<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=344581662787026&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
logo-topo-blog-1
INSCREVA-SE NO VESTIBULAR

•   Início Dicas de carreira



Vamos lá, diga sim ou não para as frases a seguir. Apresentar trabalho faz você tropeçar nas palavras? Você se esconde atrás do amigo quando o professor faz pergunta em sala de aula? Conversar com desconhecidos é algo que jamais faria na vida? Se respondeu sim para todas ou mais de uma dessas questões, temos uma notícia: o nervosismo ao falar em público pegou você de jeito.

Mas isso não é uma condição que vai seguir imutável para o resto dos seus dias. Muito pelo contrário. Ao final desse texto, você vai ver que dá para superar essa sensação de que seu rosto está queimando de vergonha. Basta colocar todas as dicas em prática e se esforçar um pouquinho. Vamos lá?

Por que o nervosismo ao falar em público é tão comum?

O ser humano é cheio de medos e isso é totalmente normal — aliás, glossofobia é o nome desse medo específico. A questão quanto a esse sentimento é que ele não pode travar suas atitudes. Deixar de fazer algo não é nada saudável e vai impedir você de muita experiência incrível. Então, hora de entender por que sentimos esse pavor e o famoso “onde posso me esconder dessa enrascada?” — veja no que podemos colocar a culpa!

O seu cérebro

Mas não o seu especificamente, o das pessoas no geral. É que, ao ter que falar em público, você manda a mensagem de “perigo!” ao cérebro e ele induz a produção de adrenalina, um hormônio capaz de fazer seu coração palpitar e deixar você em alerta para fugir dessa situação.

É por isso que chegamos a suar, temos calafrios e mal raciocinamos, com o coração indo parar na boca. Essas são reações bem parecidas com a que nossos ancestrais tinham quando se viam de frente para um animal gigante na floresta, inclusive.

O medo de virar o assunto da galera

Falar em público significa ser ouvido por várias pessoas — incluindo seus amigos e o resto da galera que estuda em sua sala. Isso significa que, se você disser qualquer coisa estranha, vai virar alvo de piadinhas e brincadeiras.

Muitas vezes, essa sensação é causada por uma lembrança de um fato parecido e que até hoje não foi superado. Por isso, você treme na base toda vez que precisa falar algo para mais de cinco pessoas. Vale lembrar que temos a necessidade de pertencer a um grupo — somos seres sociais, afinal! Dessa maneira, o medo de ser excluído pode acompanhar seus dias até se encher de autoconfiança.

O pânico de pagar mico

O nervosismo ao falar em público é uma característica clássica dos tímidos, que acham que todo mundo está esperando o momento exato de essa pessoa fazer bobagem. Mas saiba que não tem nada a ver.

Uma frase do escritos do escritor Luís Fernando Veríssimo vai ser útil demais nesse sentido: “tente se convencer de que você não é o alvo de todos os olhares e de todas as expectativas de vexame quando entra em qualquer recinto” — ele conta em uma crônica chamada Carta Aos Tímidos. Fala sério: dá vontade até de pintar essa frase na parede do quarto, não?

Vamos à ação contra esse medo?

Entenda que o terror de falar para muitas pessoas não vai sumir assim do nada. Algumas ações e força de vontade são essenciais nesse processo. Basta seguir as dicas a seguir!

1. Pratique sozinho ou em família

Comece falando para o espelho e entendendo em quais momentos seu desespero aumenta. Pense no seu roteiro e fale. Depois, repita quantas vezes for necessário. Quando sentir uma pitada de segurança, chame seus pais ou irmãos e faça-os de plateia. Abrace as críticas e procure ver no que você pode evoluir.

2. Faça atividades que ajudem contra a timidez

O teatro é uma delas, assim como esportes coletivos. Para se dar bem com eles, você precisa se comunicar para que a prática evolua — e, normalmente, isso é feito no meio de gente estranha. Tanto o teatro quanto a atividade física ainda provocam um fortalecimento da sua autoestima, detalhe que a longo prazo vai encher você de coragem.

3. Entenda realmente o que vai falar

Toda vez que sentir a necessidade de falar, pense antes nas palavras, no conteúdo e até pesquise informação, se precisar. A ideia aqui é ganhar confiança para falar mais tranquilamente. 

Por exemplo, em uma apresentação de trabalho: você fez o que foi pedido, então, sabe que é a melhor pessoa para expor esses detalhes. Porém, para não ter erro, rascunhe o que deseja dizer. Já em uma entrevista de emprego, ninguém melhor que você para saber das suas qualidades, — só pense nelas antes. Preparação é tudo!

4. Lembre-se de respirar

É comum que alguém tímido resolva falar muito rápido para acabar logo com a história. Mas, com isso, ninguém entende nada, porque não há pausas. Respire fundo antes, durante e depois. Faça pequenas paradas entre as frases, olhe para o rosto das pessoas e volte a conversar. A respiração faz toda a diferença.

5. Use sua objetividade

Se você não sabe como sustentar uma história longa, coloque seu poder de síntese para funcionar e diga somente o que precisa. Novamente: começo, meio e fim. Dessa maneira, fica bem mais simples e você não corre o risco de se perder na sua própria história.

6. Treine e grave sua tentativa

Lembra da dica de falar sozinho no quarto? Aproveite e coloque seu celular pra gravar — pode ser só o áudio. Depois, ouça e sinta o que dá para melhorar. Mas lembre-se de ser seu amigo nessa hora: não ache tudo horrível e não se odeie por isso. Acredite que você está no processo para melhorar! Falar bem em público não acontece do dia para a noite.

7. Pense sobre sua postura

Peito para frente, nada de ficar encurvado querendo se esconder do mundo. A cabeça deve ficar levemente inclinada para cima — olhar só para baixo não vai ajudar em nada. Uma postura correta ajuda as pessoas a se interessarem pelo que tem a falar.

8. Avise que a ansiedade bateu

Criar uma sensação de empatia com a galera pode ser útil. Por isso, não há vergonha nenhuma em assumir sua ansiedade. Tudo já fica mais simples ao primeiro sorriso de concordância de quem está ouvindo o que tem pra dizer.

Quer saber uma verdade? O nervosismo ao falar em público vai atacar todo mundo em algum momento — seja no colégio, entre amigos, no trabalho ou tantas outras situações. Por isso, respire fundo e, com todas as dicas que já demos, essa pequena batalha vai ser vencida. Conforme você acumula experiências, vai chegar o ponto em que até se esquece dessa ansiedade!

Conseguiu se convencer de que falar em público não é tão complicado assim? Então, hora de baixar este e-book para saber como sobreviver ao Ensino Médio!

COMPARTILHE:
POSTS RELACIONADOS

    Nova call to action

    Um cabeçalho claro e arrojado

    Teste de Orientação Profissional - Foca na Carreira

    Guia-do-profissional-de-agronomia

    [E-BOOK] Como escolher uma profissão? DOWNLOAD GRÁTIS

    Nova call to action