<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=344581662787026&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
logo_unicesumar_horizontal_original
INSCREVA-SE NO VESTIBULAR

•   Início Dicas de estudos



Já reparou no quanto a interpretação de texto é importante em diversas situações? É isso mesmo! Ela não é destinada apenas aos vestibulares, provas e à rotina de estudos de uma pessoa. Pode reparar que, na falta dela, surgem situações que, muitas vezes, seriam resolvidas com uma leitura mais atenta do que foi publicado.

Voltando ao que interessa, as questões de interpretação de texto no vestibular não ficam de fora. O Enem, por exemplo, é um dos exames que mais cobram essa competência dos seus candidatos, treinando também sua paciência com cadernos longos e recheados de enunciados gigantes.

Para aumentar a sua nota e garantir aquela vaga na universidade dos sonhos, que tal saber como se preparar para as questões de interpretação de texto? Continue lendo e saiba o que fazer!

Ler bastante

Cá entre nós, não existe interpretação de texto sem uma boa leitura. Afinal, essa é a única maneira (que não envolve a sorte) de saber o que o enunciado da questão está pedindo e desvendar as famosas pegadinhas que o vestibular apresenta. Sim! Muitas vezes, algumas alternativas são colocadas ali justamente para enganar quem não lê atentamente.

Por isso, não tem outra solução: o primeiro e mais importante passo para se preparar é com a leitura. Faça dela um hábito, assim como a rotina de cuidados com a saúde, sabe? Busque também diversificar os tipos de textos lidos, para não se acostumar somente com uma determinada linguagem.

Quando estiver navegando pelas redes sociais, por exemplo, abra as notícias em vez de ler apenas os títulos. Procure reportagens sobre atualidades e análises de cenários políticos, sociais e econômicos do país. Pode ter certeza de que, com isso, além de arrasar nas questões de interpretação de texto, ainda terá bastante repertório para fazer uma boa redação.

No fim de semana, quando estiver cansado de tudo que envolve os estudos, parta para seus livros de romance, suspense, aventura, poesia e assim por diante. Dessa forma, você distrai a mente e potencializa a sua capacidade de interpretação.

Consultar o dicionário

Pense no seguinte cenário: você está dominando a interpretação de um enunciado quando, de repente, surge uma palavra em um trecho crucial para desvendar a resposta. Já aconteceu isso em algum momento da sua vida, pode confessar! É por isso que estudar também o significado dos termos faz toda a diferença ao se preparar para o vestibular.

Então, lá vai outro hábito para incluir na sua lista — deixe um dicionário sempre ao alcance se suas mãos. Enquanto estiver estudando, não deixe palavras desconhecidas passarem despercebidas. Trate logo de procurar o significado e, pelo menos, uma aplicação em frases. Se quiser, pode até fazer uma planilha ou caderno com essas expressões para consultar quando for preciso.

Fazer simulados

A prática não podia ficar de fora, não é mesmo? É como dizem por aí, somente ela leva à perfeição. Com os simulados, você tem a chance de:

  • saber como anda a assimilação do conteúdo estudado;
  • aprender a lidar com a pressão do tempo;
  • errar e aprender com esses erros antes da prova oficial;
  • entender como o vestibular costuma cobrar os assuntos de cada disciplina;
  • descobrir se a sua interpretação de texto é suficiente para encarar as provas.

Além disso, é possível aprender com a leitura dos enunciados. Durante os simulados, quem sabe você não descobre algum padrão de questões ou de pegadinhas de cada vestibular! Assim, no dia do exame real, saberá identificar muito mais facilmente o que fazer para localizar a resposta correta.

Diversificar as fontes de estudo

Já vimos que os simulados trazem benefícios essenciais para um estudo eficiente. De fato, ao fazer os exercícios, é possível desvendar se o que sabe na teoria funciona na prática e, assim, ajustar sua preparação. Mas não é somente neles e na leitura dos conteúdos que você deve focar!

Uma boa dica de estudar a interpretação de texto (e as matérias) é encontrar diferentes fontes de aprendizado — que existem bem além das apostilas. As videoaulas, por exemplo, trazem explicações de professores sobre os conteúdos, muitas vezes daqueles que você não compreendeu somente com a leitura.

Lembre-se também de que os áudios são textos falados. Por isso, use podcasts para estudar! Com a recente popularização desse formato de mídia, muitas pessoas começaram a investir na produção de conteúdos de qualidade. É só fazer uma pesquisa rápida que você encontra opções bem valiosas.

Treinar a concentração

Já aprendeu que uma rotina de estudos precisa ser livre das distrações e bem planejada para ter bons resultados, certo? Mesmo assim, há dias em que fica difícil se concentrar — seja por causa de toda a pressão de passar no vestibular, seja devido aos trabalhos acadêmicos que precisa fazer.

A concentração, porém, é a peça-chave para enfrentar as provas, por isso, deve ser treinada sempre, junto de outras habilidades que vimos neste post. Durante seus estudos, tente técnicas como a Pomodoro, que consiste em delimitar 25 minutos de foco com 5 minutos de descanso em seguida. Assim, deixe os pensamentos que fogem das disciplinas para as pausas.

Controlar a ansiedade

Por fim, a ansiedade! Como ela é capaz de paralisar qualquer pessoa, não é mesmo? Ela não escolhe dia nem lugar — quando vem, fica difícil focar nas atividades. No momento das provas, então, ela se torna um dos piores pesadelos dos candidatos, minimizando as habilidades de leitura, compreensão e síntese de ideias.

Contudo, você sabia que dá para usar algumas técnicas de controle? Durante o período de preparação, por exemplo, experimente a meditação para ansiedade. Treine a sua respiração, trabalhe com pensamentos positivos e, em especial, apegue-se ao foco. Combinadas, essas três práticas podem ser feitas, inclusive, durante os exames.

Agora você sabe que uma boa leitura e muito treino são essenciais para dominar as questões de interpretação de texto no vestibular e chegar mais próximo de uma redação nota mil. Então, mãos na massa! Inclua essa prática em seu cronograma de estudos e leve-a para a vida pessoal também. Afinal, vai ser de grande utilidade durante a graduação.

Quer saber o que mais pode ajudar em seus anos de estudo no Ensino Superior? Aproveite sua visita ao blog e baixe agora o guia de sobrevivência universitário!

COMPARTILHE:
POSTS RELACIONADOS
    New call-to-action
    New call-to-action
    planejamento financeiro

    Nova call to action

    Nova call to action

    Nova call to action

    Nova call to action

    Teste de Orientação Profissional - Foca na Carreira

    New call-to-action

    [E-BOOK] Como escolher uma profissão? DOWNLOAD GRÁTIS

    Nova call to action