<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=344581662787026&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
logo-topo-blog-1
INSCREVA-SE NO VESTIBULAR

•   Início Vestibular



 Tags: Vestibular

Se você se interessa pelos diferentes estilos nas fachadas de prédios e casas, ou mesmo pela forma como os espaços são divididos em seu interior, é provável que já tenha pensado em se tornar um arquiteto. Nesse caso, vale a pena buscar conhecer tudo sobre Arquitetura para ter certeza de que essa profissão realmente é o que você espera.

É interessante entender, por exemplo, qual é o verdadeiro papel desses profissionais na sociedade, além de descobrir quais são as áreas em que podem atuar. Outro ponto essencial é saber como funciona a formação em Arquitetura e Urbanismo, uma vez que é na faculdade que tudo começa.

Em vista disso, preparamos este post para ajudar você a ficar por dentro de um pouco de tudo sobre Arquitetura. Então, continue a leitura e conheça melhor essa excelente profissão!

Os impactos do arquiteto para a sociedade

Por se tratar de uma profissão que está muito ligada à área da construção civil, não é difícil encontrar pessoas que fazem confusão entre Engenharia Civil e Arquitetura, e também entre Arquitetura e Design de Interiores. Mas cada um desses ramos tem as suas próprias atribuições e sua relevância na sociedade.

No caso da Arquitetura, o foco é encontrar a melhor maneira de organizar os espaços, levando em conta 3 aspectos fundamentais: conforto, funcionalidade e estética. Para isso, o arquiteto considera as necessidades de quem vai utilizar os ambientes, buscando interpretar as demandas individuais e coletivas, e desenvolve soluções viáveis para elas.

Uma vez que a Arquitetura está por toda parte, especialmente nos centros urbanos, dá para entender que a atuação do arquiteto tem impacto direto sobre o bem-estar da sociedade no seu cotidiano. Já reparou?

Em ambientes internos, por exemplo, esse profissional garante uma divisão de espaços que facilita o deslocamento das pessoas, além de se preocupar com a ventilação e a iluminação adequadas e assim por diante.

Do mesmo modo, o arquiteto também projeta ambientes externos e se preocupa com a preservação da história e da arte presentes nas construções. Sabe o que é mais legal? É possível ter uma Arquitetura que concilia futuro e passado em prol da melhora da qualidade de vida da população.

5 alternativas de áreas de atuação para o arquiteto

Prepare seus olhos para uma notícia excelente! No mercado de trabalho, os profissionais de Arquitetura e Urbanismo encontram oportunidades em vários campos de atuação. A seguir, listamos 5 alternativas de áreas para você seguir carreira como arquiteto. Confira!

1. Projeto e acompanhamento de obras

A primeira coisa que a maioria das pessoas pensa quando se fala em Arquitetura é o projeto de uma casa ou prédio, com todas as suas divisões de ambientes. É justamente disso que se trata a área de atuação mais conhecida para a profissão: o desenvolvimento desse tipo de projeto, no qual o profissional concebe a ideia a partir do zero ou trabalha em cima de uma construção existente que será reformada.

Além de uma série de desenhos — chamados de plantas baixas, cortes e fachadas, entre outros —, projetos arquitetônicos incluem um pouco de tudo sobre Arquitetura, com relatórios que especificam, por exemplo, os tipos de materiais que devem ser usados na construção. Além disso, o arquiteto também pode acompanhar obras projetadas por ele mesmo ou por outros profissionais, para garantir a correta execução de todas as etapas.

2. Restauração de edificações

A área de restauração é voltada para a recuperação de construções históricas que precisam de reparos periódicos para resistir ao tempo. Para atuar nesse ramo, é preciso que o profissional domine técnicas específicas de restauro, pois o objetivo não é reformar, mas sim preservar a aparência original da edificação.

Arquitetos que trabalham nessa área precisam dar muita atenção aos mínimos detalhes de cada material que será restaurado, levando em conta fatores que influenciam seu estado, como umidade e temperatura. Também é importante ter bastante paciência, já que se trata de um trabalho que exige certa lentidão para ser feito adequadamente.

3. Urbanismo

Chamada também de planejamento urbano, essa área de atuação tem ganhado cada vez mais relevância em um mundo em que a maneira como os espaços vêm sendo utilizados precisa ser repensada com urgência. Problemas urbanos como o aumento do número de habitantes nas cidades e a necessidade de um desenvolvimento sustentável fazem do setor uma boa aposta para quem gosta de desafios.

Sempre pensando no bem-estar das pessoas, o arquiteto urbanista pode projetar desde layouts de conjuntos habitacionais até cidades inteiras. Olha a responsa!

Como esse tipo de projeto depende muito do plano diretor de cada região, é importante que o profissional tenha certo conhecimento de legislação e política. Então, não vá achando que é moleza!

4. Paisagismo

No ramo do paisagismo, o foco é a integração entre as construções e o meio ambiente. Por isso, o arquiteto paisagista projeta áreas verdes, como praças, canteiros públicos e jardins. Além de trabalhar com espaços públicos, também costuma ser requisitado para desenvolver jardins privados, como os que ficam na área de prédios e residências.

Entre as atribuições do profissional está a escolha das espécies que devem compor cada área verde. Para isso, é importante considerar fatores como o clima da região, o solo e a irrigação no local, para chegar a um resultado que seja, ao mesmo tempo, lindo e sustentável.

5. Luminotécnica

Essa área é voltada para a iluminação dos ambientes, tanto internos quanto externos. Para desenvolver projetos de luminotécnica, o profissional analisa quanta iluminação artificial cada ambiente precisa receber para proporcionar conforto visual a quem vai ocupá-lo.

A partir dessa informação, o arquiteto seleciona os tipos de lâmpadas e a maneira como serão instaladas para obter o melhor resultado possível. A luminotécnica normalmente anda em conjunto com a atuação na área de decoração de ambientes, que busca tornar os espaços esteticamente agradáveis, além de funcionais e confortáveis.

A escolha do curso de Arquitetura

A graduação em Arquitetura e Urbanismo é um bacharelado com duração de 5 anos que prepara o profissional para atuar nas áreas que listamos e em várias outras, como design de móveis e comunicação visual. Para se sair bem no curso, é interessante que o estudante tenha algumas habilidades, uma vez que a área é indicada para quem tem criatividade e certa afinidade com números.

Para explorar essas habilidades e desenvolver muitas outras a fim de se tornar um bom arquiteto, é fundamental encontrar uma instituição de ensino de qualidade, com um ótimo corpo docente e excelente infraestrutura. Desse jeito, você vai aprender tudo sobre Arquitetura e trilhar uma carreira de sucesso nessa área tão importante para a sociedade.

Gostou de conhecer melhor a profissão de arquiteto? Que tal começar a se preparar para fazer a graduação? Baixe agora mesmo o nosso Guia de Sobrevivência Universitário e saiba o que esperar dessa nova fase da sua vida!

COMPARTILHE:
POSTS RELACIONADOS

    Nova call to action

    Call to action | eBook |  Saiba que curso na área de Humanas deve ser a sua escolha de graduação

    Nova call to action

    Nova call to action

    Nova call to action

    Teste de Orientação Profissional - Foca na Carreira

    Guia-do-profissional-de-agronomia

    [E-BOOK] Como escolher uma profissão? DOWNLOAD GRÁTIS

    Nova call to action