<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=344581662787026&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
Blog da UniCesumar
INSCREVA-SE NO VESTIBULAR

•   Início Dicas de estudos



Estudar em casa pode parecer um sonho: ter seus próprios horários, estudar em um lugar confortável, não ter pressão de outras pessoas, assistir a uma série durante um resumo e outro... Porém, muitos estudantes sentem que isso é um grande pesadelo, já que é preciso ter disciplina e muito foco para conseguir ter um bom rendimento nos estudos.

Se a sua rotina é corrida e você nem consegue pensar em uma forma de se organizar para dar conta do recado, não precisa entrar em pânico! A gente sabe que começar, assim, do nada é meio complicado. Por isso, desenvolvemos esse planejamento que vai lhe dar foco, sabedoria e alguns momentos de sossego — até porque, de ferro mesmo, só o Tony Stark e olhe lá!

Separamos 13 dicas muito importantes que vão ajudar você a ter um ótimo desempenho estudando em casa. Confira a seguir e já comece a colocar tudo em prática hoje mesmo!

1. Escolha o seu cantinho

A ideia de estar cada dia em um lugar diferente costuma passar pela cabeça de muitas pessoas que vão começar a estudar em casa. Só que isso não costuma funcionar muito bem no mundo real. Como os estudos exigem atenção e concentração, ter um local específico para isso é essencial!

O melhor a fazer é definir um ambiente tranquilo, com uma boa iluminação e que seja silencioso para o seu momento de estudos. Não precisa ser um espaço muito grande, viu? O importante é que seja um local em que você possa fazer todas as atividades que integram a sua rotina de aprendizado: leitura, questões práticas, videoaulas etc.

Um bom local para isso pode ser o seu quarto, já que você pode fechar a porta e diminuir os ruídos externos. Mas se você está pensando em estudar na cama, em meio aos seus travesseiros e cobertores, #FicaADica: fuja enquanto ainda há esperanças! Por se tratar do lugar em que você dorme, pode ser que bata aquele sono incontrolável na hora errada! Já pensou?

Uma solução para isso é colocar uma mesa naquele cantinho mais reservado do seu quarto e uma cadeira. Quer se organizar ainda mais? Deixe seu material sempre separado e coloque frases inspiradoras nas paredes ao redor. Isso vai facilitar o seu momento de estudar e ainda vai dar mais ânimo para deixar a matéria em dia! Invista na personalização e torne aquele espaço um ambiente acolhedor e confortável — que seja a sua cara!

2. Defina horários para estudar

Estudar na madrugada de um dia e às 8 da manhã do outro? Isso pode causar alguns problemas! Como você vai estudar em casa e não terá alguém fazendo cobranças ou estabelecendo prazos, é ideal determinar os seus horários de foco, sempre respeitando seus limites e a sua rotina.

Ter períodos bem definidos é algo que vai ajudar muito a criar o hábito de estudar — e, com o passar do tempo, você vai perceber o quanto isso é essencial para ter cada vez mais disciplina. Sendo assim, analise qual é seu período de maior produtividade e, sempre que possível, estude nesse mesmo horário.

Acha que vai ser #tenso se lembrar de estudar todos os dias na hora marcada? Coloque um alarme no seu celular e deixe um quadro de horários em sua agenda. São duas tarefas simples, mas que podem fazer toda a diferença no seu rendimento!

3. Tenha metas de estudos semanais (e se joga!)

Se você acha que basta criar metas no início do ano e só lembrar no próximo Ano Novo, chegou o momento de mandar esse pensamento para longe! A verdade que nunca contaram para você é que as metas são importantes para que consiga realizar qualquer objetivo na vida. E, cá entre nós, ter um bom desempenho nos estudos é um grande objetivo, concorda?

Então, para conseguir avaliar se está evoluindo nos estudos e progredir da melhor maneira possível, estabeleça metas semanais. É essencial que elas sejam bem específicas e que você coloque um prazo para alcançar cada uma delas, sabe?

Quando você cria metas semanais, acompanhar sua evolução e atingir suas grandes metas do ano serão tarefas muito mais simples! Portanto, se o seu objetivo principal é passar no vestibular, divida esse sonho em etapas: comece estipulando quais assuntos você precisa aprender por semana ou quantos exercícios precisa resolver. Acredite: tudo será mais fácil se você traçar muito bem o que deve ser feito.

