<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=344581662787026&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
logo-topo-blog-1
INSCREVA-SE NO VESTIBULAR

•   Início Motivação



Você, enfim, descobre o curso que deseja fazer na universidade. O primeiro grande passo rumo ao futuro de sucesso está dado! Mas como todo bom desafio, você descobre que a região em que você mora não tem essa oferta que precisa. O que fazer agora? As duas principais opções são deixar o assunto quieto ou mudar de cidade.
É claro que você não vai escolher a primeira, não é mesmo? Muitos jovens passam por essa situação e a boa notícia é que eles sobreviveram a todas as provas desse jogo! Nesse cenário, você pode procurar uma república para dividir o aluguel ou até mesmo morar sozinho.
A opção de viver apenas na sua própria companhia acaba sendo muito estimulante e uma verdadeira aventura. Quer ver só? Então não perca este conteúdo!
Vale a pena morar sozinho durante a faculdade?
A experiência é transformadora: você chega uma pessoa e, após uns anos, torna-se hábil e cheio de novas qualidades. Mas é preciso entender que alguns sacrifícios precisam ser feitos para manter a ordem nas finanças. Inclusive, talvez seja preciso até arrumar um emprego ou estágio para dar conta de tudo.
Morar em república é mais tranquilo financeiramente falando, pois existem duas, três ou mais pessoas dividindo aluguel, energia, água, Internet e afins. Porém, cadê privacidade? Não existe muita e ainda é preciso aprender a dividir geladeira, fogão, banheiro e, em diversos casos, até o quarto.
Se você é o tipo de pessoa que gosta de ficar na sua própria companhia e deu uma leve torcida no nariz enquanto lia esses itens sobre república, está no texto certo — e, até o final, vai entender mais os ganhos e perdas da experiência para ter certeza!
O que eu aprendo com essa experiência?
Todo mundo já sonhou com seu cantinho, decorado do jeito que mais curte, com o som que ama sem ninguém enchendo sua paciência. Mas os ganhos vão muito além dessa liberdade. Veja alguns exemplos!
Ser uma ótima companhia a si mesmo
Sabe aquele dia em que nada dá certo? Chove, você se molha, tira uma nota ruim na prova e ainda quebra um copo sem querer. Não adianta ficar reclamando para si mesmo! Você vai ver que é preciso resolver os problemas para curtir uns momentos de boa na sua companhia.
Aquela ideia de tratar você como cuida do seu melhor amigo será muito interessante nos momentos em que bater a saudade do conforto de viver com os pais. Certamente, você vai valorizar o silêncio para estudar sozinho e o fato de ser dono proprietário do controle remoto!
Ganhar em autoestima
Vamos ser realistas: morar sozinho envolve trocar lâmpadas, tomar banho gelado porque o chuveiro queimou e, eventualmente, enfrentar algumas baratas. Mas ao resolver esses pequenos perrengues do dia a dia, prepare-se para se sentir como o novo integrante dos Vingadores.
A sensação de ser independente é muito poderosa e dá uma ideia de que você é capaz de tudo — fundamental para autoconfiança em processos seletivos, entrevistas de emprego e na vida em geral.
Ter mais jogo de cintura
Pense naquele dia que você quer fazer um almocinho caseiro. Mas aí na dispensa tem arroz, queijo, ovo e nada mais. Como esses três ingredientes, você vai dar conta de fazer o melhor almoço do mundo. Além disso, vai improvisar na decoração e fazer muito com bem pouco.
Virar-se nos 30 é fundamental para ver saídas diversas em qualquer situação complicada. Isso é uma habilidade incrível que o acompanha aonde for!
Como sobreviver morando sozinho na faculdade?
Você já deve imaginar que não vai ser tarefa fácil. Para "perrengue" não virar seu sobrenome, algumas dicas são fundamentais. Atenção aos nossos 10 mandamentos para quem quer morar sozinho!
1. Não acumularás louça suja
Provavelmente, você terá poucas panelas, pratos, copos e talheres. Se todos ficarem sujos, você vai ter que lavar antes de comer (e morrendo de fome). Ou seja, melhor fazer essa tarefa assim que terminar de usar, até pra cozinha ficar mais agradável.
2. Separarás o dinheiro das contas
Aluguel e demais faturas não se pagam sozinhas #AlôGaleraDosBoletos. Você precisa fazer contas e ver o que sobra para poder curtir um passeio com amigos ou comprar algo novo. É realidade que chama! Tenha em mente que a obrigação vem antes da diversão, combinado?
3. Lembrarás que roupas não se lavam sozinhas
Acumular roupa suja em um canto do quarto e, ao sair, lembrar que justo a camiseta que você queria usar está suja com molho de tomate? Ops! Vai ter dias em que o programa da sexta à noite será lavar roupa. O melhor é evitar esse tipo de situação antes que ela o atrapalhe de vez.
4. Entenderás que macarrão instantâneo é banquete
Na preguiça, ele será uma opção muito proveitosa, viu? E quando você se lembrar de que reclamava da comida da sua casa, vai querer muito voltar no tempo e pedir desculpas a sua mãe.
5. Não reclamarás por bobagem
Até porque não vai ter ninguém na sua casa pra ouvir seus lamentos. Além disso, ficar em grupos de WhatsApp enchendo a paciência alheia porque precisa fazer faxina vai tornar você o chato do rolê.
Reclamar não levará você a lugar nenhum e, nesse processo, acaba se tornando uma pessoa mais positiva e prática.
6. Passarás a gostar de comprar amaciante, desinfetante e afins
A casa é sua: então, nada mais divertido do que escolher os cheirinhos que ela terá — até porque, muito provavelmente a faxina será feita por você mesmo. Universitário não tem luxo, não #TrabalhamosComVerdades.
7. Conhecerás papeladas de aluguel
Ir ao cartório reconhecer firma, conseguir fiador, pechinchar valores… A vida de um estudante que mora sozinho é recheada dessas burocracias, mas que também trazem uma boa dose de conhecimento.
8. Descobrirás bons bairros
Você vai entender que morar longe é complicado e pesquisar até encontrar um apê perto de tudo será sua missão de vida. Quando achar, vai gostar de cada detalhe do local, mesmo que seja simples. Luxos relativos, sabe?
9. Poderás se perder muito (mas vai se achar)
Você vai se perder no começo pelo bairro, nas contas, nas tarefas… Mas a melhor parte de se perder é se encontrar. Nesse encontro, você vai se deparar com um novo você, preparado para o que vier!
10. Verás que a casa dos seus pais é o paraíso
Ao voltar nos fins de semana ou de tempos em tempos para ver a família, vai olhar com outros olhos as coisas com as quais implicava. Nada melhor que a distância para dar valor. Pode apostar que a relação com seus pais e irmãos também ficará mais carinhosa.
Você já viu que viver por sua conta é uma experiência transformadora, com aprendizados para a vida toda. Agora, é só definir o curso ideal — não importa em qual cidade. Pode ter certeza de que você está 100% pronto, até porque leu todas as verdades sobre essa escolha!
Morar sozinho na faculdade vai ser sua maior aventura da vida! Que tal compartilhar esse texto nas suas redes sociais para incentivar mais pessoas ou mesmo para dar spoilers sobre seu futuro?

COMPARTILHE:
POSTS RELACIONADOS

    Nova call to action

    Um cabeçalho claro e arrojado

    Nova call to action

    Um cabeçalho claro e arrojado

    Teste de Orientação Profissional - Foca na Carreira

    Guia-do-profissional-de-agronomia

    [E-BOOK] Como escolher uma profissão? DOWNLOAD GRÁTIS

    Nova call to action