<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=344581662787026&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
logo_unicesumar_horizontal_original
INSCREVA-SE NO VESTIBULAR

•   Início Dicas de Carreira



O mercado de trabalho está sempre mudando em decorrência da competitividade, dos avanços tecnológicos, da globalização e da cobrança por resultados. Tudo isso gera pressão por aumento das responsabilidades, cumprimento de metas, desafios e estresse dentro das empresas. A partir dessa realidade, entender o que é resiliência profissional e como desenvolvê-la é fundamental para qualquer colaborador.

Essa competência se refere à capacidade de suportar situações desfavoráveis no ambiente corporativo e, ainda assim, manter a dedicação na busca pelos resultados. Provavelmente, você já conviveu com pessoas que se mantinham serenas mesmo diante de uma série de problemas, certo? Elas conseguem vencer obstáculos e dificuldades com uma facilidade maior, por mais complicados que sejam.

E aí, ficou interessado e quer saber a importância de desenvolver a resiliência profissional? Então, #partiu ler o nosso post!

O que é resiliência profissional?

Para compreender o que é resiliência, é bom saber que o termo foi emprestado do vocabulário da Física. Nesse caso, refere-se à capacidade de os materiais voltarem ao seu estado original ou normal após terem sofrido alguma deformação elástica. Contudo, não demorou muito para que o mundo corporativo começasse a usar esse termo frequentemente.

No universo do trabalho, essa é uma das principais características que os recrutadores e setores de RH (Recursos Humanos) buscam nos candidatos. O profissional resiliente é aquele que consegue ter sucesso, manter-se firme e superar-se diante de situações desafiadoras no dia a dia corporativo.

Um colaborador resiliente é capaz de lidar de modo sereno com tudo que pode tirá-lo do eixo, sem perder o equilíbrio psicológico. Esse tipo de pessoa apresenta uma chance maior de superar momentos difíceis e prosperar.

As principais características de um resiliente são:

  • controle das emoções;
  • serenidade para ouvir “não”;
  • superação de obstáculos, por mais traumáticos que sejam;
  • firmeza de propósito;
  • facilidade para encontrar o que causa o conflito;
  • uso da crítica a seu favor;
  • sabedoria para desenvolver a inteligência emocional.

Qual é a importância da adaptabilidade no mercado de trabalho?

A adaptabilidade é uma das habilidades mais procuradas pelas empresas hoje em dia. Em um mundo cada vez mais conectado, em que as mudanças se dão de forma rápida e dinâmica, é preciso saber se adaptar a diferentes situações que podem vir a ocorrer.

Assim, o objetivo de contratar funcionários resilientes é saber que eles são capazes de superar obstáculos e que conseguem resolver diferentes problemas. Essa característica acaba abrindo diversas oportunidades dentro da empresa, aumentando a chance de crescer profissionalmente.

Em muitos casos, para chegar longe, é fundamental saber lidar com as adversidades que parecem mais complexas do que são. Com o momento atual que o país vive, com a falta de empregos, essa é uma habilidade profissional muito bem-vista nas empresas.

Como desenvolver a resiliência profissional?

A adaptabilidade é uma característica que requer determinação, paciência e coragem para ser desenvolvida. Não se esqueça de que ela é o fruto de testes que envolvem estresse e tensão.

Logo, como não é possível desenvolver a resiliência profissional de um dia para o outro, saiba que você pode seguir dicas para aumentar essa capacidade aos poucos. Quer saber como? Veja a seguir!

Desenvolva o autoconhecimento

A resiliência profissional está relacionada com a descoberta de seu próprio limite. Portanto, é importante lembrar que, para desenvolver a adaptabilidade, é preciso se conhecer. O autoconhecimento é uma característica essencial para você entender as suas motivações, principalmente no trabalho.

Isso será fundamental para encontrar meios de lidar com os desafios de modo eficaz. Assim, acredite em você e saiba que é capaz de superar os problemas que aparecem.

Seja empático

Embora pareça que ser uma pessoa resiliente é um processo interno, a verdade é que a capacidade de reagir de modo positivo e suportar as pressões no dia a dia de trabalho vem da maneira de como você costuma se relacionar com o exterior. Ser empático pode ajudar a reagir às situações.

Tente compreender o que faz com que outras pessoas se comportem de determinada forma, mesmo que você discorde delas. Além disso, trabalhe em ter uma mente aberta, com ampla visão sobre as circunstâncias — já que esse é um ótimo caminho para desenvolver a sua adaptabilidade.

Seja criativo

Diante de acontecimentos que geram incômodos ou que fogem do controle, use a criatividade a seu favor para transformar esses cenários em algo mais harmonioso. A estratégia nem sempre permanece imutável e, para obter bons resultados, é fundamental ser criativo e ter jogo de cintura.

No entanto, caso esses eventos não sejam modificados, tente aceitá-los. É melhor agir dessa maneira do que gastar tempo e energia tentando mudar o impossível, não é? Para quem é resiliente, os dias são valiosos e não podem ser desperdiçados com uma ação desnecessária.

Reduza o nível de estresse

A adaptabilidade também tem como foco saber dosar o modo como os desafios e os problemas são encarados. Eles provavelmente não desaparecerão, mas o estado psicológico e emocional do profissional faz muita diferença na maneira como essa situação é encarada.

O estresse é um grande desafio na vida dos trabalhadores, causando problemas como depressão e ansiedade. Para isso, é importante ter uma válvula de escape que permita se livrar desse desgaste, auxiliando no sucesso profissional. Logo, busque o apoio de amigos, terapia, exercícios físicos, esportes, filmes, livros ou o que preferir!

Tente ser otimista

Uma maneira eficaz de desenvolver a adaptabilidade no trabalho é ter foco naquilo que é importante e faz sentido. Por ser uma situação delicada e complexa, é difícil não pensar em outra coisa que não seja o problema em si. Em vez de se preocupar com isso, mude o olhar e procure soluções.

Esse é um bom modo de criar uma mentalidade, tentando ser mais otimista. Em cada problema, foque as lições que é possível tirar daquilo, ou como isso contribui para o seu amadurecimento profissional.

Agora que você já sabe o que é resiliência profissional, veja que essa habilidade é fundamental para quem quer se destacar no mercado de trabalho. Portanto, tente desenvolver essa característica por meio do autoconhecimento, da criatividade e da empatia!

Gostou do texto e quer receber conteúdos fresquinhos diretamente em seu e-mail? Então, não deixe de assinar a nossa newsletter!

COMPARTILHE:
POSTS RELACIONADOS
    New call-to-action
    New call-to-action
    planejamento financeiro

    Nova call to action

    Nova call to action

    Nova call to action

    Nova call to action

    Teste de Orientação Profissional - Foca na Carreira

    New call-to-action

    [E-BOOK] Como escolher uma profissão? DOWNLOAD GRÁTIS

    Nova call to action