4. Descubra como você aprende melhor

Sabe quando você passa horas lendo um conteúdo e, no final do dia, sente que não aprendeu nem um terço daquilo que leu? Isso acontece por um motivo bem simples: você não estudou do jeito mais adequado para o seu cérebro e, automaticamente, não conseguiu absorver bem a matéria.

A famosa frase da sua mãe "você não é todo mundo" se aplica muito bem aos estudos — afinal, cada pessoa aprende de um jeito. Ou seja: a forma que a sua melhor amiga consegue estudar em casa nem sempre vai ser a maneira mais eficaz para você. Por isso, você precisa descobrir se aprende melhor lendo, escrevendo, assistindo a videoaulas ou, quem sabe, resolvendo exercícios.

5. Utilize um método de estudos

Depois de descobrir como você consegue aprender com mais facilidade, é importante escolher um método de estudos para utilizar. Isso vai ajudar a economizar um bom tempo e ter mais produtividade no dia a dia. Afinal, sempre saberá como deve guiar seus estudos.

Não sabe qual método escolher? Não tem problema: você pode testar os mais conhecidos e identificar qual funciona melhor para sua rotina. Um dos mais recomendados é o Pomodoro, que consiste em fazer blocos de estudos de vinte e cinco minutos e descansar por cinco. Outra técnica interessante é ler o conteúdo primeiro e fazer um mapa mental em seguida.

Você também pode testar métodos mais alternativos, como gravar um áudio explicando a matéria depois de assistir às videoaulas ou criar perguntas e respostas para cada tópico. Se nada disso funcionar, não pense que é o fim do mundo, ok? Você sempre pode adaptar as atividades e criar seu próprio método.

6. Faça pausas durante os estudos

Muitas pessoas pensam que ter disciplina é sinônimo de estudar um dia inteiro e parar apenas na hora de dormir. Porém, apesar de parecer certo e produtivo, esse é um hábito que pode levar todo o seu esforço por água abaixo, trazendo um resultado totalmente diferente daquele que você quer atingir.

O que acontece com o nosso cérebro, ao estudar sem parar, é exatamente a mesma coisa que acontece com uma máquina: começam a surgir algumas falhas no sistema e, quando você percebe, tudo começa a dar errado. É nesse momento que surge o cansaço que não passa, a preguiça, a matéria parece mais difícil e a memória, mais fraca... já aconteceu com você? Confessa, vai! 

Isso tudo ocorre porque seu cérebro se sobrecarregou muito! Dessa forma, fica quase impossível ter ânimo para absorver novas informações, disciplina para manter o foco e até mesmo a tão querida motivação nos estudos. Portanto, sempre faça pausas curtas durante seus estudos. Dez minutinhos para dar uma volta já vão ajudar bastante: #partiu tomar um cafezinho, ouvir uma música e pensar em nada!

7. Converse com sua família e amigos

Estudar em casa é algo que não depende só de você: as pessoas ao seu redor precisam colaborar um pouco para que seu desempenho seja excelente. Sendo assim, para evitar barulhos e interrupções, avise aos seus familiares quando estiver estudando e converse sobre a importância desse momento para você.

Além disso, também vale a pena falar com seus amigos! Pode ser que sua vida social mude um pouco devido ao cronograma de estudos, não é mesmo? Por isso, o diálogo é essencial para que você defina em quais horários poderá sair para se divertir com a galera e aproveitar os momentos de lazer.

8. Elimine as distrações

Notificações dos grupos no WhatsApp? Aquela olhadinha básica no Instagram para saber se o #crush postou uma foto nova? Começar a estudar e, de repente, perceber que passou a maior parte do tempo escolhendo um filme na Netflix? Saiba que isso pode destruir suas chances de ir bem nos estudos.

Nem tente fugir: você precisa eliminar as distrações. Todas elas, se for possível. Ainda que essas interrupções inesperadas para responder uma mensagem ou curtir uma foto pareçam inofensivas, elas podem tomar boa parte do seu tempo e da sua energia para estudar.

Se você não aguenta olhar a tela do celular e não abrir as notificações, desabilite todas elas e até saia de alguns grupos que não são tão importantes. E sabe aqueles sites que você insiste em acessar pelo computador? Bloqueie todos eles durante seu período de estudos! Pode acreditar: essas atitudes simples podem mudar sua vida.

