<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=344581662787026&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
logo-topo-blog-1
INSCREVA-SE NO VESTIBULAR

•   Início Dicas de estudos



Ah, a período da faculdade... Apesar de ser aquela correria com entregas de trabalhos, provas e aulas, é uma época de aprendizado e crescimento para os estudantes. Porém, muitos deles acabam se descabelando com todas essas tarefas e as 24 horas do dia se tornam pouco tempo para dar um check nesses afazeres.

É então que entra em cena o salvador da pátria: o cronograma. Com ele, você pode criar uma rotina de estudos que realmente funciona e o ajuda a resistir as tentações das redes sociais e do cochilo todas as tardes. Já vislumbrou que maravilha seria isso? A boa notícia é que não tem nada de #missãoimpossível.

Antes de mais nada, é bom lembrar que a melhor rotina de estudos é aquela que funciona para você! Com isso em mente, é hora de partir para ação e montar um cronograma adequado ao seu dia a dia. Continue a leitura que temos ótimas dicas!

Mas como eu crio a minha rotina de estudos?

Calma, sem ansiedade! Preparamos um passo a passo para que você entenda a melhor maneira de criar uma rotina de estudos e ter os melhores resultados nessa jornada. Está preparado?

1. Analise sua rotina e horários

O primeiro passo para criar uma rotina de estudos e se preparar para as provas é analisar como é seu dia a dia. Que horas acorda, qual horário as aulas começam, se faz estágio, quais atividades extracurriculares tem e, é claro, os dias da semana em que são realizadas.

Ter noção de como é sua semana é importante para definir os horários disponíveis a fim de estudar em casa. Na hora de analisar sua rotina, não deixe de considerar também os momentos em que tem mais disposição. Afinal, não adianta se programar para estudar apenas de madrugada se, geralmente, você não tem motivação nenhuma nesse horário.

2. Crie uma agenda com atividades

Com uma visão geral do seu cotidiano, fica mais fácil criar uma agenda com horários e atividades. Você pode fazer isso na boa e velha agenda de papel ou usar recursos como o Google Agenda, que tem a vantagem de poder ser consultado direto no seu celular. Outro benefício de adotar a ferramenta eletrônica é poder criar lembretes para nunca perder uma sessão de estudos.

Na hora de criar sua agenda de atividades, considere também fatores como deslocamentos faculdade/casa e períodos para descanso e refeições. Estudar é importante, mas manter seu corpo e sua disposição em dia são cuidados essenciais para conseguir alcançar o melhor desempenho nas provas.

3. Estabeleça regras claras

De nada adianta ter uma agenda completa para seguir se você não respeitar os horários que estabeleceu, não é mesmo? É como se você estivesse ignorando sua própria autoridade. Para ter uma rotina de estudos que funcione, é importante estabelecer regras claras e, obviamente, segui-las à risca!

Pense à frente e planeje o que fará caso tenha algum imprevisto e não consiga estudar em algum dia. Deixar blocos livres na agenda é uma forma de compensar quando essas situações aparecerem, como uma gripe ou um evento social que é importante comparecer.

Na hora de estabelecer as regras da sua rotina de estudos, considere ainda que você precisará de alguns momentos de descanso e diversão. Não vale a pena ocupar todo o tempo com as lições se isso vai gerar uma desmotivação em poucas semanas (isso se chegar #invicto ao final da primeira!).

Você pode criar um sistema de recompensas, por exemplo. A cada x horas de estudos, você pode se presentear com x episódios da sua série preferida. Reservar períodos para diversão é uma maneira de combater a ansiedade e não deixá-la prejudicar sua rotina!

4. Prepare materiais

Não tem nada pior do que sentar para estudar e descobrir que não tem à mão o material que precisa para o momento. Evite esse estresse preparando tudo o que você utilizará em cada sessão de estudos previamente. Certifique-se de que tem todo o conteúdo no computador ou livro e, também, os materiais de escritório para anotações, como lápis, caderno e, se usar, os post-its.

Caso estude no computador, prefira baixar todo o material de pesquisa que será utilizado para não ceder à tentação de acessar a internet e perder tempo navegando nas redes sociais! Ter sempre uma garrafa de água na mesa e ir ao banheiro antes da sessão de estudos também são cuidados para não perder a concentração.

5. Estude diariamente

Criar uma rotina de estudos exige persistência. Não é algo que se estabelece da noite para o dia. É preciso criar o hábito! Por isso, procure estudar diariamente, mesmo que, em alguns dias, seja por um tempo reduzido. Dessa forma, você se acostuma com o processo e ainda evita problemas como matéria acumulada.

Para que não perca um dia de estudos, seja flexível. Se você acordou mais tarde do que deveria, olhe sua agenda e veja em que horário há disponibilidade para compensar. Não despreze ainda momentos de deslocamento. Por que não aproveitar aqueles minutinhos (ou horas, dependendo do caso) no ônibus para ouvir um podcast sobre a sua área de atuação ou revisar um conteúdo curto?

