<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=344581662787026&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
logo-topo-blog-1
INSCREVA-SE NO VESTIBULAR

•   Início Motivação



A vida de universitário abre muitas portas para o crescimento profissional, pessoal e social do estudante. Participar de projetos de voluntariado, por exemplo, é uma boa oportunidade para fazer a diferença como cidadão, além de adquirir habilidades e conhecer diferentes pessoas e situações de vida.

O trabalho voluntário é realizado sem remuneração ou qualquer outro tipo de recompensas materiais. O objetivo dessa prática é apoiar causas sociais e ajudar outras pessoas. A boa notícia é que as universidades costumam incentivar o voluntariado e o estudante também tem muito a ganhar com isso.

Ficou interessado e quer saber como? Então, não perca este post! Nele, você vai descobrir por que o voluntariado é uma excelente opção de atividade! Vamos lá?

A cultura do voluntariado

Antes de mais nada, é preciso ter em mente que as organizações não-governamentais (ONGs) não trabalham com retornos lucrativos. Por isso, a participação de voluntários é muito bem-vinda, seja para evitar gastos com contratação de profissionais, seja para conseguir ofertar mais serviços à comunidade.

De acordo com dados da ONU (Organização das Nações Unidas), mais de 1 bilhão de pessoas no mundo todo fazem algum tipo de trabalho voluntário em seus países. Com o desenvolvimento da tecnologia, o voluntariado ultrapassou barreiras e agora é possível, inclusive, participar de projetos online — uma ótima solução para quem não tem tempo disponível para atuar em um local específico, não é mesmo?

Em terras nacionais, as estatísticas apontam que mais de 7 milhões de pessoas praticam o voluntariado. Esse número é maior entre os brasileiros com nível superior, que têm mais acesso à informação e sabem o quanto esse tipo de trabalho faz diferença na sociedade.

A solidariedade no Brasil e no mundo

Apesar de o número parecer alto, a prática do voluntariado no Brasil ainda precisa de um up, se formos comparar com outros países. Isso foi mostrado por um estudo recente sobre o Índice Global de Solidariedade (World Giving Index), realizado pela Charities Aid Foundation — instituição beneficente com sede no Reino Unido.

Essa pesquisa é realizada uma vez por ano e avalia três questões muito importantes:

  1. doação em dinheiro;
  2. ajuda a uma pessoa desconhecida;
  3. tempo dedicado a trabalhos voluntários.

Entre os países mais solidários do mundo estão: Indonésia, Austrália, Nova Zelândia, Estados Unidos e Irlanda. No ranking geral, o nosso país aparece na posição nº 122 — ou seja, tem um tantinho de gente na nossa frente.

A escolha do trabalho voluntário que mais combina com você

São muitos dados legais e impressionantes, não é mesmo? Se você quer ser voluntário, o primeiro passo é descobrir sua motivação para fazer algo de bom na comunidade. Depois disso, é hora de escolher uma causa que tenha mais a ver com você. Mas não se esqueça de que não é porque não tem salário que isso é brincadeira, viu?

É bom lembrar que, quando você abraça uma responsabilidade dessas, tem gente contando com o seu trabalho, tanto a instituição quanto as pessoas que recebem apoio. Então, para ficar ainda mais motivado com o voluntariado, o ideal é pesquisar bastante, conhecer as diferentes causas e se informar sobre os projetos que são desenvolvidos na sua região. Veja algumas das principais opções!

Criança

Há muitas instituições que oferecem assistência a crianças em situação de vulnerabilidade social. Em geral, os pequenos são retirados da família, por período provisório ou definitivo, por motivos como: maus tratos, exploração infantil, abuso sexual, dependência química, entre outros. Essa é uma das causas que mais sensibiliza os voluntários.

Idoso

Assim como os casos envolvendo crianças, também existem idosos em situação de abandono e maus tratos. Alguns são colocados em casas de repouso pelos próprios filhos, mas também tem aqueles que decidem ir por conta própria, para ter mais convívio com pessoas de sua idade. Em todo caso, é um grupo que necessita de atenção. Assim, muitos projetos sociais são desenvolvidos para melhorar a qualidade de vida dos idosos.

Saúde

As causas que visam a promoção da saúde são as que mais movimentam o voluntariado no Brasil, seja por meio de doações financeiras, seja pela participação ativa em projetos. As ONGs que trabalham nesse ramo, oferecem apoio a portadores de doenças como câncer ou HIV.

Fome e pobreza

Apesar de termos tanta riqueza em solo nacional, a pobreza ainda é um problema sério na nossa sociedade, assim como em muitos outros países. Para oferecer ajuda a pessoas que necessitam, existem projetos voluntários com o foco em arrecadação e distribuição de alimentos e também voltados para construção de moradias populares, em regiões mais precárias.

Animais

Quem tem amor pelos pets pode se interessar pelo voluntariado de apoio aos animais. Grande parte das instituições voltadas para essa causa trabalha no resgate de cães e gatos que foram abandonados ou nasceram nas ruas. Depois disso, os bichinhos recebem os cuidados necessários e são encaminhados para adoção.

A importância de fazer trabalho voluntário

O voluntariado é uma prática vantajosa para todos os envolvidos: as organizações que trabalham nesse ramo, as pessoas que recebem apoio e o próprio voluntário, que disponibiliza seu tempo e seus serviços. Nas universidades, esse tipo de trabalho é bastante incentivado e consta como uma boa opção nas atividades extracurriculares.

Mas ser voluntário não deve ser responsabilidade e privilégio somente dos universitários. Pessoas em qualquer etapa da vida podem participar de ações solidárias. Olha só quantas vantagens são encontradas no voluntariado:

  • exercício da cidadania, conscientização e fortalecimento da responsabilidade social;
  • aprendizado e aprimoramento de habilidades, como empatia;
  • experiência pessoal e profissional, dependendo da área de formação;
  • enriquecimento do currículo, uma vez que o voluntariado é muito bem visto pelo mercado de trabalho;
  • aumento do networking;
  • contato com diferentes realidades e amplitude de visão;
  • possibilidade de ajudar as pessoas e fazer diferença na vida de quem precisa.

Como vimos, o voluntariado é uma experiência enriquecedora em vários sentidos. Ganha quem recebe apoio e ainda mais quem dedica seu tempo e seu trabalho em prol de uma causa maior. E aí, já escolheu qual delas você quer ajudar?

Se você ainda tem dúvidas se deve seguir por esse caminho, leia nosso próximo post e entenda melhor quais são as vantagens do voluntariado!

COMPARTILHE:
POSTS RELACIONADOS

    Nova call to action

    Um cabeçalho claro e arrojado

    Teste de Orientação Profissional - Foca na Carreira

    Guia-do-profissional-de-agronomia

    [E-BOOK] Como escolher uma profissão? DOWNLOAD GRÁTIS

    Nova call to action