<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=344581662787026&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
logo-topo-blog-1
INSCREVA-SE NO VESTIBULAR

•   Início Dicas de carreira



Aulas, trabalhos para entregar, provas e uma dúvida constante: é melhor optar por um estágio ou emprego? Falando sério: você conhece essa situação, não é mesmo? E não precisa ter vergonha de admitir que esses questionamentos passam pela sua cabeça de vez em quando (ou até mesmo o tempo todo).

Se você acha que está sozinho nessa busca pela opção mais adequada, pode parar de sofrer por antecipação. Esse é uma situação muito comum entre estudantes que não sabem o que devem escolher e, cá entre nós, realmente não é uma decisão fácil.

Há muitos questionamentos que passam pela cabeça de quase todo universitário nesses horas, desde pensar no medo de fazer uma escolha errada até imaginar aquela que pode trazer mais frutos para o futuro. Pensar nisso até assusta um pouco, já reparou?

Mas para ajudar você a decidir o que é mais indicado para seu perfil nessa busca pela independência financeira, nós trouxemos as principais vantagens e desvantagens que devem ser levadas em consideração na hora de decidir entre uma vaga de estágio ou emprego. #Partiu conferir agora mesmo!

Estágio ou emprego: fatores essenciais para a sua escolha

Existem diferenças enormes entre um estágio e um emprego convencional, mas há aqueles aspectos importantíssimos e que você precisa "colocar na balança" para descobrir qual dessas opções faz mais sentido para a sua rotina e suas necessidades. Dá uma olhadinha neles:

  • salário e benefícios;
  • carga horária;
  • aprendizado na sua área;
  • experiência no currículo;
  • networking.

Ou seja: é preciso analisar os pontos fortes e pontos fracos da possibilidade de se tornar um estagiário ou de entrar no mercado de trabalho tradicional. Só que algumas vezes é difícil notar o que é vantajoso e o que não é, concorda? Por isso, vamos começar essa análise agora mesmo!

Qual opção oferece salários melhores?

E a resposta é... emprego! Os estágios, principalmente quando são obrigatórios, costumam oferecer bolsas de incentivo com valores abaixo do salário mínimo, já que é um trabalho simples e feito por estudantes. Os empregos, por outro lado, oferecem remuneração mais alta.

Hoje em dia, mesmo antes de concluir o Ensino Superior, é possível encontrar oportunidades de emprego que trazem estabilidade e um retorno financeiro acima da média, como é o caso dos cargos públicos. Só não pode esquecer que o salário é maior porque o trabalho é mais exigente, combinado?

Por isso, caso o fator financeiro seja algo muito relevante para você nesse momento, seja devido a contas pessoais ou porque está começando uma vida independente, encontrar um emprego do seu interesse e que você consiga conciliar com os estudos será uma boa opção.

E a carga horária? Como trabalhar sem afetar o rendimento na universidade?

Eis um ponto positivo para o estágio! Enquanto os empregos exigem um número maior de horas trabalhadas, o que resulta em menos tempo para estudar as matérias do seu curso, os estágios apresentam carga horária reduzida, já que são feitos especificamente para estudantes.

Uma das preocupações do estágio é que ele não interfira em sua rotina acadêmica. Por isso, além da carga horária reduzida, não há cobrança de horas extras e atividades que não fazem parte do seu escopo de trabalho.

Trabalhar e aprender ao mesmo tempo... isso é realmente possível?

Se você começar a estagiar, não há dúvidas de que vai adquirir muito conhecimento na sua área de estudo. Como um estagiário, você poderá conhecer diversos setores da empresa, aumentando suas chances de entender processos que ocorrem na profissão na qual se formará.

Além disso, quem faz estágio realiza muitas atividades que trazem para a vida real aqueles conceitos que os professores ensinam em sala de aula. Já o emprego, caso seja em uma área diferente ou se você trabalhar em algo muito específico, dificilmente vai agregar conhecimento para sua formação. Então, ponto para o estágio!

Qual a melhor opção para ter um currículo perfeito?

Imagine sair da faculdade e ter portas abertas para você no mercado de trabalho, poder escolher um ramo de atuação e ter oportunidades para trabalhar nele. Isso parece um sonho? Pode ser realidade para quem faz estágios durante a graduação.

Isso acontece porque experiências de trabalho, em geral, já são ótimas para o currículo. No entanto, quando você tem experiência prática naquilo que estudou durante anos, suas chances se multiplicam! Portanto, é mais uma das vantagens do estágio.

É mais fácil fazer networking no estágio ou no trabalho?

Você já deve saber que fazer contatos e interagir com profissionais mais experientes é uma boa forma de conseguir espaço no mundo corporativo, receber boas recomendações e se aprofundar cada vez mais naquilo que escolheu para sua vida profissional. No entanto, onde é mais fácil fazer networking?

Se você pensou em responder "estágio", acertou! As empresas que oferecem esse tipo de vagas costumam deixar pessoas formadas há mais tempo supervisionando e auxiliando o trabalho de estagiários, principalmente se for a primeira experiência do estudante.

E mais: por estar inserido em um espaço com outras pessoas que estão construindo suas carreiras ou dando passos mais longos em um caminho de sucesso, é bem provável que você consiga fazer amizades e passe a entender mais sobre as possibilidades que podem surgir em sua frente.

Sendo assim, esse é mais um dos aspectos vantajosos de começar a fazer um estágio o quanto antes, ainda que a remuneração não seja das mais altas.

Como decidir a opção mais vantajosa

Sabendo quais são os pontos positivos e os negativos de cada uma das opções, é hora de olhar para as suas preferências e para aquilo que você precisa no momento. Afinal, nem tudo que é maravilhoso para uma pessoa será igualmente bom para outra, certo?

Também tenha em mente que, se o objetivo principal é iniciar sua carreira para conquistar a independência financeira, conseguir um estágio ou emprego vai ser benéfico de qualquer forma. Portanto, veja seus motivos e escolha pensando no melhor para seu caso, tanto a curto quanto a longo prazo.

Tem outra coisa muito importante que vai ajudar você nessa fase complexa e cheia de decisões que é a vida universitária: seguir a Uni nas redes sociais. Seja no Facebook, no Twitter, no YouTube ou no Instagram, você vai ter acesso a conteúdos que facilitarão a sua vida. Siga nossos perfis e saiba tudo em primeira mão!

COMPARTILHE:
POSTS RELACIONADOS

    Nova call to action

    Um cabeçalho claro e arrojado

    Teste de Orientação Profissional - Foca na Carreira

    Guia-do-profissional-de-agronomia

    [E-BOOK] Como escolher uma profissão? DOWNLOAD GRÁTIS

    Nova call to action