<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=344581662787026&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
logo-topo-blog-1
INSCREVA-SE NO VESTIBULAR

•   Início Dicas de carreira



Está se preparando para entrar na faculdade e ser um grande advogado? Então você veio ao lugar certo! Hoje, vamos conversar sobre o estágio em Direito. Veja aí o que temos para dizer e já comece os estudos focado em alcançar uma boa oportunidade profissional!

Nesse contexto, a primeira coisa que você precisa saber é que, nesse curso, a atividade é supervisionada e seu grande objetivo se preparar para atuar profissionalmente na prática — ou seja, colocar todo seu conhecimento à prova.

O mundo dos estágios em escritório permite aprendizado de competências específicas do estudante, dando oportunidade para que ele aproveite ao máximo essa experiência. Então, venha com a gente e confira mais sobre a atuação do estudante nos escritórios!

O que diz o estatuto da OAB?

Se você está planejando ser um advogado de sucesso, deve saber que a profissão é regulamentada pela Ordem dos Advogados do Brasil, a famosa OAB. Nada mais é que o órgão máximo que define as regras para o exercício profissional da advocacia no Brasil.

Para poder atuar como advogado, é necessário passar na prova da OAB após a formatura e renovar a carteirinha anualmente. Porém, é possível se inscrever no órgão quando ainda se está na faculdade, sabia dessa?

O estágio em Direito após a inscrição na OAB tem um estatuto a ser seguido. De acordo com o artigo 9º, é necessário preencher os seguintes requisitos:

  • título de eleitor;
  • capacidade civil;
  • quitação do serviço militar, no caso dos homens;
  • idoneidade moral;
  • prestar compromisso perante o Conselho.

Ter em mãos a carteirinha da OAB para estagiários é uma forma de se sobressair na área, uma vez que ela dá acesso a ótimas oportunidades de estágio — além, é claro, de turbinar o seu currículo.

O que a OAB permite em termos de estágio?

A vantagem de estagiar protegido pela carteirinha da OAB é que você pode exercer algumas funções específicas e se aproximar mais da rotina de um advogado já formado. Isso mesmo que você leu: ela permite que algumas atividade de um profissional inscrito e regulamentado pela Ordem sejam realizadas por quem ainda está estudando!

Um fato maravilhoso que poucas pessoas sabem: ao se inscrever, o portador da carteirinha pode realizar as atividades previstas no 1º artigo do Estatuto juntamente a um advogado regulamentado. Para a alegria da galera, há também uma lista de tarefas que podem ser desempenhadas sem acompanhamento! Veja quais são elas:

  • retirar e devolver autos em cartório, assinando a respectiva carga;
  • conseguir com escrivães e chefes de secretarias as certidões de peças ou autos de processos finalizados ou em curso;
  • assinar petições de juntada de documentos a ações judiciais ou administrativos;
  • elaborar autos, levantar alvarás, além de emitir guias e certidões;
  • fotografar processos, tirar cópias, protocolos, consultas e outras diligências;
  • comparecer em atos extrajudiciais;
  • verificar o andamento de ações judiciais, acompanhar julgamentos e atuar como preposto em audiências;
  • receber procuração ou substabelecimento;
  • distribuir memoriais;
  • postular em órgão do poder judiciário e juizados especiais.

Não é demais saber que dá para vivenciar a profissão de maneira séria, competente e bem pertinho da realidade ainda na faculdade?

Qual é o melhor lugar para fazer estágio de Direito?

Durante a faculdade, você pode realizar o estágio em direito em órgãos públicos, empresas e escritórios de advocacia. A realidade é que, quanto mais ampla for a sua experiência, melhor será para a sua entrada no mercado de trabalho.

Os conhecimentos adquiridos vão ajudar na hora de realizar o Exame da Ordem, potencializar o currículo e criar uma rede de contatos bastante necessária para você abrir o próprio escritório ou prestar serviços para uma repartição conceituada.

Vale ressaltar que essas atividades podem ou não ser remuneradas. Se você se deparar com mais de uma oportunidade, não se deixe levar por aquela que paga mais: pense nas experiências que ainda não tem, no que o contratante pode oferecer de melhor e qual a vaga está mais adequada ao seu perfil. Jamais tome essa decisão considerando apenas o valor da bolsa, combinado?

Estágios nos órgãos públicos

Para estagiar em um órgão público, é preciso ficar atento aos editais para as vagas. Funcionam mais ou menos como um concurso público em que é preciso fazer uma prova e respeitar uma classificação para ser admitido. Você pode procurar oportunidades em locais como:

  • o Tribunal Regional do Trabalho;
  • o Tribunal de Justiça;
  • a Defensoria Pública;
  • o Ministério Público;
  • o PROCON.

As Defensorias dão oportunidade para que o estudante lide com o público e ações judiciais, funcionando como um intensivo sobre a profissão. O Ministério Público tem um trabalho semelhante, mas funciona para que o estagiário entenda um pouco melhor como são feitos diversos tipos de denúncias e como os inquéritos são avaliados.

Você vai se deparar também com opções de estágio dentro da própria Universidade! Uma instituição que se preocupa com a formação de seus futuros advogados proporcionam um núcleo jurídico prático, em que você pode lidar com situações reais, a atender a população e empresas parceiras.

Estágio em escritórios

Os escritórios de advocacia costumam ter altas demandas por estagiários e são oportunidades que não dá para deixar passar. O espaço é ideal para vivenciar a rotina de um advogado, especialmente quando você resolve se registrar na OAB.

Na hora de escolher o escritório, tente considerar um ambiente que atenda às necessidades do seu perfil e que esteja disposto a deixar com que você realmente desempenhe as funções liberadas pela Ordem. Certifique-se, desde o momento da entrevista, que existe um incentivo para que você realmente aprenda e tenha autonomia para atuar como um verdadeiro advogado na prática, beleza?

Faz toda a diferença procurar por uma instituição que ofereça um curso de excelência, bons professores e uma estrutura adequada para que, paralelo ao estágio em direito, você possa se tornar um grande advogado, competente, bem sucedido e requisitado!

Gostou do nosso artigo e quer receber mais informações relevantes sobre a carreira profissional e assim fazer as melhores escolhas? Então siga nossas páginas nas redes sociais e fique por dentro das novidades! Estamos no Twitter, Face, Insta, LinkedIn e YouTube!

Profissões-do-futuro-conheça-o-mercado

COMPARTILHE:
POSTS RELACIONADOS

    Nova call to action

    Um cabeçalho claro e arrojado

    Nova call to action

    Um cabeçalho claro e arrojado

    Teste de Orientação Profissional - Foca na Carreira

    Guia-do-profissional-de-agronomia

    [E-BOOK] Como escolher uma profissão? DOWNLOAD GRÁTIS

    Nova call to action