<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=344581662787026&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
logo-topo-blog-1
INSCREVA-SE NO VESTIBULAR

•   Início Dicas de carreira



O final do Ensino Médio é uma fase de importantes decisões a serem tomadas. Com o vestibular se aproximando, algumas escolhas são necessárias. Uma delas é um desafio: faculdade particular ou a pública? Se você está pensando que uma delas é melhor que a outra, pode desapegar já dessa ideia! Isso é um mito que acaba desqualificando tantas faculdades boas que existem por aí.

Agora, se você está em dúvida sobre qual caminho seguir e quer entender melhor o funcionamento desses dois modelos, vamos desmistificar algumas lendas. Neste texto, você vai aprender de vez quais aspectos deve ficar de olho na hora de escolher uma instituição de ensino e conhecer vantagens da faculdade particular em relação à pública. Não perca!

A importância de fazer um curso superior

Sejamos franco: seja em uma faculdade particular ou em uma pública, ter um diploma é um tremendo diferencial no currículo e no momento de conseguir aquele emprego top! Tente pensar como um empresário: parece óbvio que ele vai querer um profissional capacitado para assumir as responsabilidades de suas vagas, não é mesmo?

Nesse sentido, quem busca por um lugar ao sol em um mercado tão competitivo e, de quebra, garantir uma remuneração bacana, tem como principal alternativa investir em uma graduação. O conhecimento adquirido no Ensino Superior sempre será um empurrão extra para o crescimento pessoal e profissional.

Durante as aulas, o estudante desenvolve as habilidades necessárias para poder exercer as atividades na profissão desejada. Já nos estágios, ele pode vivenciar esse conteúdo na prática antes mesmo de pegar o diploma. E não é só de competências técnicas que estamos falando!

Isso sem contar na necessidade de ter o certificado para exercer diversos cargos públicos. Afinal, os concursos hoje são o sonho de estabilidade profissional de muitas pessoas, concorda?

As vantagens da faculdade particular

Estamos certos de que você provavelmente já sabia da importância em investir no Ensino Superior. Se você chegou até aqui buscando saber as vantagens da faculdade particular em relação a pública, está na hora da grande revelação! Imagina quais são elas?

Infraestrutura

Uma característica bastante comum e conhecida da universidade pública diz respeito a sua infraestrutura. Como o seu funcionamento depende das verbas públicas, uma das maiores queixas diz respeito aos prédios abandonados, laboratórios defasados, móveis depredados e outros problemas típicos que a faculdade particular dificilmente vai ter!

Afinal, nelas há investimentos consideráveis nesse quesito — até porque têm uma preocupação maior em dar um retorno do valor pago das mensalidades (que vai muito além de um ensino de qualidade). Os laboratórios costumam ser muito bem equipados e modernos, potencializando a aquisição do conhecimento.

Prédios maiores, ambientes confortáveis e até mesmo as salas climatizadas estão um passo a frente nas faculdades privadas. Isso sem falar na tecnologia empregada!

Corpo docente

Não podemos desmerecer o corpo docente das instituições públicas e privadas. No geral, os professores são bem qualificados: mestrado, doutorado e várias especializações fazem parte do currículo. Muitos deles, inclusive, se dedicam aos dois modelos de faculdade.

A diferença está na estabilidade. Para atuar na faculdade pública, é preciso ser aprovado em concurso ou processo seletivo com tempo indeterminado, garantindo a estabilidade. O perigo mora aí: o contrato estável pode gerar falta de comprometimento, e os alunos não têm a quem recorrer.

Como no ambiente particular não existe essa estabilidade, exige-se muito mais profissionalismo de quem vai lecionar. O risco de uma demissão faz com que o corpo docente seja muito mais ativo, preparado e preocupado em entregar aos estudantes exatamente o que eles buscam dentro de um curso superior.

Qualidade de ensino

Não podemos negar que o ensino público no Brasil tem uma qualidade excepcional. Entretanto, isso não faz com que as faculdades particulares percam nesse sentido!

No tópico acima, destacamos as exigências para que os professores se mantenham no quadro de docentes de uma faculdade particular. Isso deve ser considerado para medir a qualidade do Ensino. Afinal, quanto melhor for a atuação do professor, maior será o conhecimento repassado ao estudante, concorda?

Um outro importante elemento que influencia no ranqueamento da universidade é o comportamento do estudante. Se você pensa que a faculdade particular é cheia de regalias nesse sentido, está totalmente enganado!

As médias para ser aprovado costumam ser maiores e os estudantes têm que ralar muito mais, já que ninguém quer pagar um ano de mensalidade extra. Ou seja, a tendência é que essas pessoas levem o curso muito mais a sério. A consequência você já sabe, né? Depois da formatura, o mercado recebe profissionais com a teoria muito bem estudada!

Duração do ano letivo

Dificilmente quem estuda em faculdade particular precisa ficar pagando horas de greve nas férias de inverno, verão ou finais de semana. Isso porque é muito raro que essas instituições sofram com alguma paralisação vinda de professores ou colaboradores.

Se o calendário diz que a aula começa no dia 18 de fevereiro, e acaba no dia 17 de setembro, essas datas serão respeitadas. Feriados, semanas de prova, congressos e outras atividades acadêmicas também são estabelecidas com antecedência, facilitando que o estudante organize a sua vida. Aqui, considere também que terminando no tempo certo, você vai poder começar a atuar profissionalmente de acordo com seus planos iniciais.

A escolha de uma boa instituição de ensino

Agora que você já sabe as principais diferenças entre a faculdade particular e pública, ficou mais fácil definir a instituição de ensino para estudar, não é mesmo? Mesmo assim, queremos passar mais algumas dicas espertas para que você faça uma escolha segura, beleza?

Comece analisando a classificação do Ministério da Educação (MEC). O Índice Geral de Cursos (IGC), por exemplo, vai de 1 a 5. Fique atento: quanto mais alta for a nota obtida, melhor é a qualidade oferecida pela instituição de ensino.

Caso você more na mesma cidade que a faculdade, vale a pena fazer uma visita e conferir se a infraestrutura e os laboratórios estão do jeitinho que falamos no decorrer do texto. Com a tecnologia, dá para fazer isso pelo site também, se não for o seu caso.

O que, aliás, é outro procedimento importante a ser analisado. No site, deve conter todas as informações a respeito da faculdade e do curso escolhido. A cara do ambiente online costuma ser a mesma que a da universidade — se estiver tudo organizado, demonstra que ela zela pela imagem e vai prestar um serviço educacional à altura!

Colocando na balança, a faculdade particular é uma forte candidata a ganhar a sua preferência. Nela, você encontra qualidade de ensino, professores qualificados, calendário organizado e uma infraestrutura especialmente preparada para que você possa se tornar o melhor profissional do mercado.

Não perca mais tempo! Entre em contato conosco e descubra quando os próximos processos seletivos vão rolar aqui na Uni e prepare-se para fazer parte deste universo do conhecimento!

COMPARTILHE:
POSTS RELACIONADOS

    Nova call to action

    Um cabeçalho claro e arrojado

    Teste de Orientação Profissional - Foca na Carreira

    Guia-do-profissional-de-agronomia

    [E-BOOK] Como escolher uma profissão? DOWNLOAD GRÁTIS

    Nova call to action