<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=344581662787026&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
logo_unicesumar_horizontal_original
INSCREVA-SE NO VESTIBULAR

•   Início Motivação / Dicas de Carreira / Dicas de estudos



A insatisfação com a faculdade é uma questão recorrente entre os universitários brasileiros. Segundo uma pesquisa feita pelo site QueroBolsa, que ouviu cerca de 26 mil estudantes no ano de 2018, quase um terço dos alunos não estão satisfeitos com sua escolha na graduação.

Dentre os principais motivos, estão o descontentamento com a estrutura da faculdade, a qualidade de ensino, o corpo docente e até mesmo com as oportunidades profissionais após a formatura.

Se você faz parte desse grupo, saiba que é possível reverter a situação e buscar mais motivação em sua jornada acadêmica. Já pensou na possibilidade de pedir transferência de curso ou de universidade?

Neste post, vamos explicar tudo o que você precisa saber sobre a transferência de curso. Acompanhe!

O que é transferência de curso?

Como o nome já indica, ela consiste em mudar de um curso de graduação para outro ou mesmo migrar de instituição de ensino. Nesse caso, o aluno pode optar por outra habilitação, turno ou simplesmente continuar a graduação já em andamento, só que em uma universidade diferente daquela em que prestou vestibular.

Essa situação é bastante comum entre os universitários por diversos motivos — desde a insatisfação até imprevistos e mudanças de vida. Mas não vamos nos apressar: falaremos disso mais para frente!

Vale ressaltar que a transferência pode ser feita também entre modalidades. Ou seja, se você estuda no módulo EAD, pode solicitar a mudança para cursos presenciais ou semipresenciais. Isso, porém, vai depender dos critérios de seleção de cada instituição. Por isso, é preciso pesquisar bem essas políticas antes de tomar a decisão.

Como funciona o processo?

Uma das dúvidas mais comuns entre os estudantes é sobre como pedir a transferência. Antes de mais nada, é necessário saber se há vagas disponíveis na formação que você deseja. Para tal, é necessário entrar em contato com a instituição de ensino ou, caso seja na mesma universidade, com o colegiado do curso.

[ROCK] [EBOOK] Tudo que você precisa saber antes de entrar na faculdade

Em geral, após entrar em contato com a instituição de destino e averiguar a disponibilidade de vagas, o aluno precisará apresentar a documentação básica de matrícula em ensino superior, a saber:

  • histórico escolar e do certificado de conclusão de Ensino Médio;
  • cópia do RG;
  • cópia do CPF;
  • cópia do título de eleitor;
  • cópia do comprovante de residência;
  • cópia da certidão de casamento (exceto solteiros);
  • cópia do certificado do Serviço Militar (para candidatos do sexo masculino).

Após essa primeira etapa, o aluno deverá comunicar à instituição de ensino de origem a intenção de transferência de curso, solicitando os seguintes documentos comprobatórios:

  • declaração de vínculo com a instituição de origem;
  • histórico de transferência;
  • atestado de situação do aluno no ENADE;
  • lista de conteúdos programáticos de todas as disciplinas cursadas e aprovadas;
  • portaria de autorização ou de reconhecimento do curso de origem pelo MEC.

Devido à grande frequência na procura pela transferência de curso, a maior parte das universidades reservam um período no ano destinado a esse processo, visando facilitar a vida dos alunos que desejam migrar para a instituição.

Vale lembrar que, como dissemos anteriormente, cada IES possui seus próprios critérios de seleção de alunos, que podem incluir desde análise de equivalência da grade para a aproveitamento de disciplinas até exames de seleção e análise curricular.

Quem pode pedir transferência de curso?

O pedido pode ser feito não apenas por alunos que desejam mudar de curso, instituição ou modalidade. Alunos que desejam mudar de habilitação do bacharelado para a licenciatura, por exemplo, ou do turno matutino para o noturno, também podem fazer a solicitação.

Em caso de mudança de instituição, os candidatos elegíveis devem ser alunos regularizados e matriculados em uma IES reconhecida pelo MEC. Precisam também estar cursando uma graduação cuja grade curricular seja correspondente a da instituição para a qual pretende pedir transferência.

O que devo considerar ao pedir transferência?

Um dos pontos principais a considerar é a qualidade do curso e da instituição de ensino para a qual você deseja migrar. Nesse momento, vale fazer uma pesquisa cuidadosa, avaliando as notas da avaliação do MEC e nota do ENADE, além da grade curricular, da carga-horária, da qualidade das disciplinas, do corpo docente e da estrutura oferecida pela instituição (seja ela física ou virtual).

Além disso, é preciso estar atento em caso de necessidade de bolsas, descontos na mensalidade ou financiamento estudantil. Se você tiver algum desses benefícios na instituição em que estuda atualmente, procure saber se é possível mantê-lo na universidade de destino.

No caso dos programas do governo, existem regras específicas. Para alunos que contam com empréstimo do FIES, é possível solicitá-la apenas uma vez. No entanto, a transferência de instituição pode ser feita uma vez por semestre e deve ser solicitada no próprio sistema do FIES. Para alunos com bolsas do PROUNI, o requisito é que a carga horária final não exceda o que estava previsto no início do contrato.

Outro ponto importante é a possibilidade de eliminar disciplinas já cursadas. Caso a instituição não aceite a grade já cursada, pode ser que você precise repetir algumas matérias — o que acarreta em acréscimo de tempo e, possivelmente, mais alguns custos.

Quando devo pedir transferência?

giphy

Burocracias à parte, existem vários fatores que influenciam na decisão do pedido de transferência. Dentre eles, uma das mais comuns é a insatisfação com o curso atual, que não supriu as expectativas do estudante ou mesmo por conta das disciplinas cursadas.

A ausência de perspectiva profissional também é uma razão bastante relevante. Isso porque, sem vislumbrar boas possibilidades de trabalho no futuro, fica difícil encontrar motivação para seguir firme nos estudos.

Porém, em alguns casos, mesmo que haja um bom mercado pela frente, o aluno tem o desejo de mudar de área. Vale lembrar que, por mais que o curso que você está fazendo dê uma boa perspectiva profissional, a realização pessoal também é imprescindível para o seu sucesso.

Além disso, há outros fatores mais práticos, como a mudança de cidade, alterações na rotina (como mudança para um bairro mais distante da faculdade ou de horário de trabalho, por exemplo) e até mesmo dificuldades financeiras para arcar com as mensalidades.

[ROCK] [EBOOK] Como escolher uma profissão

Como vimos, são muitos os motivos que podem influenciar na decisão de pedir a transferência de curso. Portanto, é preciso considerar todos os prós e contras antes de bater o martelo e fazer a mudança.

Se você está decidido a pedir a transferência de curso, mas ainda não escolheu a universidade ideal, entre em contato conosco! A UniCesumar conta com toda a estrutura para ajudá-lo, além de condições especiais para novos alunos.

COMPARTILHE:
POSTS RELACIONADOS
    lidar com as emoções

    Nova call to action

    Nova call to action

    Nova call to action

    Nova call to action

    Teste de Orientação Profissional - Foca na Carreira

    Guia-do-profissional-de-agronomia

    [E-BOOK] Como escolher uma profissão? DOWNLOAD GRÁTIS

    Nova call to action