<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=344581662787026&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
logo-topo-blog-1
INSCREVA-SE NO VESTIBULAR

•   Início Foca na Carreira



Todo mundo tem aquela tia que diz que o futuro promissor dos sobrinhos está guardado e escrito nas estrelas. No caso da Duda, quando ela começou engatinhar, sua tia dizia que ela seria atleta. Depois que vieram as primeiras palavras, a aposta foi que ela seria presidente do Brasil, e a cada novo aprendizado, uma nova e mirabolante carreira era sugerida por seus parentes.

Os anos de estudos passaram, a Duda cresceu — não muito em estatura, é verdade — e ainda no início do segundo grau, ela decidiu que seria advogada, para delírio da sua tia mais querida, a Wanda. A estudante tinha suas inseguranças e ficava se perguntando como conquistaria credibilidade em um tribunal, já que o rosto e até os trejeitos ainda eram de adolescentes.

Tia Wanda vendo aquele sofrimento, não pensou duas vezes e disse a sua sobrinha: “Você vai entrar como Duda na faculdade, mas vai sair de lá como Dra. Maria Eduarda".

Como sempre, Duda abraçou sua tia e agradeceu. Ela sabia que seus parentes sempre diriam coisas boas para motivá-la, mas de tudo que ouviu deles, aquela previsão foi a que caprichosamente se concretizou nos seus anos acadêmicos.

O crescimento pessoal

Na faculdade, os primeiros desafios não estão relacionados à complexidade da matéria, mas ao entendimento da nova dinâmica dos estudos, à forma de se relacionar com professores e colegas, e aos compromissos acadêmicos.

Na escola, os alunos buscam notas que vão validar o aprendizado que foi previamente formatado por um programa escolar. Mesmo não morrendo de amores pela Matemática, é preciso investir na matéria para seguir adiante e progredir, tendo sempre como objetivo a etapa seguinte.

Na faculdade você também segue uma grade curricular, mas é o universitário que define o formato do seu aprendizado além do básico — afinal de contas, ele vai investir em áreas específicas na sua formação e carreira.

Enxergar o estudo de forma estratégica fez com que Duda amadurecesse sua percepção em relação ao seu desenvolvimento profissional. Ela entendeu que precisava se esforçar mais para organizar seu tempo, os estudos e os compromissos sem que alguém pedisse.

Ela também ganhou mais autonomia e desenvoltura para conversar com colegas e professores, pois demonstrava conhecimento sobre os assuntos abordados. A insegurança foi embora logo nos primeiros semestres do curso de Direito.

A descoberta de novas habilidades

Para os alunos que fogem das apresentações de trabalho na escola, aqui vai uma dica: vocês vão se arrepender disso. Na faculdade, quem é bem resolvido na hora de transmitir suas ideias se dá muito bem, e isso vale para todos os cursos, não só o de Direito.

Até quem vai enveredar para a área de Engenharia de Softwares ou Ciência da Computação deve escrever seus códigos e projetos de sistemas de forma clara, de forma que outros profissionais envolvidos compreendam o conteúdo sem dificuldades. A comunicação, verbal e escrita, é fundamental para o mercado de trabalho.

Duda descobriu seu poder de argumentação. Sua forma de apresentar ideias nos grupos de trabalho e suas colocações para os professores durante as aulas chamavam a atenção de todos.

Ela também percebeu que tinha habilidades para apuração de dados muito bem desenvolvidas e que aquilo seria muito útil na construção de suas futuras defesas como advogada — assim como conseguiu direcionar sua empatia para entender a perspectiva e os problemas dos outros.

A construção de um futuro promissor e de uma carreira sólida

A faculdade não é só a continuidade do ensino. Pensando no mercado de trabalho, ela é um dos requisitos mais comuns para as melhores vagas e oportunidades de emprego.

Isso acontece não apenas porque profissões como a do advogado são regulamentadas, mas porque o conteúdo aprendido, as experiências e os relacionamentos formados durante a graduação podem garantir uma carreira sólida para os universitários.

A começar pelo contato com profissionais que já atuam no mercado, o ambiente universitário é ótimo para construir networking e até para abrir oportunidades para conseguir estágios, por exemplo. Além disso, a credibilidade da faculdade é um fator de peso para a contratação em algumas empresas. Isso significa que ser bom aluno em uma instituição de ensino também é relevante nos recrutamentos.

Duda percebeu que, gradualmente, sua inexperiência ia perdendo espaço para as vivências nos estágios, os trabalhos curriculares propostos pela faculdade, as palestras e os eventos que participava. A Dra. Maria Eduarda se fortalecia e demonstrava algumas predileções que garantiriam um futuro promissor.

Ela escolheu investir na área de Direito Tributário, e com um estágio em um dos escritórios mais famosos de Curitiba indicado por seu professor, começou a trilhar sua carreira de sucesso.

A sonhada estabilidade financeira

Com o estágio, é claro, veio sua primeira remuneração. Ainda que pequena, foi uma ótima oportunidade para a Duda aprender a fazer sua gestão financeira e até mesmo dedicar parte dos seus ganhos para reinvestir em conhecimento.

Depois de passar na prova da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), a Dra. Maria Eduarda foi efetivada no escritório que trabalhava com um salário inicial muito maior do que o de alguns amigos que decidiram não fazer faculdade.

Eles até começaram a trabalhar antes, mas em compensação, com a graduação e suas experiências, a agora Dra. Maria Eduarda tinha melhores chances, remunerações e principalmente oportunidades para trabalhar com algo que realmente amava.

Algumas das melhores memórias que se pode guardar

Duda lembra até hoje do dia da sua formatura, quando ela entoou o Juramento de Direito na cerimônia de colação da UniCesumar. Se antes ela se considerava tímida e imatura, agora transbordava segurança e desenvoltura. Todos olhavam e admiravam aquela "pequena notável" falando honrosamente cada palavra do discurso.

No meio da multidão, a Duda só conseguia enxergar uma pessoa: a tia Wanda. Ela estava lá, de pé, com os olhos cheios de lágrimas e um sorriso que nunca acabava. Aquela mulher, que sempre dizia que a Duda teria um futuro promissor, não precisou falar nada naquele dia.

As duas se abraçaram novamente como naquele dia antes do início da faculdade, e a tia Wanda disse com a voz embargada de emoção: “Para o mundo, agora você é a Dra. Maria Eduarda, mas para mim, será sempre a minha Duda”.

Histórias como essa realmente acontecem na UniCesumar e nos enchem de orgulho. Ver pessoas se transformando pela educação é inspirador, além de transmitir a certeza de um bom trabalho como Instituição de Ensino.

Quer inspirar alguém a ir em busca de um futuro promissor? Compartilhe este conteúdo nas redes sociais, marque seus amigos e suas tias, é claro!

COMPARTILHE:
POSTS RELACIONADOS

    Nova call to action

    Call to action | eBook |  Saiba que curso na área de Humanas deve ser a sua escolha de graduação

    Nova call to action

    Nova call to action

    Nova call to action

    Teste de Orientação Profissional - Foca na Carreira

    Guia-do-profissional-de-agronomia

    [E-BOOK] Como escolher uma profissão? DOWNLOAD GRÁTIS

    Nova call to action