<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=344581662787026&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
logo_unicesumar_horizontal_original
INSCREVA-SE NO VESTIBULAR

•   Início Ciência de Dados / graduação em ciências de dados



Estamos vivendo a Era da Informação, que recebe esse nome, justamente, devido à quantidade surpreendente de dados que circulam a todo momento e que nós podemos acessar. Devido ao volume massivo, somente a tecnologia dá conta de armazenar, coletar e organizar tudo isso.

No entanto, os dados não falam por si mesmos: eles só têm valor quando são utilizados e analisados com determinados objetivos. É aí que entra o cientista de dados, profissional que está até na lista do LinkedIn de empregos em alta em 2021 ("Top 15 In-Demand Jobs in 2021").

O cientista de dados é aquele especialista que sabe de tudo um pouco e tem uma visão ampla, que manda muito bem com a tecnologia, mas nunca perde o foco do mundo real lá fora. Isso porque ele utiliza os dados para criar soluções de negócios e ajudar uma organização a se desenvolver. Combina com você?

Neste texto, vamos falar da graduação em Ciência de Dados. Continue a leitura e entenda por que essa área está com tudo!

A graduação em Ciência de Dados

Os dados são quaisquer valores agrupados, organizados e armazenados. Por exemplo, nomes de clientes, números do mercado, taxas de vendas etc. Com os avanços tecnológicos, o acesso à internet e aos sistemas informatizados levou as empresas a acumular montanhas dessas informações.

Esse volume massivo de dados é um tesouro de grande valor em estratégias de negócios. Porém, para isso, é preciso que alguém pense nas melhores maneiras de trabalhar com eles, faça análises apuradas e dê sentido a eles.

É justamente do cientista de dados que estamos falando! Por meio de um curso superior de tecnologia, com duração de dois a três 3 anos, o estudante sai da faculdade altamente capacitado para lidar com:

  • algoritmos e programação;
  • sistemas de informação;
  • bancos extensos de dados (Big Data);
  • Inteligência Artificial (IA);
  • estatística avançada;
  • modelos de negócios;
  • conhecimento de mercado.

Já dá para ver que essa profissão é "diferentona" em relação a outras na área de tecnologia, não é? Seu grande diferencial é a multidisciplinaridade: podemos dizer que é um pouco de Exatas, parte de Humanas e um pouco de Sociais Aplicadas.

Afinal, o profissional precisa entender muito de computação e ser um excelente estatístico, mas também, deve saber como utilizar esses conhecimentos para bolar estratégias de negócios e favorecer tomadas de decisão acertadas. Dessa forma, contribui com o Business Intelligence (BI).

Então, podemos dizer que o curso de Ciência de Dados tem um pouco de Tecnologia da Informação (TI) e outro de Big Data. Porém, mais do que lidar com os dados, aqui, o foco é utilizá-los para encontrar soluções sofisticadas e transformá-las em valor para as organizações.

As principais matérias do curso

Se você não se preocupa só com a vida profissional lá na frente, mas também, quer saber o que esperar da faculdade, vale a pena conhecer a estrutura do curso! Basicamente, a graduação em Ciência de Dados tem quatro eixos, cada um responsável pelas várias facetas desse profissional multidisciplinar. Olha só:

  • cálculo e estatística — com as matérias de base da área de tecnologia, incluindo Cálculo, Álgebra Linear e Probabilidade, além de Estatística Avançada;
  • bancos de dados — em que o estudante aprende tudo o que precisa sobre os sistemas de armazenamento de informações digitais;
  • programação — que envolve conhecimentos sobre algoritmos, Inteligência Artificial, aprendizado de máquinas etc.;
  • modelos de negócios — em que o futuro profissional desenvolve seu conhecimento de mercado, aprende sobre Marketing, Empreendedorismo, Gestão de Projetos, Economia etc.

As possibilidades de atuação

Imagine uma profissão que, daqui a pouco, vai ser obrigatória em todos os lugares? Pois bem, é a do cientista de dados! No levantamento do LinkedIn dos Top 15 empregos em alta que citamos, a Ciência de Dados aparece com um crescimento de 46% na oferta de empregos desde 2019 — e a tendência é continuar nesse ritmo, viu?

Pelo andar da carruagem, o número de dados à disposição das organizações só aumentará. Como já há a procura por especialistas em analisá-los e transformá-los em soluções, a tendência é que cada vez mais as empresas recorram a essa possibilidade para manter seu diferencial competitivo ou para melhorar a qualidade de seus produtos e serviços.

Assim, o cientista de dados é relevante em qualquer setor do mercado de trabalho, podendo atuar em indústrias, comércio, bancos, escolas e universidades, hospitais, clubes esportivos, empresas de transporte e logística, aviação e muito mais! No dia a dia de trabalho, o profissional pode:

  • organizar e limpar bancos de dados;
  • desenvolver hipótese sobre o comportamento desses dados;
  • criar modelos estatísticos para testar suas hipóteses;
  • usar seus resultados para explicar ou prever efeitos;
  • elaborar soluções criativas para os negócios.

Os motivos para ser cientista de dados

Se você ainda tem dúvidas se vale a pena estudar para o vestibular e entrar no curso de Ciências de Dados, veja só um resumo da ópera!

Setor em alta

Apesar do aumento significativo na procura por cientistas de dados, a mão de obra ainda é escassa e as empresas têm dificuldade de encontrar profissionais com ensino superior na área. Por isso, é o momento certo de se formar nessa graduação e aproveitar as oportunidades de um mercado em ascensão!

Boa média salarial

De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged), compilados no portal Salário, a faixa salarial do cientista de dados fica entre R$6 mil e R$13,7 mil, com média de R$6,7 mil para jornadas de 40 horas semanais.

Grande desenvolvimento de habilidades

A graduação em Ciência de Dados oferece a oportunidade de desenvolvimento profissional e pessoal para além do currículo. Isso porque, por se tratar de uma área multidisciplinar e muito inovadora, competências e habilidades como o bom relacionamento interpessoal, a criatividade, a capacidade comunicativa e a colaboração são estimuladas.

Enfim, como você viu, essa é uma excelente escolha de carreira! Por isso, não deixe de contar com uma faculdade que garanta seu ótimo preparo e inserção no mercado. Por isso, faça a graduação em Ciência de Dados aqui na Unicesumar!

É fácil: inscreva-se no vestibular da Uni e não marque bobeira!

COMPARTILHE:
POSTS RELACIONADOS
    New call-to-action
    New call-to-action
    planejamento financeiro

    Nova call to action

    Nova call to action

    Nova call to action

    Nova call to action

    Teste de Orientação Profissional - Foca na Carreira

    Guia-do-profissional-de-agronomia

    [E-BOOK] Como escolher uma profissão? DOWNLOAD GRÁTIS

    Nova call to action