<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=344581662787026&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
logo-topo-blog-1
INSCREVA-SE NO VESTIBULAR

•   Início Vestibular



 Tags: Vestibular

Não tem nada que levante mais o astral do que o carinho de um pet. É tanto amor gratuito que muita gente pensa em trabalhar com animais para garantir felicidade 24 horas por dia. Mesmo sendo recompensador ficar ao redor de bichos, esse tipo de profissão tem muita dureza também.

A seguir, vamos mostrar para você quais características você deve ter ou desenvolver para estar em uma profissão do tipo e também em quais graduações apostar para conquistar esse sonho. Ao final do texto, você terá total embasamento para tomar a decisão. Vamos lá?

Trabalhar com animais é pra você, afinal?

Já entendemos que você ama um bichinho mais que tudo na vida. Mas saiba que, em muitas dessas profissões, é preciso trabalhar pesado e fazer plantões de final de semana ou à noite. Até porque um animal é um ser vivo passível de sofrer imprevistos como a gente.

Além disso, são profissões que pedem reciclagens e estudo constante, porque sempre surgem novos estudos e procedimentos que agregam à sua carreira. Então, se você está pronto para trabalhar pesado, veja o que mais é preciso para realizar seu sonho!

Qual é o perfil ideal de quem trabalha com animais?

Ter ou desenvolver alguns comportamentos é essencial para se dar bem nas profissões que envolvem bichos, sejam pets, animais de grande porte ou selvagens. A seguir, falamos um pouco mais sobre elas. Lembrando que você não precisa nascer com essas características, mas deve ter capacidade para desenvolvê-las, combinado?

Saber tomar decisões rápidas

Muitas vezes, chegarão até você animais atropelados, em condições de desnutrição severa ou em apuros tristes de se ver. O que fazer nesses momentos? Unir seus conhecimentos, habilidades e poder de decisão para salvar esse bichinho do perigo e fazer o melhor possível! A experiência ajuda demais — por isso, desde o começo da graduação, é interessante buscar estágios!

Ter equilíbrio emocional e desapego

Nem sempre uma profissão com animais é só alegria. Você vai cuidar de bichos doentes e em condições graves. Em muitos desses momentos, a perda é inevitável. Para manter-se firme, é preciso ter muito equilíbrio e desapego.

Ajuda muito saber que você fez o seu melhor, tratou-o com carinho e devoção, por exemplo. Se não for possível salvá-lo, lembre-se disso e entenda que a vida é um ciclo mesmo — como muito bem nos ensino o filme O Rei Leão.

Contar com sensibilidade e firmeza (ao mesmo tempo)

Tanto para lidar com seus pacientes quanto com os donos deles, essa habilidade é fundamental. Em casos de Zootecnia, Ciências Biológicas, Oceanografia e Ecologia, por exemplo, você vai conviver com diversas pessoas e interesses conflitantes. Lembre-se de que você é o responsável pelo bem-estar dos animais e seja firme ao comunicar seu posicionamento.

Ser paciente

Animais não falam o que estão sentindo. Portanto, é preciso observar e ter muita astúcia para entender o que está acontecendo. Ao longo da profissão, você adquire experiência, mas até lá é preciso ficar de olho e estudar muito para acertar nos diagnósticos.

Quais os cursos mais indicados para isso?

Agora que você viu que tem ou dá conta de desenvolver as habilidades acima, vamos ao que interessa: qual graduação tem tudo a ver com seu perfil?

1. Medicina Veterinária

A Medicina Veterinária vai muito além de abrir uma clínica para se cuidar de gatos e doguinhos, viu? Você pode se especializar em animais de grande porte e trabalhar em fazendas, haras ou mesmo zoológicos. Hoje, também há muito campo para cuidar de animais de competições esportivas, silvestres, entre outros.

