<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=344581662787026&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
logo-topo-blog-1
INSCREVA-SE NO VESTIBULAR

•   Início Vestibular



 Tags: Vestibular

Ah, o Enem. Essa prova que desperta tantas emoções nos estudantes… Só de pensar nas dezenas de perguntas para responder você já sente um frio na barriga? E a redação, então? Mas calma, você não está sozinho nesse barco. Muitos jovens passam pela mesma situação todos os anos.

A boa notícia é que existem ótimas técnicas para mandar bem no exame e fazer uma redação nota mil. No post de hoje, vamos tratar dessa avaliação escrita, que requer muito conhecimento nas atualidades do Brasil e do mundo — além de um bom domínio da gramática e das fórmulas de persuasão.

Sabemos que você está aqui para conferir as dicas para conquistar a nota mil na redação do Enem. Então, pegue papel e caneta para anotar o que vem por aí!

1. Separe um tempo adequado para a redação

Que atire a primeira pedra quem nunca deixou a redação para o último minuto quando fazia um simulado para o Enem ou outros vestibulares! É normal! Você fica tão envolvido com tantos cálculos, fórmulas e interpretação de textos que acaba esquecendo tudo a seu redor — inclusive aquela folha com as instruções da dissertação.

Mas sempre tenha em mente que zerar a redação é tão prejudicial quanto deixar todas as questões de uma área do saber em branco. E ela pede um tempo especial para que você estruture seus argumentos e faça um texto nota mil.

Uma dica é ler a proposta da redação assim que pegar o exame, mas somente para ter conhecimento do tema. Logo em seguida, parta para as questões de outras áreas. Isso porque a prova do Enem tem a grande particularidade de ser interdisciplinar. Então, você pode ter bons insights durante esses momentos.

2. Leia com atenção as instruções

Existem tipos diferentes de redação, mas o Enem opta pela dissertação argumentativa. Afinal, a banca quer saber mesmo os seus talentos para convencê-los de que você não só entende do assunto, mas pode imprimir naqueles parágrafos a sensação de que está certo no seu posicionamento.

Nas linhas de explicação, muitas vezes você vai encontrar alguns dados que embasam a discussão. Eles, inclusive, podem ser usados no seu texto — mas, cuidado! A pegadinha mora exatamente nesse ponto. Se você não for além das expectativas e somente reproduzir as informações, vai parecer que não fez a lição de casa.

Lembre-se de que fugir do tema proposta é um dos critérios que pode zerar a redação. Então, não viaje nos argumentos! Tenha a certeza de que eles seguem a linha de raciocínio do que foi pedido no enunciado, ok?

3. Utilize o rascunho a seu favor

Muitos candidatos não gostam nadinha de usar o rascunho, pois acreditam que estarão perdendo tempo com ele. Porém, ele nada mais é do que seu maior aliado no exame. Isso porque você pode rabiscar suas primeiras ideias ali e organizar visualmente da forma que fizer mais sentido.

É esse também o espaço que você terá para procurar os possíveis erros gramaticais que tenha cometido — lembrando que uma das competências avaliadas pela banca é o domínio da língua portuguesa. Isso evita aquele tanto de rasura na sua folha oficial de redação.

4. Faça uma introdução de arrasar

Pode reparar: existem alguns livros que começam bem mornos e monótonos, mal dá vontade de continuar a ler. Isso não pode acontecer com a sua redação! Faz toda a diferença quando o candidato consegue captar a atenção de seus leitores, deixando-os com a vontade de saber como o texto vai terminar.

Para ter uma introdução de arrasar, abuse das boas técnicas de redação. Alguns deles são:

  • storytelling: nesse modelo, se apresenta o problema em formato de narrativa;
  • questionamentos: terminar o parágrafo introdutório com uma pergunta retórica pode intrigar o leitor;
  • fatos históricos: fazer uma linha do tempo com os principais acontecimentos até os dias de hoje ajuda a situar o leitor no cenário de que você está falando;
  • citação: quando você encaixa frases ditas por célebres pensadores, consegue enriquecer ainda mais seu texto;
  • apresentação de conceitos: essa talvez seja a técnica mais tradicional. Por ser mais simples, você corre o risco de ter sua redação comparada com a de outros candidatos.

Quer mais uma #DicaDaUni? Deixe no passado algumas expressões e termos como “atualmente”, “cada vez mais”, “nos primórdios da humanidade” e “com o advento da internet”. Elas só empobrecem o texto e não querem dizer nada!

5. Desenvolva os melhores argumentos

Depois de uma introdução de arrasar, precisa vir uma argumentação de tirar o chapéu, que defenda a sua lógica de maneira convincente. Uma boa ideia é pensar em três: cada um para um parágrafo.

Após isso, elenque-os por ordem de relevância. Comece com o médio, para dar ao leitor o gostinho de “quero mais”. Em seguida, apresente o mais simples, deixando um tempo para que ele absorva o que leu. Por fim, jogue aquele argumento quase inquestionável, que vai ser o ápice do seu texto. Termine, então, com uma solução para o problema em pauta ou retomando o que foi visto ao longo da leitura.

Pode parecer óbvio, mas lembre-se de que a banca não tolera desrespeito aos Direitos Humanos. Então, prepare os melhores argumentos e proponha uma solução viável na conclusão. "Vamos construir juntos um mundo melhor" e "as crianças são o futuro da nação" nem pensar, combinado?

6. Aplique seus conhecimentos diversos

Sabe aquela série com uma pegada histórica a que você assistiu no fim de semana? Ou o livro de filosofia que você devorou nos últimos meses? Eles podem parecer conhecimentos bastante diferentes. Mas saiba que são um trunfo e tanto para uma redação nota mil.

Uma das competências avaliadas pela banca do Enem é justamente aplicar o que você sabe de áreas distintas e, com isso, formular um argumento bem embasado. Por isso, #partiu assistir a produções das telinhas e telonas, ouvir podcasts sobre as mais variadas matérias e se manter atualizado sobre o que anda acontecendo no mundo.

Está um pouco mais calmo com as dicas deste post? Esperamos que sim! Para se preparar para antecipadamente para uma redação nota mil no Enem, não se esqueça de treinar bastante as técnicas de escrita. Aproveite para ler regularmente as notícias e até mesmo aqueles textos que garantiram pontuação máxima nos anos anteriores.

E aí, preparado para aplicar estas dicas nas próximas redações? Conhece alguém que também precisa dessa ajudinha para mandar bem na dissertação do Enem? Então não deixe de compartilhar este conteúdo nas suas redes sociais!

COMPARTILHE:
POSTS RELACIONADOS

    Nova call to action

    Um cabeçalho claro e arrojado

    Teste de Orientação Profissional - Foca na Carreira

    Guia-do-profissional-de-agronomia

    [E-BOOK] Como escolher uma profissão? DOWNLOAD GRÁTIS

    Nova call to action