<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=344581662787026&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
logo-topo-blog-1
INSCREVA-SE NO VESTIBULAR

•   Início Dicas de Carreira



Você sabe o que um engenheiro agrônomo faz? Não se preocupe, você vai descobrir agora! O mercado de trabalho em Agronomia é amplo, oferecendo oportunidades que talvez você nem consiga imaginar agora. Esse profissional não precisa atuar apenas no campo, orientando agricultores e realizando pesquisas para promover melhorias nas plantações.

Nessa atividade, o profissional é responsável pela orientação, planejamento e execução dos trabalhos relacionados à agropecuária. Todavia, ele pode ir além e unir conhecimento e habilidades para atuar na área de vendas em diferentes empresas. Já imaginou?

Por esse motivo, quem se interessa pela área precisa conhecer mais sobre o mercado de trabalho em Agronomia, identificar quais são as regiões com as melhores oportunidades e aperfeiçoar as suas características interpessoais.

O agronegócio foi o principal responsável pelo crescimento do PIB brasileiro em 2017, e a agricultura é a grande encarregada por essa performance. Como o Brasil exporta muitas commodities, aí está uma das melhores oportunidades para o agrônomo. E boas notícias: a expectativa é que o setor continue em crescimento nos próximos anos.

Como já deu para perceber até aqui, as possibilidades de atuação são diversas! É possível trabalhar em órgãos do governo, em grandes empresas, em propriedades rurais e em indústrias de alimentos, adubos, sementes e equipamentos. Mas chega de spoilers!

Para saber mais sobre o mercado de trabalho em Agronomia, continue com a gente!

Principais especialidades da área

O agrônomo (também conhecido como engenheiro agrônomo) pode trabalhar em todas as etapas de produção e comercialização dos produtos do agronegócio. Ele é responsável por acompanhar o plantio, o armazenamento e a distribuição dos itens.

No caso dos animais, o profissional faz o controle da reprodução, das doenças e do abate. As principais especialidades da área são:

  • Agribusiness: pesquisar e orientar o uso de agrotóxicos, fertilizantes e rações, além de acompanhar a safra desde o plantio até a comercialização;
  • Agroecologia: pesquisar meios de manter e elevar a fertilidade dos solos, além de zelar pelo bom uso da água, terra, fauna e flora;
  • Agrogeologia: analisar a constituição do solo para propor as melhores opções de manejo da agricultura;
  • Agrografia: realizar a descrição das áreas destinadas ao plantio;
  • Agroquímica: estudar sobre os produtos químicos utilizados na lavoura, realizar análises e prevenções para manter a saúde dos trabalhadores e a produtividade no campo;
  • Defesa sanitária: atuar no combate às pragas e na prevenção de doenças da lavoura;
  • Engenharia rural: supervisionar a construção de instalações rurais, como sistemas de irrigação e drenagem e no nivelamento do solo;
  • Fitotecnia: controlar o uso de sementes, defensivos agrícolas e adubos, além de buscar formas de prevenir doenças e pragas;
  • Silvicultura: estudar os métodos mais adequados para regenerar áreas florestais. Área responsável por avaliar a botânica das espécies, identificar e indicar o uso mais adequado das madeiras;
  • Zootecnia: cuidar da alimentação, reprodução, saúde e adaptação ao meio do rebanho.

Habilidades necessárias para atuar na área

Quem deseja entrar no mercado de trabalho em Agronomia precisa ter algumas habilidades características dessa profissão. Muitas delas são desenvolvidas durante a faculdade e podem ser aperfeiçoadas ao longo da vida. Veja só!

Consciência ecológica

O profissional precisa valorizar o meio em que vive, principalmente porque é dele que retira o seu sustento. Por isso, é muito importante ter uma consciência ecológica e saber aliar o desenvolvimento à sustentabilidade.

Espírito empreendedor

O empreendedorismo também é uma habilidade necessária para quem deseja entrar no mercado de trabalho em Agronomia. Isso porque o profissional precisa ter capacidade de planejar a atividade, avaliar a situação econômica da empresa em que atua e propor as melhores soluções viáveis.

Visão crítica

Também é muito bem avaliado o jovem com espírito crítico e mente criativa, pois ele consegue fazer um diagnóstico da área e resolver problemas de forma inteligente.

Raciocínio lógico

Outra característica imprescindível para quem é da área de Agronomia é o raciocínio lógico e habilidade com números. A vida acadêmica reserva muitas disciplinas de Matemática, Química e Biologia — e, por isso, é muito importante ter certa habilidade com essas áreas.

Facilidade para lidar com pessoas

Dependendo da atividade que o profissional exercer, a empatia e a facilidade de comunicação podem ser essenciais. Isso porque vendedores agrônomos precisam saber utilizar os argumentos corretos para convencer o outro a comprar.

Já quem vai atuar no campo também necessita, muitas vezes, convencer o proprietário da área a realizar mudanças no solo ou na forma de plantar para ter melhores resultados.

Oportunidades no mercado de trabalho em Agronomia

Para trabalhar como engenheiro agrônomo, você precisará concluir a graduação em Engenharia Agronômica ou ter o diploma de bacharel em Agronomia. Depois, é necessário se registrar no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do seu estado.

