<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=344581662787026&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
Blog da UniCesumar
VESTIBULAR UNICESUMAR

•   Início Dicas de carreira



A medicina é um dos cursos de graduação mais tradicionais e concorridos no Brasil e no mundo. Todos os anos, as universidades recebem milhares de inscritos em busca da realização desse sonho. Provavelmente você conhece alguém que já tentou ou ainda tenta a aprovação, não é mesmo?

Apesar do sonho, muitos acabam desistindo devido aos obstáculos encontrados ao longo do caminho. Afinal, as dificuldades podem ir além da alta concorrência e dedicação exigida aos estudos.

Você se identifica com essas situações? Então veio ao lugar certo! No post de hoje, vamos mostrar o porquê de não desistir desse objetivo. Confira 5 mitos e verdades da profissão e comece a jornada rumo ao diploma!

Por que fazer medicina?

É uma profissão que pode ser encarada tranquilamente quando a ideia é escolher uma formação por amor, retorno financeiro e chances de empregabilidade. De acordo com o Conselho Federal de Medicina, mais de 98% dos médicos estão em atividade atualmente.

Os campos de atuação são amplos. Podemos citar:

  • clínicas próprias;
  • setor público, SUS, Programa Saúde da Família;
  • planos de saúde;
  • hospitais privados;
  • docência.

A medicina desperta o interesse de milhares de pessoas e, felizmente, o mercado é capaz de absorver todos esses profissionais. A demanda por médicos ainda é bastante forte em nosso país. Regiões carente ou até mesmo centros maiores que precisam de determinados especialista estão aptos a receber médicos, aguardando os interessados de braços abertos. Boa notícia, não é mesmo?

Além disso, o perfil humanista não pode ser descartado. Aqueles que estão preocupados em atuar em um campo que busca promover a solidariedade, dedicação e fazer a diferença, não devem pensar duas vezes antes de optar por essa formação.

Imagine descobrir um novo tratamento para uma doença bastante séria? Trabalhar na composição de uma vacina ou até mesmo? Promover a cura de uma enfermidade? Tudo isso é possível nessa profissão.

É mito ou verdade?

Se você sonha em cursar medicina, mas tem algumas ressalvas a respeito da profissão, preparamos uma listinha com 5 mitos e verdades sobre um dos cursos mais concorridos do mundo. Confira!

1. Você usa cadáveres humanos nas aulas

giphy

Mito! Não é preciso necessariamente utilizar cadáveres conservados para análise e práticas que compreendem a anatomia humana, e a UniCesumar é um exemplo disso.

Na Uni, o estudante utiliza equipamentos de alta tecnologia que simulam o corpo humano, promovendo um ensino altamente qualificado. No Laboratório de Simulação Clínica e Habilidades, mais conhecido como Simulab, os alunos podem praticar por meio de manequins de máxima fidelidade.

Há bonecos destinados à aquisição de habilidades profissionais básicas, uso de equipamentos médicos e situações de emergência em adultos, crianças, bebês e gestantes. A semelhança com um corpo humano real é tanta que um grupo de médicos de Maringá utilizou o Simulab para uma capacitação sobre morte encefálica. Não é demais?

2. A vida social termina no momento em que você decide cursar medicina

giphy

Mito! O período de preparação para o vestibular é bastante agitado, geralmente com foco somente nos livros e resumos. Devido a alta concorrência, é necessário ter uma rotina bastante rígida para mergulhar nos estudos. Da mesma forma, a faculdade pode ser um período bastante agitado, e a vida profissional após a formatura também.

Mas isso não quer dizer que você vai precisar dar adeus aos amigos, trancar-se no quarto e só sair quando extremamente necessário. Nesse momento de tensão antes das provas, é até recomendado tirar um tempo para cuidar da saúde física e mental. Só assim vai ser possível passar por essas provações com tranquilidade.

A graduação é agitada como qualquer outra. Porém, também há espaço para a socialização. Muitas universidades têm atléticas de medicina, responsáveis por organizar eventos de integração e desportivos para os acadêmicos, interagindo com grupos de outros locais.

Após a carreira consolidada, a remuneração costuma ser acima da média e um médico tem direito a férias, finais de semanas e folgas, como todo trabalhador. Ou seja, você também vai poder viajar, pegar um cineminha, fazer um churrasco para os amigos e frequentar bons restaurantes.

3. O retorno financeiro demora anos para chegar

giphy

Depende do que você almeja para a sua carreira. Se você deseja ser um profissional específico, vai precisar se dedicar mais alguns aninhos para a residência médica após concluir a graduação.

Contudo, assim que completar os seis anos de curso, você pode se inscrever em programas como o Mais Médicos, que oferece um salário de mais de R$ 10 mil para 2019. Tem também a opção de ser contratado por prefeituras para atuar nos postos de saúde.

4. Entrar é fácil, difícil é sair

giphy

Mito! Na realidade, essa não é uma exclusividade da medicina e há um pouco de exagero na frase. Nenhum curso é impossível de ser concluído, quando há disciplina e dedicação. Além disso, escolhendo a instituição de ensino ideal, o estudante vai ter as ferramentas necessárias para desenvolver suas habilidades, além do amparo e incentivo de professores qualificados.

5. Você vai estudar a vida toda

giphy

Verdade! Seja qual for a especialidade escolhida, você terá que se dedicar a atualizações durante toda a sua carreira. Novas tecnologias, técnicas e pesquisas aparecem frequentemente, destinando a todos nós os melhores tratamentos e a possibilidade de fornecer uma saúde segura a todos os membros de uma sociedade. Não é gratificante?

O que dizem os profissionais?

Drauzio Varella, um dos mais famosos e conceituados médicos do Brasil, publicou um texto falando sobre as mudanças na profissão nos últimos 50 anos. No artigo, ele expõe alguns desafios sociais enfrentados por esses profissionais, mas faz questão de salientar o quão generosa é a atividade médica.

Ser responsável por conceder assistência médica em um país tão grande e desigual quanto o Brasil é uma missão bastante nobre. O Sistema Único de Saúde (SUS) já foi elogiado pelo The New England Journal of Medicine, uma das publicações científicas mais respeitadas do mundo. Além disso, a evolução do SUS só é possível graças à formação de novos profissionais todos os anos.

Recentemente, acompanhamos a polêmica do programa Mais Médicos que, em uma mesma semana, perdeu um grande número de doutores, mas ganhou novos especialistas ávidos por atender e continuar perpetuando o trabalho pontuado pelo Dr. Dráuzio. A UniCesumar orgulha-se de ter adiantado a colação de grau para que esses formandos pudessem se inscrever e participar do programa.

O espírito da medicina é justamente este: um coração aberto para ajudar ao próximo com todo o conhecimento adquirido. Cada aluno é responsável pela construção da história da sua universidade e da profissão como um todo. Como vimos, com dedicação é possível iniciar o curso, conclui-lo com maestria e tornar-se um ótimo profissional!

Gostou do nosso post? Então curta a nossa página no Facebook e tenha acesso a conteúdos como esse. Venha fazer parte da nossa história!

 
COMPARTILHE:
POSTS RELACIONADOS

    Vestibular Agendado UniCesumar - Inscrições Abertas

    TESTE DE ORIENTAÇÃO PROFISSIONAL

    New Call-to-action

    Guia-do-profissional-de-agronomia

    [E-BOOK] Como escolher uma profissão? DOWNLOAD GRÁTIS

    Nova call to action