<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=344581662787026&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
logo_unicesumar_horizontal_original
INSCREVA-SE NO VESTIBULAR

•   Início Gastronomia



Se você assistiu à TV ou acessou as redes sociais nos últimos anos, certamente, reparou como uma profissão ficou em alta e atraiu a atenção de milhares de brasileiros: a do gastrólogo. Alguns reality shows contribuíram diretamente para isso, mostrando o universo da cozinha em diferentes setores do mercado, como Masterchef, Mestre do Sabor e Top Chef Brasil. Não é à toa que muita gente passou a se perguntar como estudar Gastronomia. 👨‍🍳

Afinal, essa área se mostrou não só uma nova opção de carreira para quem buscava algo diferente, mas uma oportunidade real de trabalhar com algo de que gosta, envolver-se em atividades mais práticas e humanas e, em especial, ser valorizado profissionalmente.

Diante de tudo isso, preparamos este post para contar como funciona essa formação e o que você pode esperar para depois da graduação. Acompanhe!

O que se estuda na faculdade de Gastronomia?

Pensa que a faculdade de Gastronomia é, basicamente, aprender a cozinhar? Pois, como diria aquele meme do Faustão: "errou!". Esse é um curso bem mais desafiador e complexo do que você imagina, viu?

Ao longo dos semestres, os estudantes aprendem, sim, sobre técnicas de montagem de pratos, medidas de biossegurança, escolha de ingredientes e uso de equipamentos para fazer receitas com diversos preparos. Mas não termina aí.

Há um aprofundamento muito extenso sobre o que representa a cozinha profissional e como ela é importante e necessária não só para o lazer e o entretenimento, mas para vários ramos, como o comercial, o industrial, o financeiro etc.

Você também estuda sobre o papel da alimentação na nossa sociedade e a relação da comida com a saúde das pessoas — principalmente, aquelas com restrições e problemas alimentares. Tem, ainda, temas como o aproveitamento dos alimentos de acordo com safra, produção regional ou necessidade de importação.

Para completar, você aprende e reflete sobre empreendedorismo e planejamento de negócios, inovação no mercado e a importância de conhecer as tendências de alimento e bebida no cotidiano brasileiro. Ufa! Bastante coisa, concorda?

Como se dá o curso tecnólogo de Gastronomia?

Ficou animado em estudar Gastronomia? Aqui vai uma ótima notícia: você pode ingressar em graduação tecnológica para se formar na área mais rápido. Será uma faculdade de dois anos na qual você terá uma preparação real para o mercado de trabalho, conhecendo a realidade e a demanda de diversos setores em que pode atuar.

Além disso, a vivência das disciplinas é muito mais dinâmica, enérgica e também divertida — porque ninguém é de ferro, vamos combinar! Isso acontece porque várias aulas são práticas e desenvolvidas em laboratórios e cozinhas experimentais.

Ou seja, além de render muito aprendizado manual e o desenvolvimento de habilidades técnicas, elas são fundamentais para o trabalho coletivo com os seus colegas de sala.

Qual é a grade curricular do curso?

Podemos dizer que a grade curricular do curso de Gastronomia tem três segmentos distintos. O primeiro deles explora as diferentes vertentes de cozinha, desde o ponto de vista histórico até os hábitos alimentares que se consolidaram em diferentes regiões do mundo. O objetivo disso é mostrar como a alimentação reflete a cultura, as tradições, o clima e, até mesmo, as características geográficas de cada país.

O segundo deles traz as diferentes atividades feitas na cozinha pelo gastrólogo. Ele pode se especializar em lanches, em doces, em pães, em carnes, em refeições completas ou parciais (por exemplo, só entradas e petiscos) etc. Ou seja, é função para dar e vender! 🍽️

Já o terceiro abarca tudo aquilo que mencionamos no primeiro tópico: dietas alimentares, empreendedorismo, higiene e segurança na hora de preparar pratos, cozinha profissional e por aí vai. Abaixo, há alguns exemplos de disciplina que você terá:

  • Cozinha Clássica;
  • Cozinha Internacional;
  • Cozinha Brasileira;
  • Cozinha das Américas;
  • Eventos Gastronômicos;
  • História e Cultura Gastronômica;
  • Técnica Dietética;
  • Panificação;
  • Confeitaria Clássica e Brasileira;
  • Boas Práticas e Segurança Alimentar;
  • Gestão de Alimentos e Bebidas.