Fora isso, é possível trabalhar em centros de pesquisa, indústria de produtos de origem animal ou para animais, controle de zoonoses, saúde pública veterinária e perícia técnica, por exemplo. É uma graduação que confere inúmeras possibilidades — mas pede, como toda profissão, atualizações constantes para se manter um profissional com diferencial competitivo.

2. Ciências Biológicas

Faz parte da graduação estudar as diversas formas de vida envolvendo a fauna, a flora e os seres humanos também. Se você focar em disciplinas como Zoologia, vai trabalhar diretamente no estudo de animais abrangendo Genética, Biologia, Anatomia, Fisiologia, Ecologia e Evolução.

É possível se dedicar ao estudo da genética ou consultoria ambiental e trabalhar por animais, mas não diretamente com eles. O curso de Ciências Biológicas permite optar pela licenciatura, para dar aulas e o bacharelado, focando em pesquisas, em empresas e diversas outras áreas.

3. Zootecnia

Quem se forma em Zootecnia busca mais produtividade e rentabilidade na criação de animais e também no desenvolvimento de produtos de origem animal — ou seja, na produção de carne, ovos, leite e seus derivados. 

Dessa maneira, um zootecnista trabalha integrando toda a cadeia produtiva. Estão entre as possibilidades de atuação:

  • cuidar do melhoramento genético por meio do aperfeiçoamento de técnicas de reprodução;
  • acompanhar a fabricação de rações, vitaminas e produtos de saúde e de higiene para animais;
  • trabalhar na indústria alimentícia e na produção de alimentos de origem animal;
  • dar assistência a produtores rurais, como autônomo ou contratado.

4. Agronomia

É uma área multidisciplinar, dando a você o poder de ser um gestor ambiental. Assim, você terá o poder de compreensão da agropecuária para pode aperfeiçoar as práticas agrícolas e zootécnicas. Como? Com mais técnicas e tecnologias em favor de uma otimização da produção dos pontos de vista econômico, técnico, social e ambiental.

Com os olhos do mundo se voltando à preservação do meio ambiente, a Agronomia enfrenta muitos desafios e é importante demais à economia mundial.

5. Ecologia

Aqui, você estuda os seres vivos e o meio ambiente no qual estão inseridos, de forma a compreender o funcionamento da natureza. Fazem parte das disciplinas Ecossistemas, Comunidades e População, por exemplo. Vale lembrar que a Ecologia é um estudo fundamental para a entendimento do futuro do nosso planeta!

6. Engenharia de pesca

É um misto de Engenharia e Ciências Biológicas que busca melhorar o aproveitamento dos recursos naturais aquáticos, a aplicação da riqueza biológica dos mares, lagos e outros por meio da aquicultura, da pesca e do beneficiamento do pescado. 

A ideia é produzir sem agredir os ecossistemas e ainda extrair substâncias desses ambientes que possam ser usadas industrialmente. Para isso, você vai estudar muita Computação, Física e Química, por exemplo.

7. Oceanografia

Também conhecida como Ciências dos Mares. Cabe a um oceanógrafo estudar mares, lagos zonas costeiras e rios. Mas não só isso: entender os animais e vegetais que compõem esses ambientes e desenvolver técnicas de exploração sem agredir os ecossistemas, além de supervisionar o cultivo de animais marinhos em cativeiro.

Você viu que há diversas opções de cursos para ficar mais perto dos animais e da natureza em si, não é mesmo? Agora, é preciso entender qual delas mais mexe com você e seguir adiante com a sua escolha!

Continue suas leituras sobre profissionais que trabalham com animais vendo em detalhes a profissão de médico veterinário! Quem sabe não é isso mesmo que você vai cursar?

COMPARTILHE:
POSTS RELACIONADOS

    Teste de Orientação Profissional - Foca na Carreira

    Guia-do-profissional-de-agronomia

    [E-BOOK] Como escolher uma profissão? DOWNLOAD GRÁTIS

    Nova call to action