazer um estágio é uma ótima oportunidade para adquirir experiência profissional e habilidades importantes para o mercado de trabalho. Disso muita gente sabe — o que resta descobrir são as dicas para ser contratado ao final desse período.

A efetivação é um desejo de muitos estagiários — afinal, eles já estão integrados no ambiente da empresa e nas atividades. Logo, a chance de crescimento passa a ser atrativa, assim como a conquista de um bom cargo e com uma remuneração melhor.

É o seu sonho de consumo? Então este post foi feito especialmente para você! Confira as melhores dicas para garantir a sua efetivação!

1. Seja proativo

Uma das principais características que a própria empresa e os seus colegas de trabalho devem reparar em você é a sua iniciativa. Em outras palavras, se você demonstra interesse em aprender e se dedica às suas atividades com disposição.

É um engano pensar que o estagiário não precisa ser tão comprometido quanto um profissional contratado por se tratar de uma vaga temporária. Ao contrário, você deve colocar a mão na massa e encarar a oportunidade como um emprego efetivo.

Então, não tenha dúvidas de que a sua proatividade e capacidade de produção serão avaliadas. Passar despercebido na equipe provavelmente não vai favorecer o seu crescimento.

2. Conheça bem a empresa

Uma falha cometida por muitos estagiários é não vestir a camisa da empresa. O que isso quer dizer? Que é essencial entender do mercado e lutar pelo sucesso do negócio, da mesma forma que os donos de algum empreendimento fazem.

Mesmo que você não seja um gerente ou desempenhe uma atividade estratégica, uma das suas lições de casa deve ser pesquisar sobre a história da instituição, seu campo de atuação, seus valores e metas. Tudo isso vai ajudar a aproximá-lo da realidade da empresa, o que contribui também para que você tenha um desempenho mais satisfatório.

Apenas tome cuidado para não acabar perguntando demais ou interferindo em aspectos que não estão sob a sua competência. Mantenha a discrição, mas não deixe de manifestar o seu empenho e interesse em contribuir.

3. Invista no seu networking

Talvez você já tenha ouvido dizer que "quem não é visto, não é lembrado". Essa pode ser uma sentença das mais verdadeiras dentro de uma empresa. Aquele funcionário (ou estagiário) que ninguém conhece dificilmente será considerado quando surgir uma vaga interessante.

É claro que o objetivo maior é sempre oferecer um serviço de qualidade, mas ter um bom relacionamento com todo o time também é importante. Por isso, vale usar do seu carisma e simpatia para expandir a sua rede de contatos — o famoso networking.

Contudo, fique atento para não chegar ao nível da bajulação ou do puxa-saquismo (especialmente dos chefes). A ideia é ser agradável e solícito com todos para ser uma pessoa que agrega uma energia positiva ao clima organizacional. Assim, seus colegas terão uma boa impressão de você e isso poderá abrir algumas portas no futuro.

4. Cuide da sua imagem profissional

Mais uma vez, tenha em mente que o seu valor está no trabalho que você entrega. Porém, outros detalhes influenciam a sua posição dentro da empresa, sendo que um deles é a imagem que você transmite para quem está ao seu redor.

Imagine conviver com alguém preconceituoso e cheio de piadas inadequadas? Ou ter um colega que chega sempre atrasado nas reuniões? Agora pense o quão desagradável é ter que dividir uma sala com uma pessoa que não preza pela sua higiene pessoal. Concorda que essas situações são bem chatas?

Isso reflete a importância de cuidar do seu comportamento e até mesmo o seu visual. Em um ambiente coletivo, precisamos nos preocupar com a nossa postura. O ideal é que a nossa imagem esteja em consonância com o estilo da empresa — o que influencia desde a forma como você deve se vestir no dia a dia até a maneira como deve agir nos corredores ou responder as mensagens no grupo do WhatsApp.

Pense que talvez você não tenha um segunda chance de se mostrar mais maduro ou preparado, portanto, a hora é agora de passar uma boa imagem.

5. Peça e ofereça ajuda

Uma das boas dicas para ser contratado: um medo que o estagiário não pode ter é de pedir ajuda. Como ele não tem tanta experiência, é natural que surjam diversas dúvidas enquanto estão realizando determinados tipos de tarefas. Logo, é menos arriscado requisitar uma assistência do que meter os pés pelas mãos e cometer muitos deslizes.

Da mesma forma, esteja sempre disposto a ajudar no que você puder — inclusive em tarefas que não estão sob a sua responsabilidade direta. Esse tipo de atitude costuma ser muito valorizada, já que reflete o seu esforço e comprometimento. Ainda que você seja um aprendiz, tenha certeza de que pode colaborar com muita coisa.

6. Incentive a política de feedbacks

Se tem uma coisa que pode ajudá-lo a melhorar cada vez mais como profissional e aumentar suas chances de crescimento é receber feedbacks. Sendo assim, se essa não é uma prática muito comum na sua empresa, tente propor essa ideia para o seu chefe e sua equipe.

Muitas vezes, deixamos a desejar em alguns quesitos e um simples conselho de um colega é capaz de abrir os nossos olhos. A correção dos seus erros também é fundamental para que você agir diferente em uma próxima oportunidade.

O que vale é encarar esses retornos ou orientações como aprendizado, sem levar para o lado pessoal e aproveitando para crescer ainda mais. Então, pergunte sobre o que você está errando e acertando para conseguir aperfeiçoar as suas habilidades.

7. Demonstre a sua vontade de aprender

É comum ouvir de líderes e gestores que a curiosidade é um traço especial dos seus bons colaboradores. Ser curioso não significa ser invasivo ou intrometido, mas ter vontade de aprender e ir além das suas funções básicas.

Quem demonstra esse tipo de característica normalmente ganha relevância na equipe, pois as pessoas percebem que vale a pena investir na capacitação e no desenvolvimento do funcionário. Consequentemente, a efetivação se torna uma possibilidade mais viável.

Por fim, o mais importante é que todas essas dicas para ser contratado sejam entendidas como um conjunto de práticas que refletem o comprometimento do estagiário. Mesmo seguindo todas elas, talvez por outros motivos internos da empresa a contratação não aconteça — apesar disso, não desanime e aproveite essa oportunidade de aprendizado!

O que achou do post? Que tal compartilhar este conteúdo nas suas redes sociais para ajudar outros amigos a conquistarem a vaga que eles tanto desejam?

COMPARTILHE:
POSTS RELACIONADOS
    Inscrições Vestibular UniCesumar
    Inscrições Vestibular Medicina UniCesumar

    Teste de Orientação Profissional - Foca na Carreira

    Guia-do-profissional-de-agronomia

    [E-BOOK] Como escolher uma profissão? DOWNLOAD GRÁTIS

    Nova call to action