Qual é o perfil do estudante de Gastronomia?

Um bom chef de cozinha tem algumas características que são marcantes. Por exemplo, ele é estudioso, proativo, dedicado e sabe trabalhar em grupo — até porque isso é algo frequente nessa carreira. Ele também tem boa oratória para falar em público e é alguém que sabe trabalhar com prazos. Basta lembrar que uma cozinha não para um minuto sequer e a saída de pratos é constante!

Além disso, ele é da turma que não se deixa abater por desafios. Ao contrário, está sempre disposto a ter mais controle emocional, a lidar com as diferenças e se adaptar a novos ambientes. Inclusive, muitos gastrólogos acabam trabalhando fora do país e deixando o currículo para lá de internacional.

Como é o mercado de trabalho para o gastrólogo?

Não é porque estamos falando de estudar Gastronomia que dá para "viajar na maionese", hein? Isso porque está longe da realidade a ideia de que o mercado de trabalho nessa área se trata apenas de restaurantes.

É verdade que esse é um dos segmentos mais procurados, até mesmo, pelo interesse de muitos profissionais em ganhar experiência para, futuramente, abrir o próprio restaurante cinco estrelas. ⭐⭐⭐⭐⭐

No entanto, ele não é o único. Muitos graduados, por exemplo, atuam em padarias, bares, pubs, companhias de fast-food, buffets, confeitarias ou mesmo como personal chef de famosos, celebridades e autoridades públicas. Outros, por sua vez, fazem carreira em redes de hotelaria e em centros turísticos, com o desenvolvimento de menus para hóspedes, turistas e funcionários.

Há, ainda, profissionais que não trabalham diretamente com a cozinha, mas sim, com a consultoria e o planejamento de serviços de alimentação em sistemas de delivery, hospitais, fornecedoras de marmitas e exportadoras de alimentos típicos do Brasil.

Isso, sem falar que há a possibilidade de se tornar professor universitário ou mesmo pesquisador acadêmico dos tipos de culinárias existentes e a evolução histórica delas. Portanto, há muitos caminhos a seguir e ótimas oportunidades para crescer na carreira.

"E quanto à renda de um profissional formado em Gastronomia? Ela gira em torno de quanto?", você deve estar curioso para saber — e com razão. Saiba que, de acordo com as estatísticas da plataforma Salário, um gastrólogo ganha a média de R$2.605,06 por mês, podendo chegar, dependendo do emprego e da posição do cargo, a até R$5.675,27.

Como você leu, estudar Gastronomia é investir não só no aprendizado de técnicas de cozinha, mas no seu amor pela culinária e no poder da comida de encantar, animar, conquistar e unir pessoas nos mais diversos lugares. Portanto, se você quer transformar sua paixão em carreira, vale a pena pesquisar por uma faculdade que forneça boa estrutura de laboratórios, corpo docente qualificado e grade curricular dinâmica e atual.

Entre em contato com a gente e saiba em detalhes como garantir a sua vaga no nosso curso de Gastronomia e ter uma formação de primeira! #SeuCurrículoAgradece

COMPARTILHE:
POSTS RELACIONADOS
    New call-to-action
    lidar com as emoções
    planejamento financeiro

    Nova call to action

    Nova call to action

    Nova call to action

    Nova call to action

    Teste de Orientação Profissional - Foca na Carreira

    Guia-do-profissional-de-agronomia

    [E-BOOK] Como escolher uma profissão? DOWNLOAD GRÁTIS

    Nova call to action