<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=344581662787026&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
logo-topo-blog-1
INSCREVA-SE NO VESTIBULAR

•   Início Dicas de estudos



Para quem deseja fazer graduação, mudar de cidade para estudar pode ser uma necessidade, afinal de contas, nem sempre o curso escolhido é ofertado onde o estudante mora, não é mesmo?

Por um lado, a ideia de morar sozinho ou em uma república anima muitas pessoas que estão nessa fase da vida. Por outro, exige que elas abram mão de alguns confortos e fiquem um tempo longe dos amigos e familiares. E o que dizer sobre os boletos e os cuidados com a casa?

Alguém contou para você esses desafios da vida adulta que vêm com a novidade de morar em outra cidade para fazer sua graduação? Então, veja o que esperar dessa experiência e saiba se você está preparado.

Como lidar com a saudade da família?

Uma mudança, especialmente para começar o curso de graduação dos seus sonhos, sempre traz muitas novidades e tarefas que vão ocupar seus primeiros dias na nova cidade.

Mas assim que tudo isso passar, é possível que você sinta saudades dos familiares e amigos. Afinal, eles faziam parte da sua rotina e estavam por perto quando você precisava de alguma ajuda ou da companhia deles.

Esse sentimento é natural, saudável e mostra que as relações de afeto são valiosas para você. No entanto, é preciso cuidar para que ele não tome sua energia ou impeça que você prossiga com o sonho de mudar de cidade para estudar e evoluir na sua vida profissional.

Para isso, crie um planejamento para suas atividades enquanto estiver sozinho na nova cidade, use ferramentas de comunicação, como os aplicativos de videoconferência para manter o contato regular com seus amigos e familiares, e estipule algumas datas para visitá-los quando a saudade bater.

Quais recursos financeiros serão necessários?

A mudança de cidade também envolve despesas além da mensalidade do curso de graduação que você escolheu. Sendo assim, um controle financeiro pessoal pode ser necessário. Alguns desses gastos são com:

  • aluguel do imóvel;
  • contas de consumo, como água, luz e internet;
  • despesas com alimentação;
  • deslocamento até a faculdade.

Algumas despesas podem ser compartilhadas, como no caso de morar em uma república de estudantes, e outras podem ser reduzidas. Se você cozinhar em casa e levar lanches para a faculdade, por exemplo, gastará menos. Já morar perto da unidade permitirá que você possa ir para as aulas caminhando.

Dependendo do curso, você pode conseguir um estágio remunerado ou até mesmo um emprego logo nos primeiros semestres, o que pode ajudar a pagar os custos de estudar em outra cidade.

Como escolher onde e com quem morar?

Como explicamos, morar perto da faculdade pode representar uma economia, mas esse não é o único ponto a ser considerado na hora da escolha.

É preciso avaliar se a região da casa ou do apartamento é segura e se oferece boa estrutura de lojas, farmácias, supermercados e linhas de ônibus para o deslocamento pela cidade.

Além disso, é bom ter a possibilidade de dividir os custos, certo? Nesse sentido, morar com outros estudantes ou alugar um quarto na casa de uma família da cidade pode ser interessante.

Para não ter surpresas, procure conhecer um pouco sobre a pessoa com quem você dividirá o compromisso de ter uma casa sob sua responsabilidade.

Considere por quanto tempo ela ainda vai morar na cidade e, na medida do possível, prefira alguém que tenha o mesmo estilo de vida que o seu, seja um conhecido, seja uma pessoa indicada por alguém de confiança.

O que é preciso para administrar uma casa?

Se você nunca se envolveu nos cuidados da sua casa enquanto morava com seus pais, saiba que é muito provável que se surpreenda com tantas tarefas que precisarão ser feitas para administrar a nova morada.

Além das contas que você dividirá, será preciso compartilhar as responsabilidades de manter a limpeza em dia, fazer pequenas manutenções nos equipamentos, colocar o lixo para fora, fazer a compra de mantimentos, cozinhar, lavar e passa a roupa!

Ufa, tudo isso somado às obrigações do seu curso — que, dependendo do tipo de faculdade que escolher, demandará horas de estágios e de muito estudos. Organizar uma rotina é essencial, certo?

Quantas vezes você poderá visitar a família?

Tantas responsabilidades misturadas aos novos desafios do curso podem fazer com que você se sinta triste ou com altos níveis de ansiedade. Acredite, a depressão na faculdade é mais comum do que se imagina.

Para evitar isso, estar com os familiares e amigos pode ser a fonte perfeita para recarregar as energias. Por isso, programe, sempre que possível, algumas visitas à cidade natal.

A quantidade de vezes que você poderá fazer isso dependerá de fatores como custos, distância e disponibilidade de tempo que terá durante o semestre letivo. No entanto, sempre que puder estar em família, aproveite.

Como será sua disciplina longe dos pais?

Outro ponto que você também precisa considerar será sua disciplina para os estudos e os cuidados com a saúde e alimentação longe dos seus pais.

Ter uma rotina de estudos e cuidar da saúde são questões essenciais para o sucesso do projeto de mudar de cidade para estudar. Por isso, crie um planejamento para conseguir cumprir com seus compromissos.

Qual é a infraestrutura da cidade?

É importante também avaliar pontos como infraestrutura da cidade, saneamento básico, sistema de saúde, transporte básico e quais serviços estão disponíveis e são indispensáveis para suas necessidades.

Se você faz um tratamento regular com alguma especialidade médica, por exemplo, é preciso analisar quais são as opções na cidade para uma situação emergencial ou dar continuidade a ele.

A faculdade escolhida é reconhecida?

Por último, mas muito importante: a escolha da faculdade. Mudar de cidade para estudar é uma decisão que envolve investimentos e muitas adaptações. Para valer todo esse esforço, é preciso que o curso seja valioso para sua carreira.

Considere a qualidade do ensino da faculdade, a infraestrutura da instituição, a grade curricular do curso, se o corpo docente tem experiência de mercado e acadêmica, entre outros benefícios que ela oferece — como o InspiraSpace, criado pela Uni.

Para tomar a decisão de mudar de cidade para estudar, faça uma lista dos ganhos que terá e dos desafios que enfrentará. Isso vai contribuir para sua escolha e ajudar na hora de criar um plano de ação para a realização do seu sonho.

Essas informações motivaram você a seguir em frente? Que ta conferir o nosso infográfico sobre qual profissão seguir?

COMPARTILHE:
POSTS RELACIONADOS

    Nova call to action

    Call to action | eBook |  Saiba que curso na área de Humanas deve ser a sua escolha de graduação

    Nova call to action

    Nova call to action

    Nova call to action

    Teste de Orientação Profissional - Foca na Carreira

    Guia-do-profissional-de-agronomia

    [E-BOOK] Como escolher uma profissão? DOWNLOAD GRÁTIS

    Nova call to action