Devido à abrangência de sua formação e o aumento das fronteiras agrícolas no país, o campo de trabalho desse profissional é vasto. É possível atuar em órgãos públicos e em empresas ligadas à pesquisa ou como consultor técnico autônomo, diretamente junto aos produtores rurais.

Além disso, o engenheiro agrônomo pode trabalhar em companhias e setores ligados à cadeia produtiva agrícola, como empresas relacionadas com comercialização e transformação de produtos agropecuários ou com a fabricação e venda de insumos rurais.

Vamos conhecer melhor como funcionam essas possibilidades de atuação?

Iniciativa privada

Em empresas particulares, a principal possibilidade de trabalho é com a administração de propriedades rurais. O engenheiro agrônomo pode desempenhar essa função em diversos locais, como granjas, fazendas e abatedouros, coordenando todas as etapas da produção animal e vegetal.

Dentre as atividades básicas, estão:

  • manejar o solo;
  • combater as pragas;
  • usar defensivos agrícolas;
  • processar os produtos agropecuários;
  • participar da produção animal e vegetal;
  • fazer a administração rural;
  • mecanizar os processos;
  • realizar a nutrição animal e o melhoramento genético.

Serviço público e terceiro setor

O setor público também oferece boas oportunidades para os agrônomos. Se optar por essa opção, você poderá atuar no processo de empréstimo de crédito rural para produtores, por exemplo. Outras possibilidades são as organizações não governamentais, cooperativas e instituições do governo, como secretarias municipais ou estaduais e o Ministério da Agricultura, atuando principalmente com fiscalização.

Trabalho autônomo

O mercado de trabalho em Agronomia permite que os profissionais tenham seus próprios negócios. Prestar serviços de consultoria é uma vertente importante para quem pretende empreender.

Os produtores rurais podem contratar um autônomo por diversos motivos, como quando precisam de receituário de Agronomia, assistência técnica, assessoria em construções rurais ou serviços de laudos e vistorias de perícia.

Área acadêmica

Se você tem o perfil mais acadêmico e quer trabalhar como pesquisador e professor em universidades, a Agronomia também oferece essa oportunidade. Tanto em instituições públicas quanto em privadas, as faculdades permitem o surgimento de inovações no setor do agronegócio.

Dicas para ingressar na carreira

Como você pôde perceber, o mercado de trabalho está cada vez mais dinâmico e concorrido, mesmo com tantas oportunidades. Por isso, é importante se preparar para enfrentá-lo desde a graduação. Confira essas #DicasdaUni para você ingressar na carreira de Agronomia!

Invista em um bom curso

O primeiro passo para ter um bom começo profissional é fazer uma graduação em uma instituição de ensino que invista em seus estudantes. Para isso, é importante analisar a nota que o curso recebeu do Enade — afinal, ela reflete a qualidade do ensino da universidade.

Também é importante que a instituição tenha uma boa infraestrutura, com laboratórios modernos e completamente equipados. Parcerias para o desenvolvimento de pesquisas científicas também não podem faltar! Isso faz toda diferença e contribui para uma excelente formação, o que garante as melhores oportunidades no mercado de trabalho em Agronomia!

Tenha um bom histórico escolar

Além de ter um curso renomado, é fundamental ter esforço e dedicação durante todo o período da faculdade. Isso faz com que você tenha boas notas no histórico escolar e ainda garante um maior domínio dos conceitos que precisará usar no trabalho diariamente.

Aproveite o estágio para entrar no mercado de trabalho em Agronomia

O estágio é uma etapa importante para qualquer profissional que deseja entrar no mercado de trabalho. É nesse momento que você aprende sobre a profissão na prática, conhece os desafios da carreira, ganha responsabilidade e supera dificuldades.

Além disso, o estágio aumenta a sua rede de contatos. O networking é muito importante para conhecer pessoas que atuam na área e trocar experiências. Isso também é essencial para descobrir em que campo você deseja trabalhar e também pode abrir muitas portas para o mercado de trabalho em Agronomia.

Procure se atualizar constantemente

Quem quer se manter ativo e relevante no mercado do trabalho não pode parar de estudar. O mercado de trabalho em Agronomia está em constante evolução tecnológica, e o profissional precisa acompanhar as novas tendências para conseguir lidar com todas as responsabilidades ao assumir um cargo em uma empresa.

A crescente necessidade de desenvolvimento da produção de alimentos faz com que o mercado de trabalho em Agronomia esteja em constante expansão. Com isso, as inovações tecnológicas demandam profissionais cada vez mais capacitados para realizar pesquisas na área, sempre aliados à preservação ambiental.

O Brasil é muito forte no setor agronômico e existe muito trabalho a ser feito. Portanto, um profissional qualificado é sempre bem-vindo para suprir as necessidades do mercado de trabalho em Agronomia.

Gostou de saber mais sobre o assunto? Aproveite para assinar a nossa newsletter e receba dicas incríveis sobre essa área!

COMPARTILHE:
POSTS RELACIONADOS

    Nova call to action

    Call to action | eBook |  Saiba que curso na área de Humanas deve ser a sua escolha de graduação

    Nova call to action

    Nova call to action

    Nova call to action

    Teste de Orientação Profissional - Foca na Carreira

    Guia-do-profissional-de-agronomia

    [E-BOOK] Como escolher uma profissão? DOWNLOAD GRÁTIS

    Nova call to action