<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=344581662787026&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
logo-topo-blog-1
INSCREVA-SE NO VESTIBULAR

•   Início ENEM



 Tags: ENEM

A tecnologia já está muito presente nas nossas vidas, e no campo da educação não é diferente. Quem pretende fazer faculdade e prestar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) encontrará uma novidade a partir de 2020: o Enem Digital.

Essa modalidade vem sendo analisada pelo Ministério da Educação (MEC) desde 2015 e visa a tornar a prova mais dinâmica e segura, além de apresentar diversos benefícios aos estudantes. Se a sua intenção é fazer o exame nos próximos anos, você precisa ficar por dentro do assunto!

Pensando nisso, preparamos este artigo para você solucionar as principais dúvidas sobre o Enem Digital. Boa leitura!

Quando o Enem Digital entra em vigor?

A partir de 2020, o Enem será aplicado também na versão digital. No primeiro ano da notícia, a realização do exame ocorrerá de modo piloto. A implantação será progressiva, com previsão de término da mudança em 2026.

Por enquanto, as aplicações digitais serão opcionais. No momento da inscrição, os candidatos poderão escolher entre a tradicional prova de papel ou pela aplicação no modelo informatizado. No primeiro ano de experimentação, o Enem Digital será aplicado a 100 mil participantes.

De 2022 a 2025, o modelo informatizado continuará sendo melhorado. O objetivo do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) é realizar até quatro provas digitais, em diversas datas, com agendamento antecipado e opcional para os candidatos.

Em 2026, a prova será apenas em formato virtual. A consolidação desse modelo será marcada por várias aplicações regulares ao longo do ano em todo o país.

Como vai funcionar o Enem Digital?

A estrutura do Enem Digital continua a mesma da versão tradicional. O exame será realizado em dois domingos e será composto por quatro provas objetivas com 45 questões cada:

  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias;
  • Matemática e suas Tecnologias;
  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias;
  • Ciências Humanas e suas Tecnologias.

Além disso, é necessário fazer uma prova discursiva (redação) no papel. A aplicação acontecerá em laboratórios de informática em diversas faculdades do Brasil, e os resultados serão divulgados de maneira simultânea.

As questões da avaliação digital não serão as mesmas da versão impressa. Embora as perguntas sejam diferentes, elas terão o mesmo nível de dificuldade do exame tradicional. A metodologia de cálculo da nota pela Teoria de Resposta ao Item (TRI) permite que mesmo provas diferentes se tornem comparáveis.

Com isso, independentemente de qual conjunto de questões o candidato resolver (seja da versão impressa, seja da versão digital), a prova conseguirá avaliar a sua capacidade com precisão. Você pode usar a nota do Enem para fazer uma graduação tecnológica, por exemplo.

Quando as provas serão aplicadas?

Como consequência da pandemia causada pelo novo coronavírus, as datas do Enem impresso e virtual precisaram ser adiadas e ainda não foram definidas. No entanto, o exame digital será aplicado em 2021. O Inep realiza entre os dias 20 e 30 de junho de 2020 uma enquete entre os inscritos para a escolha da nova data.

No primeiro domingo, os estudantes farão as provas de Redação, Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Ciências Humanas e suas Tecnologias. A duração é de 5 horas e 30 minutos.

Já no segundo dia acontecerão as provas de Matemática e suas Tecnologias e Ciências da Natureza e suas Tecnologias. Os candidatos terão 5 horas para responder às questões.

Quais os benefícios de iniciar a digitalização de provas como o Enem?

O objetivo do Enem Digital é facilitar a aplicação da prova, torná-la confortável para os estudantes e adequada à nova realidade, além de favorecer a logística do processo. Conheça outras vantagens do projeto a seguir.

Adequação às novas tecnologias

A sociedade está cada vez mais tecnológica, o que exige que o setor da educação também faça bom proveito das tecnologias disponíveis. Por isso, o Enem Digital está de acordo com a realidade dos estudantes.

Prova mais interativa

O formato digital permitirá explorar outros tipos de questões, o que tornará o exame mais interativo. Será possível, por exemplo, trabalhar com vídeos, infográficos e jogos, fazendo com que a prova seja menos monótona.

Resultados mais rápidos

Com uma logística simplificada e as respostas registradas diretamente no sistema, a divulgação dos resultados fica muito mais rápida. Assim, o candidato pode ver seu desempenho e, se não achar satisfatório, realizar a prova novamente.

Personalização do exame

As mudanças no currículo do Ensino Médio podem ser exploradas no Enem Digital. Depois que o projeto estiver implantado, o candidato poderá personalizar as questões de acordo com a sua formação, aumentando a chance de ter um bom resultado.

Redução da quantidade de questões

Existe a ideia de reduzir o número de questões para 23 por área do conhecimento. Com isso, a prova será menos cansativa e poderá ser realizada em um tempo menor, sem mudança no nível de dificuldade.

Possibilidade de agendamento

Como haverá mais de uma aplicação do Enem ao longo do ano, os candidatos poderão fazer o agendamento da prova para quando for mais adequado. Assim, é possível se programar sem ficar engessado em apenas uma data.

Redução de custos

A digitalização do exame vai resultar em uma economia significativa para o governo. A redução poderá ser repassada aos estudantes, que muitas vezes não têm condições de pagar o valor integral da inscrição.

Cuidado com a sustentabilidade

O Enem registrou 6 milhões de inscritos para a prova impressa. Cada um deles receberá dois cadernos de provas e folhas de respostas impressos, o que significa uma grande quantidade de resíduos. Com o Enem Digital, isso não vai acontecer, pois o exame será totalmente virtual.

A quantidade de vagas para o Enem Digital aumentará de modo gradual. O objetivo é que, no futuro, todos os estudantes façam as provas por meio de computadores. Dessa forma, se você tiver a oportunidade, pode ser uma boa ideia optar por essa versão.

Gostou do conteúdo? Então, complemente a leitura e descubra que tipo de vestibulando você é!

COMPARTILHE:
POSTS RELACIONADOS

    Nova call to action

    Call to action | eBook |  Saiba que curso na área de Humanas deve ser a sua escolha de graduação

    Nova call to action

    Nova call to action

    Nova call to action

    Teste de Orientação Profissional - Foca na Carreira

    Guia-do-profissional-de-agronomia

    [E-BOOK] Como escolher uma profissão? DOWNLOAD GRÁTIS

    Nova call to action