9. Crie algumas recompensas

Sabe quando você fica feliz ao longo de um dia inteiro simplesmente porque recebeu um presente, uma mensagem bonita ou um elogio? Ou quando você cumpre todas as suas tarefas do dia e comemora porque vai poder sair com seu grupo de amigos? A sensação é ótima, não é mesmo? Boas notícias: isso também pode acontecer depois de uma jornada de estudos.

Quando você estuda e se permite ter uma recompensa por isso, a mágica acontece: seu cérebro vai entender que aquela atividade, além de ser importante para o seu futuro, é algo que dá alegria. Se isso acontecer com frequência, o resultado é certeiro: você terá cada vez mais vontade de estudar por causa dessa bonificação pelo seu esforço.

Portanto, caso você ainda não tenha o hábito de se recompensar quando conseguir estudar em casa, comece a fazer isso. Pode ser algo simples, como assistir a um episódio da sua série favorita, ir ao seu restaurante preferido ou fazer qualquer outra atividade que você queira muito.

10. Forme grupos de estudo

Estudar sozinho na sua casa pode ficar cansativo e solitário em alguns momentos. A dica para essas horas é chamar amigos mais chegados e que realmente sejam focados nas tarefas para propor um grupo de estudos.

Você pode estabelecer isso como uma vez a cada semana ou dez dias. Com seus amigos, é possível realizar algumas atividades, como:

  • debates sobre temas que possam render uma redação, para entender pontos de vista e criar em bons argumentos;
  • clube do livro. Vocês escolhem algum título obrigatório do curso ou vestibular, anotam os pontos que mais chamaram a atenção e se reúnem discuti-los;
  • filmes históricos ou que tenham a ver com alguma matéria. Longa-metragem e documentários são ótimas formas de seguir aprendendo!

11. Dedique-se a uma nova língua

A gente conta com várias chances de melhorar a fluência em uma língua estrangeira e mal percebe, sabia? Você pode fazer isso juntando o útil ao agradável: assista a um episódio da sua série preferida em inglês ou espanhol SEM legendas e vá pausando caso note alguma palavra desconhecida. Outra ideia é ouvir uma música nova em outra língua e tentar escrever a letra, só de ouvido nada de jogar no Google, combinado?

Além disso, você ainda pode baixar aplicativos que ajudem, combinar consigo mesmo de ler um texto em inglês ou outro idioma algumas vezes na semana. Logo você percebe como sua fluência e vocabulário evoluem!

12. Faça um caderno de anotações

Esse objeto serve para você colocar dúvidas enquanto vai estudando. Assim que você saná-las, anote tudo no caderno. Caso você veja algum termo desconhecido em algum telejornal, coloque lá também.

De vez em quando, dê uma repassada nessas dúvidas. Elas são incríveis para você sentir o quanto de coisa nova aprendeu em pouco tempo. Não necessariamente precisa ser um caderno físico, você pode criar um arquivo online e ir colocando tudo lá!

13. Pratique alguma atividade física

Um esporte de três a cinco vezes na semana é fundamental para espairecer suas ideias. Você pode até duvidar, mas pessoas que realizam alguma atividade com frequência têm um poder de concentração mais alto, são menos estressadas e desenvolvem mais autoconfiança fundamental para acreditar no seu próprio potencial!

A prática esportiva ainda libera hormônios responsáveis pela sensação de bem-estar no cérebro, muito benéfica para aqueles dias de prova difícil ou que você tem mil tarefas a serem feitas. Experimente pra ver!

Estudar sozinho na sua casa também é fundamental para você se desenvolver. Foco, determinação, entender as prioridades, criar metas… Tudo isso ajuda ainda em futuros empregos! Pode ter certeza de que, quando você está entretido em seus livros e exercícios, não é só esse tipo de conteúdo que está absorvendo: você também se torna uma pessoa mais proativa e cheia de inteligência emocional!

Viu só como não é difícil? Seguindo todas essas dicas, pode ter certeza que estudar em casa vai se tornar parte da sua rotina e o sucesso vai ser garantido! Podemos apostar.

Quer conhecer outras maneiras de estudar e saber tudo que pode fazer para melhorar ainda mais nos estudos? Assine a newsletter da Uni para receber tudo em seu e-mail!

COMPARTILHE:
POSTS RELACIONADOS
    Inscrições Vestibular UniCesumar
    Inscrições Vestibular Medicina UniCesumar

    Teste de Orientação Profissional - Foca na Carreira

    Guia-do-profissional-de-agronomia

    [E-BOOK] Como escolher uma profissão? DOWNLOAD GRÁTIS

    Nova call to action