6. Tenha um local próprio para estudos

Certamente você ouviu falar que tudo tem sua hora e seu lugar. Estudar fica mais prazeroso quando você conta com um local próprio para a atividade. Não precisa ser um cômodo inteiro. Mesmo um cantinho da mesa da sala pode funcionar como área para estudos.

O importante é definir um espaço para guardar o seu material e procurar o mesmo lugar para começar os estudos. Não deixe de se certificar de que a iluminação é adequada e que o local é confortável. Isso aumentará sua produtividade.

7. Elimine distrações

Livrar-se das distrações é indispensável para criar uma rotina de estudos. Coloque o celular no silencioso, feche todos os aplicativos de redes sociais, desligue o rádio e a televisão. A concentração faz toda a diferença na hora de estudar. Crie blocos de estudos e aproveite os períodos de descanso para se conectar novamente com o mundo.

Claro que aqui podemos abrir exceções. Ouvir um sonzinho de fundo, para estudar ou trabalhar, funciona muito bem para algumas pessoas. Então, você deve levar em conta quais são os estímulos que prejudicam ou melhoram sua atenção — muitas vezes, até nossos próprios pensamentos acabam viajando para longe e se tornam uma fonte de distração, não é verdade? O importante é conseguir recuperar o foco quando isso acontecer.

8. Defina metas para se sentir mais motivado

Motivação quer dizer ter motivos para fazer alguma coisa. É justamente isso que nos movimenta, que dá aquele gás para chegar em um determinado ponto e atingir objetivos.

Mas não são só os grandes propósitos que precisam de motivação. Afinal, para alcançar os objetivos maiores, é preciso bater várias pequenas metas. Veja o seu próprio exemplo: aonde você quer chegar? Na conclusão da faculdade, certo? Mas, para isso, existem diversas etapas que precisam ser vencidas antes, como as fases de provas que determinam sua aprovação nos semestres.

Essa mesma linha de pensamento pode ser aplicada no dia a dia, ou seja, em sua rotina de estudos. Assim, se você estipular pequenas metas para atingir todos os dias, vai se sentir mais motivado para seguir o cronograma.

9. Utilize diferentes métodos de estudo

Os recursos tradicionais continuam sendo bons aliados na hora de estudar, como os livros e cadernos de anotações. Mas você também pode diversificar seus métodos e tirar proveito das ferramentas modernas.

Deixe sua rotina de estudos mais dinâmica e aproveite para acompanhar os canais de ensino virtuais e as plataformas interativas que disponibilizam vídeos, quizzes e outras formas de incentivar o aprendizado. No próprio celular, você pode manter aplicativos para testar seus conhecimentos e trocar informações com outros estudantes.

10. Cuide-se

Ainda que você queira ser uma máquina de absorver conteúdo e mandar bem em todas as provas e trabalhos da faculdade, saiba respeitar seus limites. Falamos antes sobre a importância de reservar tempo para descanso e diversão, mas vale a pena frisar esse ponto.

Cuidar da saúde também repercute na concentração e no desempenho acadêmico. Então, vamos lembrar os clichês que são #ReaisOficiais: alimente-se bem, durma o suficiente e pratique atividades físicas regularmente. Todas essas ações ajudam a manter o corpo e a mente no nível certo de disposição.

Afinal, quais são as vantagens de manter uma rotina de estudos?

Planejamento, organização e disciplina são pontos indispensáveis para atingir objetivos em qualquer área da vida — e você vai perceber o quanto essas três palavrinhas influenciam sua rotina de estudos de forma positiva.

Sem uma agenda bem estruturada para estudar, você pode se perder em meio a tantas demandas acadêmicas e viver no estresse. Ao contrário, com uma rotina de estudos definida, o estudante pode desfrutar das seguintes vantagens:

  • melhor aproveitamento em todas as matérias;
  • mais tempo livre para curtir o lazer;
  • mais segurança para fazer as provas finais;
  • menos estresse e desespero para fechar os semestres;
  • melhor preparação para se tornar um profissional de qualidade.

Criar uma rotina de estudos que realmente funcione para você aumenta consideravelmente as chances de mandar bem nas provas e dar o primeiro passo na conquista do diploma universitário que sempre sonhou! Siga nossas dicas e desenvolva já um cronograma eficiente para impulsionar sua preparação para as provas.

Quer mais informações sobre como estar ainda mais preparado para a faculdade? Baixe agora mesmo nosso guia de sobrevivência do universitário!

COMPARTILHE:
POSTS RELACIONADOS

    Nova call to action

    Call to action | eBook |  Saiba que curso na área de Humanas deve ser a sua escolha de graduação

    Nova call to action

    Nova call to action

    Nova call to action

    Teste de Orientação Profissional - Foca na Carreira

    Guia-do-profissional-de-agronomia

    [E-BOOK] Como escolher uma profissão? DOWNLOAD GRÁTIS

    Nova call to action