<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=344581662787026&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
logo-topo-blog-1
INSCREVA-SE NO VESTIBULAR

•   Início Ensino a Distância



A faculdade é mesmo um mundo bem diferente, se comparada aos anos escolares anteriores. A informalidade nas roupas, por exemplo, nos permite mais liberdade e espontaneidade na hora de nos vestir. As aulas costumam ser mais agradáveis, e aquelas brincadeiras bobas de estudantes desinteressados diminuem. Além disso, a relação entre professor e aluno é mais madura, algo que é bastante benéfico durante essa jornada.

O mestre se torna mais que um transmissor de conhecimentos. Ele sai daquela postura autoritária e se transforma em um parceiro, sempre disposto a contribuir positivamente ao aprendizado. Isso é uma condição relevante para o estudante adquirir mais autoconfiança e virar um bom profissional.

Confira, a seguir, a importância dessa relação e algumas dicas para torná-la ainda melhor!

Os impactos de um bom relacionamento entre aluno e professor

Você sabia que construir boas relações faz parte da inteligência emocional? Ela é uma das habilidades comportamentais mais bem-vistas no mercado de trabalho, e pessoas com essa competência tendem a ter sucesso na vida profissional.

Esse bom relacionamento propicia vantagens não só durante a graduação, mas, também, depois dela. No decorrer do curso, por exemplo, ele facilita o aprendizado e o interesse do estudante pela disciplina. Além disso, tirar dúvidas e pedir ajuda fica muito mais fácil. 

Depois da graduação, o contato próximo auxilia na criação de um bom networking, já que, além de si mesmo, o professor ainda terá outras pessoas interessantes para apresentar. Essa é uma forma de investir no próprio marketing pessoal desde cedo.

Conhecer pessoas importantes será, por fim, promissor ao seu mapeamento de carreira. Não que sua trajetória dependa apenas de contatos influentes, mas, quando você entende exatamente o que quer e do que precisa, terá como pedir ajuda nas suas conquistas.

As 7 melhores dicas para melhorar a relação com seus professores

Sabendo de todos os benefícios da relação entre professor e aluno, reunimos, aqui, algumas dicas para você investir nela. Acompanhe!

1. Preze pelo diálogo

O diálogo é a base de todo relacionamento. Independentemente da personalidade do professor, é importante aceitar suas diferenças e se demonstrar aberto a conversas. 

Uma situação comum na faculdade é que colegas insatisfeitos com as aulas vão diretamente à coordenação para queixar-se. Em vez disso, que tal exercer o lado humano e tentar propor uma conversa? 

Mostrar-se disposto a escutar o lado do professor e saber pontuar o que desagrada à turma fará de você alguém mais maduro e será a chance de estreitar os laços com um profissional que merece respeito.

Claro, isso é apenas um exemplo, mas entenda que qualquer situação, conflituosa ou não, pode ser melhorada a partir de boas conversas.

2. Compartilhe suas dúvidas mais relevantes

Professor gosta de aluno esforçado, que chega à aula ciente do conteúdo. Responder a dúvidas instigantes, portanto, aumenta o interesse dele em ensinar e faz com que cresça sua satisfação pela profissão. Certamente, ele se sentirá grato por você provocar essas boas sensações.

Quer uma prova disso? Você já deve ter conhecido algum docente que demonstrou incômodo ao ver a turma toda em silêncio, sem perguntar nada, certo? É porque, na regra, quem tem uma postura passiva nunca terá dúvidas, que são uma demonstração de curiosidade e um motor do aprofundamento nos temas abordados.

3. Apresente soluções criativas

A criatividade é outro ponto que chama a atenção. Professores têm orgulho em saber que contribuíram para o crescimento de um aluno inteligente e notável. Use-a para apresentar trabalhos ou criar soluções diferentes aos problemas que lhe forem propostos.

Para isso, é necessário, às vezes, arriscar-se e sair da zona de conforto. Faça-se perguntas. Quando nos esforçamos a pensar nelas, trabalhamos para encontrar as melhores soluções. Esse exercício também nos ajuda a analisar uma situação a partir de vários ângulos.

4. Demonstre respeito

Vá com calma na relação. Apesar de ser positivo para os dois lados ter mais proximidade, existe algo a ser respeitado. Seja simpático e demonstre interesse no relacionamento, mas saiba que existe um limite entre vocês. Assim, evite posturas exageradas, como ao ser “puxa-saco”. Entenda que essa relação não significa ter muita intimidade ou atitudes que teríamos com algum familiar, por exemplo.

Além disso, deixe para trás aquelas piadas comuns que existiam nas aulas do ensino médio. Elas até podiam funcionar e fazer você arrancar algumas risadas; nesse novo ambiente, entretanto, além de atrapalhar os colegas que estão ali para aprender de verdade, elas são um sinal de desrespeito com todos.

5. Compartilhe seus objetivos

Fale sobre suas metas pessoais e profissionais. Isso é inspirador para qualquer um, e um professor tende a enxergar alunos assim como mais compromissados com a faculdade e o futuro.

Além disso, essa é uma forma de ele conhecer você melhor e descobrir quais seus principais interesses, pontos fortes e fracos. Como tem mais experiência, ele ainda poderá dar dicas relevantes ou ajudar você a enxergar algumas possibilidades interessantes nessa caminhada.

6. Seja esforçado

Ter boas notas é o ideal. Todo professor tem orgulho de ter em sala um aluno craque na matéria. Se isso não for possível, tente, ao menos, demonstrar muito interesse.

Assim, fuja da turma do fundão. Além de ficar mais à frente ser uma mostra de que você está ali dentro para aprender, facilita a comunicação, caso precise fazer perguntas ou apontamentos — sem contar que sentar muito longe é um passo para cair em tentação e se distrair com conversas paralelas ou o celular.

7. Não implique com os pedidos

Alguns estudantes tendem a reclamar de qualquer tarefa que exija um pouco mais de esforço. Muitos têm a mentalidade no ensino médio e não entendem que a faculdade deve ser levada a sério.

Atividades como pesquisas acadêmicas, apesar de mais desafiadoras, costumam ensinar muito. Então, não vá na onda dos que só reclamam. Entenda que, por mais chatas que sejam determinadas obrigações, o docente tem algum propósito ao solicitá-las.

A relação entre professor e aluno, como você viu, oferece mais oportunidades e contribui para um crescimento profissional saudável. Assim, não deixe de investir em atitudes promissoras, de modo a poder usufruir de melhores momentos na trajetória da sua carreira, combinado?

Gostou das nossas dicas? Compartilhe o artigo em suas redes, para que outras pessoas tenham acesso a essas informações também!

 

 

 

COMPARTILHE:
POSTS RELACIONADOS

    Nova call to action

    Call to action | eBook |  Saiba que curso na área de Humanas deve ser a sua escolha de graduação

    Nova call to action

    Nova call to action

    Nova call to action

    Teste de Orientação Profissional - Foca na Carreira

    Guia-do-profissional-de-agronomia

    [E-BOOK] Como escolher uma profissão? DOWNLOAD GRÁTIS

    Nova call to action