<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=344581662787026&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
logo_unicesumar_horizontal_original
INSCREVA-SE NO VESTIBULAR

•   Início Ciência de Dados



Existem diferentes motivos que levam as pessoas a escolher determinado curso superior. As possibilidades do mercado e a afinidade com a área são alguns dos principais, mas não é só isso. Nesse caso, vale conhecer o salário dos profissionais nesse ramo para se preparar pelo que vem pela frente.

Assim, saber quanto ganha um cientista de dados, por exemplo, ajuda você a escolher qual segmento dentro dessa especialização quer dominar. Para auxiliar nessa missão, reunimos algumas informações sobre o assunto.

Tem interesse? Então, continue a leitura para saber mais!

Como é o mercado de trabalho para um cientista de dados?

A finalidade do trabalho de um cientista de dados é realizar a análise de dados. Por converter grandes volumes de informações em insights relevantes, a sua função é trazer inteligência às empresas e gerar vantagens competitivas. Logo, as vagas para esse campo estão em crescimento.

Por ser uma carreira relativamente nova, a demanda por profissionais é maior que o número de formados preparados para atendê-la. Isso quer dizer que as oportunidades estão disponíveis para quem corre atrás de qualificação. As principais habilidades exigidas estão relacionadas a Inteligência Artificial, Machine Learning e Big Data.

Média salarial

De acordo com o Caged, a remuneração de quem se forma em Ciência de Dados é de R$6.891,62 para uma jornada de trabalho de 41 horas semanais. Como deu para perceber, esse valor é bem acima da média salarial dos brasileiros, certo?

Uma boa notícia é que ele pode aumentar com os anos, alcançando valores de R$ 14.086,72. Contudo, saiba que o salário pode mudar de acordo com a oferta de profissionais, variação de impostos, custo de vida e tipo de empresa. Confira a média salarial nos principais estados brasileiros:

  • Rio de Janeiro — R$8.149,18;
  • São Paulo — R$7.763,09;
  • Amazonas — R$6.504,17;
  • Paraná — R$5.475,41.

Áreas de atuação

Quando se pensa na carreira em tecnologia, como o curso de Ciência de Dados, a primeira coisa que vem à mente são as variadas áreas de atuação. Saiba que a remuneração média também varia nessas modalidades.

Um campo de trabalho bastante atrativo é o de Data Protector Officer, com um salário de R$19.689,00 — maravilha, não é mesmo? O profissional é responsável por garantir que os processos das empresas estejam de acordo com a Lei Geral de Proteção de Dados, o que evita penalidades e multas.

A seguir, confira o salário do cientista de dados em diferentes áreas de atuação:

  • desenvolvimento de programas de computador e software — R$6.909,84;
  • educação superior — R$9.701,94;
  • consultoria em tecnologia da informação — R$5.356,98.

Oportunidades no mercado

O cientista de dados é responsável pelos dados que circulam dentro das empresas. Ele organiza informações, reconhece padrões e define quais deles são verdadeiramente úteis. É a sua atuação que permite ao time de Marketing compreender quem é o público-alvo do negócio, por exemplo.

Com esse insight em mãos, é possível desenvolver campanhas personalizadas e com o melhor custo-benefício no retorno. Logo, a necessidade em manter a prosperidade dos negócios faz com que os profissionais sejam uma peça fundamental nos ambientes organizacionais.

Após a conclusão da graduação, você encontrará vagas de emprego em startups, empresas tradicionais, multinacionais e no setor tecnológico.

Perfil do profissional

O perfil do cientista de dados é bastante amplo. Uma característica essencial é a boa comunicação, já que para chegar às melhores soluções, é importante conversar com clientes, colegas e superiores.

Criatividade também colabora para uma atuação estratégica, pois os profissionais pensam fora de sua zona de conforto para resolver diferentes tipos de problemas. Autoconfiança é outra competência que garante destaque, tanto durante o curso quanto no mercado de trabalho.

Estudar Ciência de Dados é uma boa opção?

