<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=344581662787026&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
logo_unicesumar_horizontal_original
INSCREVA-SE NO VESTIBULAR

•   Início Educação Física



Se você quer descobrir qual é o salário de um profissional de Educação Física, deve saber a relevância dos educadores físicos. Afinal, eles são aptos para promover a melhora da qualidade de vida das pessoas, indicando diferentes tipos de exercícios, a frequência e os cuidados necessários.

Mas para se destacar nessa área de atuação, é fundamental fazer uma boa graduação, de preferência em uma instituição de ensino renomada no mercado educativo. Assim, você tem a certeza de que o seu futuro será promissor e de que terá mais chances de atingir o sucesso na carreira.

A seguir, descubra qual é o salário de um educador físico e quais são as principais oportunidades de emprego na profissão.

O que faz um educador físico?

O educador físico é um profissional capacitado para motivar as pessoas a fazerem atividades físicas e terem maior atração pelos diferentes esportes. Nesse sentido, ele deve desenvolver habilidades de comunicação e ser simpático para engajar os indivíduos.

Uma das principais funções dessa área de atuação é ensinar as pessoas a praticarem exercícios e alongamentos da forma correta. O educador físico tem um amplo conhecimento sobre a estrutura do corpo humano. Assim, ele conta com capacidades que ajudam na realização das práticas e dos movimentos.

Seja qual for o público com o qual está trabalhando, o educador físico deve ser sempre um bom exemplo e fonte de inspiração para as pessoas. Isso não quer dizer, por exemplo, que há a necessidade de ser um atleta ou ter um tipo físico enxuto.

Mas como o objetivo é inspirar outros indivíduos, é importante ter uma rotina saudável, cultivar bons hábitos, ter postura e praticar atividades que fazem bem e que agregam à qualidade de vida.

Quais são as oportunidades de atuação desse profissional?

Os profissionais de Educação Física contam com uma série de opções de emprego na carreira. As possibilidades se concentram na área de ensino, reabilitação, condicionamento físico, performance esportiva, recreação, entre outras. Há diversas alternativas para conquistar um bom cargo e melhores rendimentos na profissão.

No setor de ensino, por exemplo, o educador físico atua em escolas públicas e privadas, realizando o acompanhamento de crianças e adolescentes de diferentes níveis de escolarização. Esse é um dos segmentos que mais demandam profissionais formados e qualificados.

Outra área em ascensão é a de condicionamento físico, em que o educador físico atua como personal trainer em academias, clubes, empresas, entre outras instituições. Ainda é possível trabalhar de forma autônoma, dando treinos particulares ou em grupo.

Também há a possibilidade de empreender na carreira, sendo dono do seu próprio negócio. A área da saúde e do bem-estar está em alta, por isso, essa pode ser uma boa pedida para conquistar rápido crescimento na carreira. Além de trabalhar com o que gosta, o educador físico ainda tem a possibilidade de criar vagas para outros colegas.

Qual é o salário de um educador físico?

Como o profissional de Educação Física tem uma série de oportunidades em diferentes áreas, ele pode desempenhar variadas funções no decorrer da carreira. Por isso, o público atendido também acaba sendo diversificado, como crianças, adultos, idosos e pessoas portadoras de necessidades especiais.

Um professor de Educação Física ganha em média R$ 3.353,38 no mercado de trabalho, em uma jornada de 33 horas semanais. No entanto, o salário pode aumentar a depender do tempo de experiência, de certificações e cursos no currículo e, ainda, da região em que o profissional atua.

Como está o mercado de trabalho por região?

Assim como qualquer outra profissão, o salário e as oportunidades no mercado de trabalho variam bastante de região para região. Diversos fatores interferem na remuneração do profissional de Educação Física, como experiência, formação acadêmica, tamanho da empresa, entre outros.

A seguir, confira um breve panorama sobre a carreira em diferentes regiões do Brasil.

Região Norte

A Região Norte do país ainda não apresenta um mercado aquecido para a área de Educação Física. No entanto, faltam profissionais qualificados para ocupar as vagas de emprego em aberto, principalmente em academias, escolas e clínicas de reabilitação. Logo, pode ser a hora de agarrar a oportunidade.

Região Nordeste

A Região Nordeste, por outro lado, é uma das que mais contrata educadores físicos. Em geral, eles ocupam cargos de turismo e entretenimento, setores bastante aquecidos nessa região do país.

Região Centro-Oeste

A Região Centro-Oeste também oferece excelentes oportunidades de emprego para os educadores físicos, principalmente devido ao alto poder aquisitivo da população. É possível encontrar oportunidades em clubes, instituições de ensino, academias e atuar como personal trainer.

Região Sul

A Região Sul concentra grande parte do número de vagas para o profissional de Educação Física. Cada vez mais empresas buscam por educadores físicos capacitados para acompanhar e orientar as pessoas durante a prática de exercícios físicos.

Região Sudeste

A Região Sudeste tem o mercado de trabalho mais aquecido para a área de Educação Física. Quem opta pela carreira nesse local do país, encontra alto índice de empregabilidade e salários bastante promissores.

Qual a importância de uma boa graduação para alcançar melhores oportunidades?

Para se tornar um profissional renomado e valorizado no mercado, é imprescindível cursar o bacharelado ou a Licenciatura em Educação Física em uma faculdade de qualidade. Além da formação acadêmica, o estudante do setor pode ampliar seus horizontes e ter acesso a conhecimentos valiosos para a sua trajetória.

Antes de se matricular em um curso de Ensino Superior em Educação Física, porém, será preciso avaliar uma série de critérios na instituição, como infraestrutura, qualidade do corpo docente, metodologia de ensino, entre outros.

Com uma boa faculdade no currículo, também há muito mais chances de alcançar melhores oportunidades no mercado de trabalho. Desse modo, é possível se diferenciar entre os concorrentes e ser valorizado enquanto profissional, aumentando, consequentemente, os rendimentos.

Como vimos, a Educação Física é uma área que oferece diversas possibilidades de crescimento, considerada bastante promissora. Mas para atingir os bons salários de um educador físico é fundamental contar com uma formação acadêmica de excelência. Assim, será possível se candidatar a diferentes vagas e se tornar um profissional requisitado no mercado de trabalho.

Gostou do conteúdo? Aproveite a visita e siga a UniCesumar nas redes sociais: Facebook, Instagram, Twitter, YouTube e LinkedIn.

COMPARTILHE:
POSTS RELACIONADOS
    New call-to-action
    New call-to-action
    planejamento financeiro

    Nova call to action

    Nova call to action

    Nova call to action

    Nova call to action

    Teste de Orientação Profissional - Foca na Carreira

    New call-to-action

    [E-BOOK] Como escolher uma profissão? DOWNLOAD GRÁTIS

    Nova call to action