<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=344581662787026&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
logo-topo-blog-1
INSCREVA-SE NO VESTIBULAR

•   Início Exatas



 Tags: Exatas

Escolher uma profissão depende de vários fatores. Não é só uma questão de paixão e afinidade, mas também de ter as competências necessárias para seguir aquela carreira. É por isso que hoje vamos revelar quais as habilidades para cursar Arquitetura são recomendadas.

Vale lembrar que ninguém precisa ser um expert em todas elas. Se fosse assim, não era preciso fazer faculdade, concorda? No entanto, saber o que o curso e a profissão esperam de você antes mesmo de iniciar a graduação é um ótimo negócio, assim você pode começar a se preparar desde já! Então fique ligado no nosso texto e confira mais sobre cada uma delas!

Saber desenhar

Não dá para falar em habilidades para cursar arquitetura sem mencionar a arte de desenhar. Afinal, a principal atividade do arquiteto é justamente elaborar projetos, por meio de desenhos manuais e gráficos — ou seja, feitos pelo computador.

Por isso, é preciso saber pelo menos o básico dessa arte e, assim, colocar as ideias no papel. Até porque eles devem ser expostas de forma bem nítida aos clientes e, quanto mais próximo da realidade, melhor.

Mas se logo de cara você já ficou desanimado, pode erguer essa cabeça! Essa é uma habilidade que pode ser facilmente aprendida e aprimorada durante a graduação, já que você aprenderá técnicas voltadas especialmente para a Arquitetura. Além disso, nada impede que você comece desde já a assistir a tutoriais e ir treinando — ou até mesmo procurar por algumas aulas particulares.

Ter afinidade com as ciências exatas

A matemática também faz parte da rotina de um arquiteto e está diretamente ligada aos projetos que mencionamos no tópico anterior. Ao criar o rascunho dos seus projetos, você deve se basear em noções de escalas e proporções se quiser que seus desenhos sejam realistas.

Se você tem certa facilidade com cálculos e fórmulas, provavelmente não vai ter muitos problemas. Mas se ciências exatas não é exatamente a sua praia, também não há muito com o que se preocupar, já que as próprias disciplinas mostram que isso não é um bicho de sete cabeças.

Algumas horas de estudo e dedicação podem resolver esse pequeno problema. Além disso, você pode treinar o raciocínio lógico e estratégico utilizando jogos, como os de memória, tabuleiro e até mesmo os tradicionais puzzles disponíveis para smartphones. Vale lembrar também que na faculdade você pode usar a calculadora, o que já é uma mão na roda!

Ser criativo

Um bom arquiteto precisa ser criativo o tempo todo, já que é para isso que são contratados. Do contrário, os próprios clientes poderiam desenhar as suas casas, concorda? Por isso, os projetos apresentados devem ser originais e encantadores.

O próprio mercado de trabalho valoriza essa competência — e não só na arquitetura, diga-se de passagem. Para despertar essa habilidade, é preciso buscar por referências culturais. Livros, filmes, teatros e museus são ótimas fontes de inspiração.

Acompanhar as tendências do mercado

Seja qual for a profissão que você escolher para firmar uma carreira, acompanhar as tendências do mercado é uma obrigação para ter sucesso. No caso da arquitetura, a habilidade exige uma constante preocupação em conhecer estilos e conceitos de arte para que os projetos sejam realmente diferenciados e atrativos.

Ser capaz de observar o que há de novo no mercado (e gostar de fazer isso) é algo que pode ser desenvolvido durante a graduação — e, muitas vezes, acontece naturalmente. Conforme você estuda e aumenta o conhecimento, sua visão vai sendo ampliada assim como a bagagem cultural. Quando menos perceber, vai incluir referências estéticas em seus materiais e ir delineando seu estilo.

Meio ambiente e sustentabilidade

Falando em tendência, outra questão que precisa ser observada e bem trabalhada é a sustentabilidade. Existe uma preocupação real e cada vez mais presente com o meio ambiente.

Se você parar para observar, vai perceber que os jardins suspensos e verticais são matérias frequentes nas revistas especializadas em Arquitetura e Urbanismo. Além disso, há muitos estudos sobre a mobilidade urbana, com o objetivo de diminuir a poluição causada pelos meios de transporte. Todas essas são atividades que podem ser atribuídas aos arquitetos.

Portanto, é preciso estar ligado nos princípios sustentáveis e nas formas de trabalho que possam interferir o mínimo possível na natureza, beleza?

Prestar atenção aos detalhes

Outra característica marcante dos arquitetos é a capacidade em ser detalhista e cuidadoso, já que a elaboração e execução de bom projeto exige muita atenção para que tudo saia conforme o desejado.

Nesse sentido, o recomendado é que o estudante treine seu olhar para os detalhes de um desenho desde a graduação. Se você incorporar essa prática em seu cotidiano desde já, possivelmente será um mestre da observação analítica antes mesmo da formatura!

Ser observador, atencioso e detalhista também colabora para uma atuação próxima ao perfeccionismo. Se muitas vezes essa característica é apontada como um defeito, na Arquitetura isso não acontece. Quanto mais caprichoso for o profissional, a tendência é que tanto a execução dos projetos sejam exemplares, fazendo com que o seu nome seja altamente recomendado na área.

Ser organizado

Um arquiteto trabalha com prazos e a faculdade também é cheio deles, seja para concluir trabalhos, maquetes ou projetos. Uma boa instituição está preocupada em ensinar a teoria e a prática. Portanto, prepare-se para colocar a mão na massa — com data e horário para finalizar as atividades, é claro!

Se você não se considera muito organizado, é bom já se habituar a utilizar uma agenda para administrar o tempo. Pode ser as tradicionais ou ferramentas mais moderninhas. Dê uma passeada pela loja de aplicativos no seu smartphone: lá, você encontrará a opção ideal para você!

Além de todos esses itens citados ao longo deste artigo, aproveite a faculdade para desenvolver o espírito de equipe. Busque por cursos extras ou livros que ajudem a despertar habilidades em negociação. Aprimorar a comunicação também é uma ótima pedida. Essas aptidões são muito bem-vindas para qualquer profissional!

Desapegue da ideia de que é preciso ter um dom para artes se quiser se tornar um arquiteto! As habilidades para cursar arquitetura descritas neste texto podem ser facilmente aprendidas por qualquer pessoa, basta ter dedicação e força de vontade, beleza?

A Uni oferece o curso de Arquitetura e Urbanismo com um corpo docente espetacular! Entre em contato conosco e descubra porque nossa estrutura faz toda a diferença na sua formação como arquiteto.

COMPARTILHE:
POSTS RELACIONADOS

    Nova call to action

    Call to action | eBook |  Saiba que curso na área de Humanas deve ser a sua escolha de graduação

    Nova call to action

    Nova call to action

    Nova call to action

    Teste de Orientação Profissional - Foca na Carreira

    Guia-do-profissional-de-agronomia

    [E-BOOK] Como escolher uma profissão? DOWNLOAD GRÁTIS

    Nova call to action