Se você curte inovação, e o trabalho com dados parece uma boa ideia, então, a resposta é sim. Essa profissão proporciona ótimas oportunidades de atuação, além de salários atrativos. Assim, será um profissional que não terá dificuldade em buscar por um emprego.

Por conta do grande volume de dados que se produz nas empresas, o cientista de dados se torna indispensável para as corporações. É a sua atuação que contribui para uma tomada de decisão certeira, de acordo com as preferências do público-alvo. Além disso, a valorização profissional é outro benefício da área.

É necessário fazer uma graduação para atuar como cientista de dados?

Para trabalhar como cientista de dados, é necessário fazer o curso Tecnólogo em Ciência de Dados — Business Intelligence. Nesse caso, você vai adquirir todo o conhecimento necessário para atuar com o processamento e armazenamento de um grande volume de dados.

Além disso, aprenderá a extrair inteligência, disponibilizar e visualizar informações com o objetivo de apoiar o processo de tomada de decisão nas empresas.

Por que fazer a graduação é o melhor caminho?

Fazer graduação é um verdadeiro combo! Mais do que provas e disciplinas, você terá grande oportunidade de crescimento pessoal. Assim, ao optar pelo curso de Ciência de Dados, é possível entrar em contato com vários projetos que levam o estudante a desenvolver aptidões e conquistar novos conhecimentos.

Tudo isso gera impactos na sua vida e na carreira profissional. Assim, a vivência na faculdade oferece o entendimento técnico necessário para atuar com excelência na área profissional. Outras vantagens em optar por uma faculdade no campo de Ciência de Dados são:

  • aumento da renda;
  • valorização profissional;
  • carreira flexível;
  • rede de contatos.

Como escolher uma graduação em Ciência de Dados?

Uma ótima instituição de ensino faz muita diferença na formação. Com um corpo docente qualificado, é possível potencializar o seu aprendizado. Assim, ao fim do curso, você estará apto a lidar com os desafios e tendências que envolvem os dados.

Alguns pontos que devem ser levados em conta ao escolher a faculdade são:

  • diversas formas de ingresso;
  • boa avaliação de estudantes;
  • tradição no ensino a distância;
  • reconhecimento do MEC;
  • infraestrutura de ponta.

A UniCesumar tem tudo isso e muito mais. Ela está entre 4% das melhores Instituições de Ensino Superior do Brasil. Obteve Conceito Institucional 5, nota máxima na avaliação realizada pelo MEC em relação à qualidade das instituições, e foi reconhecida como Universidade em 2020.

Está presente em todos os estados brasileiros, conta com mais de 300 mil alunos e mais de 750 polos de educação a distância, inclusive no exterior, nas cidades de Dubai (Emirados Árabes), Genebra (Suíça) e Yokkaichi (Japão).

Na educação presencial, a UniCesumar tem cinco campi nas cidades de Maringá, Londrina, Ponta Grossa, Curitiba e Corumbá. Além disso, a instituição oferece mais de 70 cursos de pós-graduação em diversas áreas, quatro Programas de Mestrado e dois de Doutorado, sendo em Direito e Promoção da Saúde. Em breve, a UniCesumar iniciará a implantação de mais uma unidade no Mato Grosso do Sul, dessa vez, em Campo Grande.

Agora que já viu quanto ganha um cientista de dados, saiba que para conquistar as melhores oportunidades do mercado e excelentes remunerações, é importante estudar em uma boa faculdade. Por isso, escolha aquela com professores especialistas no assunto e infraestrutura completa, como a UniCesumar!

Gostou de conhecer o salário do cientista de dados? Então, não deixe de compartilhar este post em suas redes sociais para que seus amigos também fiquem por dentro!

COMPARTILHE:
POSTS RELACIONADOS
    New call-to-action
    New call-to-action
    planejamento financeiro

    Nova call to action

    Nova call to action

    Nova call to action

    Nova call to action

    Teste de Orientação Profissional - Foca na Carreira

    New call-to-action

    [E-BOOK] Como escolher uma profissão? DOWNLOAD GRÁTIS

    Nova call to action