<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=344581662787026&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
logo-topo-blog-1
INSCREVA-SE NO VESTIBULAR

•   Início Vestibular



 Tags: Vestibular

Crescer e viver os últimos anos da adolescência tem dessas: é preciso fazer muitas escolhas que impactam o futuro. Como se não bastasse decidir um curso de graduação, há ainda necessidade de resolver em qual instituição superior estudar. Com relação a esse último ponto, os estudantes se deparam com 3 opções: faculdade, universidade e centro universitário.

Ainda que pareça tudo a mesma coisa, você sabia que existem várias diferenças básicas entre cada um? Primeiro, você deve saber que todas as instituições começam como faculdade. Contudo, isso não quer dizer que ela seja uma possibilidade fraca. 

Por outro lado, elas têm algo em comum: todas podem ser públicas ou particulares. As primeiras pertencem aos governos. As segundas, a pessoas físicas. Mais uma semelhança é que, não importa onde esteja, você passará pelos perrengues da vida de calouro e precisará adaptar toda sua rotina a essa nova fase.

Bem, isso é assunto para um post. Por isso, preparamos este para você. Confira!

Conheça as características da faculdade

Antes de entrarmos em mais detalhes, é importante que você tenha em mente que, muitas vezes, esse termo é usado de forma genérica. Assim, quando alguém convence você sobre por que fazer faculdade, ou quando perguntam em qual faculdade você estudará, por exemplo, a expressão usada pode se estender aos demais tipos de instituições de nível superior.

Agora, quando levamos ao pé da letra, existem diferenças sim. Por exemplo, nas faculdades, pelo menos ⅓ dos professores deve ter o diploma de especialista (pós-graduação lato sensu).

Além do mais, as faculdades costumam ser focadas em determinadas áreas do conhecimento e, por isso, tendem a oferecer poucas quantidades de cursos. Por exemplo, é possível existir uma Faculdade da Saúde, com graduações de Psicologia, Fisioterapia, Educação Física e Biomedicina, apenas. 

Projetos de iniciação científica e extensão podem existir, mas não são obrigatórios. Assim, de modo geral, para quem busca focar a carreira em pesquisas, talvez a faculdade não seja a melhor opção.

Outra peculiaridade às faculdades é a não obrigação de existirem cursos de pós-graduação. Algumas oferecem, mas não são obrigadas. 

Por fim, para qualquer curso novo aberto, é necessária a autorização do MEC (Ministério da Educação), já que faculdades não contam com autonomia.

Saiba o que é um centro universitário

O centro universitário está no meio-termo entre faculdade e universidade. Com relação ao seu tamanho, ele costuma ser maior que a opção do tópico anterior, pois pode abrigar várias faculdades ao mesmo tempo.

Ao contrário delas, ele precisa, obrigatoriamente, ter programas de iniciação científica e extensão. Os professores aqui devem ter titulação um pouco superior que os de uma faculdade: ao menosprecisa ter mestrado ou doutorado.

Além do mais, ⅕ deve estar contratado para exercer o regime em tempo integral. Na avaliação realizada pelo Inep, a nota relativa ao conceito institucional deve ser igual ou maior que 4. 

Além do mais, o centro universitário deve ter, pelo menos 8 cursos de graduação reconhecidos pelo MEC. O reconhecimento é uma etapa posterior à autorização. Ele acontece quando o curso atingiu ao menos 50% da sua carga horária total. É aí que gera a validade nacional aos diplomas.

Entenda mais sobre a universidade

Tanto a universidade quanto o centro universitário podem ser constituídos por várias faculdades. Aqui também é obrigatório ter programas de iniciação científica e extensão. Contudo, há uma imposição maior: eles devem resultar em produções intelectuais que sejam relevantes a sociedade, do ponto de vista científico, cultural, nacional ou regional.

Com relação ao corpo docente, deve ter mestrado ou doutorado e outros ⅓ devem estar contratados para regime integral.

Sobre os cursos, 60% devem ser reconhecidos pelo MEC e terem pontuação com conceito satisfatório pelo Inep. Além disso, é preciso contar com 4 cursos de mestrado e 2 de doutorado, todos reconhecidos pelo Ministério da Educação.

Já o conceito institucional deve ser igual ou maior a 4. 

E agora? Faculdade, universidade e centro universitário: qual escolher?

Se mesmo depois de ver todas essas diferenças, você ainda ficou na dúvida, então relaxa que ajudamos você! Para isso, pense nas seguintes questões!

Quais seus objetivos com o curso

Como falamos, uma faculdade não precisa oferecer programas de iniciação científica e extensão. Assim, se seu objetivo na carreira é se dedicar a esse campo, o indicado é optar por um centro universitário ou universidade. 

Já se sua intenção for apenas seguir uma profissão no mercado de trabalho, qualquer uma das 3 oferece a você boas oportunidades.

Qual sua exigência com a infraestrutura

Faculdades costumam oferecer menos cursos. Devido a isso, a tendência é que sejam menores e contem com menos opções para, por exemplo, refeições e salas de estudos. Contudo, isso não afeta a qualidade do ensino. 

Centros universitários e universidades, por sua vez, oferecem mais opções de cursos. Com isso, tendem a ter uma administração mais ampla e complexa. É bem comum existirem diversos laboratórios, várias lanchonetes, salas de estudos maiores, salas com computadores de uso comunitário e bibliotecas abastadas.

O que você pretende depois da graduação

Alguns estudantes entram com o principal objetivo de obter o diploma de graduação para atuarem no mercado. A pós-graduação pode até fazer sentido a eles, contudo, não têm a pretensão de emendar os estudos.

Já outros têm objetivos muito bem delineados desde o começo, e um dos focos é a continuidade no investimento profissional. Para esses últimos os centros universitários ou universidades costumam ser mais interessantes, já que eles não precisam mudar de instituição de ensino para seguirem com seus planos.

Bem, como você viu, não existe dizer que um tipo de instituição é melhor que o outro. Tudo dependerá das suas necessidades e dos seus propósitos. Assim, obter autoconhecimento e planejar a caminhada são atitudes muito bem-vindas.

Além do mais, ao escolher entre faculdade, universidade e centro universitário, saiba que a qualidade na graduação e o sucesso na carreira também dependem bastante da sua dedicação. Sendo assim, estude desde o primeiro dia e faça os estágios necessários, combinado?

Gostou do conteúdo? Compartilhe-o em suas redes, para que outras pessoas tenham acesso a essas informações também!

COMPARTILHE:
POSTS RELACIONADOS

    Nova call to action

    Call to action | eBook |  Saiba que curso na área de Humanas deve ser a sua escolha de graduação

    Nova call to action

    Nova call to action

    Nova call to action

    Teste de Orientação Profissional - Foca na Carreira

    Guia-do-profissional-de-agronomia

    [E-BOOK] Como escolher uma profissão? DOWNLOAD GRÁTIS

    Nova call to action